Eu Vi a Mão de Deus em Minha Vida?

Irmã Susan Bednar

Devocional do SEI para Jovens Adultos • 3 de março de 2013 • Universidade do Texas Arlington

Ao viajar pelo mundo com meu marido, fico triste ao descobrir que muitos jovens se sentem sozinhos e duvidam que o Senhor os conheça individualmente ou que Ele os ame. Orei para saber que princípios eu poderia enfatizar esta noite a fim de ajudá-los a saber que o Senhor realmente conhece vocês e os ama. Oro para que o Espírito me ajude a transmitir essa mensagem.

Vou usar a letra de um hino do seminário para organizar meu discurso:

Devemos ter ouvidos para ouvir a palavra do Senhor,
E os olhos para ver Seu plano,
Pés para seguir Seu caminho,
E um coração para entender.
(Steven K. Jones, “Hearts that Understand”, Hold to the Rod Songbook, 1988, p. 20)

Ouvidos Para Ouvir a Palavra do Senhor

Primeiro, devemos ter ouvidos para ouvir a palavra do Senhor. Podemos ouvir a voz do Senhor, ao estudar as escrituras (ver D&C 18:34–36). Quando eu tinha a idade de vocês, Spencer W. Kimball era o Presidente da Igreja. Uma citação dele me guiou ao longo de toda a minha vida. Ele disse: “Percebo que, quando negligencio meu relacionamento com a Deidade e tenho a impressão de que nenhum ouvido divino está escutando o que digo e nenhuma voz celestial está falando comigo, parece que estou muito, muito longe. Se mergulho nas escrituras, a distância diminui e a espiritualidade volta” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Spencer W. Kimball, 2006, p. 75).

Testifico que se tivermos ouvidos para ouvir a palavra do Senhor, vamos sentir Seu amor, à medida que Ele falar conosco por meio das escrituras.

Olhos Para Ver Seu Plano

Em segundo lugar, temos que ter olhos para ver Seu plano. Certo dia, eu estava pensando em uma ex-missionária que conheço quando, inesperadamente, recebi um e-mail dela. Ela me disse como se sentia quando o Senhor realizava milagres por intermédio dela no campo missionário, mas desde que voltou para casa, às vezes ela se perguntava se Ele realmente se importava com ela.

Em minha resposta para ela, compartilhei alguns importantes conselhos dados pelo Élder Henry B. Eyring aos alunos da BYU-Idaho. Ele disse: “Eu os abençoo para que, a cada dia, quando pedirem em oração que lhes seja mostrado onde a mão de Deus interveio em sua vida naquele dia, eu os abençoo para que vejam isso. Isso lhes será manifestado. Verão que Ele está conduzindo, orientando e elevando vocês, e que Ele os conhece” (“A Steady, Upward Course”, [Devocional da Universidade Brigham Young–Idaho, 18 de setembro de 2001], web.byui.edu/devotionlsandspeeches).

Expliquei que eu orava diariamente por essa bênção e tinha visto a mão de Deus estender-se a mim por meio da mensagem atenciosa que recebi dela. Garanti que o Pai Celestial faria o mesmo por ela.

Testifico que se orarmos para ter olhos para ver Seu plano, vamos perceber o envolvimento de Deus em nossa vida e saber que Ele nos conhece.

Pés Para Seguir Seu Caminho

Terceiro, precisamos ter pés para seguir Seu caminho. Muitos jovens adultos ficam desiludidos, desanimados e desencorajados porque certas coisas que eles pensavam que iriam acontecer em sua vida ainda não ocorreram. Alguns acreditam erroneamente que se Deus não lhes deu a felicidade ou as bênçãos que estavam esperando ou que achavam que mereciam, Ele não se importa. Para mostrar seu descontentamento com Deus, alguns perdem a fé, desonram convênios, depositam a sua confiança em prazeres mundanos e se afastam de Deus, voltando-se para si mesmos. Em vez de ter pés para seguir o caminho da retidão, desviam-se do caminho do evangelho, vagam errantes e se perdem. Todos conhecemos alguém que está “fora do caminho”. Podemos sentir o amor de Deus em nossa vida ao ver a reação positiva de muitos, quando estendemos a mão para servir a eles e para resgatá-los.

O caminho do Senhor é claramente demarcado pelos ensinamentos dos profetas, videntes e reveladores. No próximo mês é a conferência geral. Testifico que se procurarmos em espírito de oração identificar uma dúvida ou preocupação pessoal para levar para a conferência, o Senhor vai nos responder por meio das mensagens de Seus servos ungidos. Vamos sentir Seu amor e preocupação, nossa coragem aumentará, e teremos pés firmes para seguir Seu caminho agora e para sempre.

Um Coração Que Entenda

Quarto, precisamos de um coração que entenda o dom da Expiação de Jesus Cristo. O Élder Bednar ensinou: “Uma coisa é saber que Jesus Cristo veio à Terra para morrer por nós — isso é fundamental e básico para a doutrina de Cristo. Mas também precisamos ser gratos pelo fato de o Senhor desejar, por meio de Sua Expiação e pelo poder do Espírito Santo, viver em nós — não apenas para nos dirigir, mas também para nos capacitar” (“A Expiação e a Jornada de Mortalidade”, A Liahona, abril de 2012, p. 12).

Para mim a Expiação de Jesus Cristo proporciona consolo individual e é uma vigorosa prova do amor de Deus por nós. Ela nos fortalece para fazermos coisas difíceis, coisas que achávamos que não conseguiríamos fazer. A Expiação nos ajuda a perseverar quando não entendemos a vontade e o tempo de Deus em nossa vida. Testifico que Deus vive e que vamos sentir Seu amor e sei que Ele nos conhece, ao empenhar-nos de coração para melhor compreender as bênçãos da Expiação de Seu Filho Jesus Cristo.

Devemos ter ouvidos para ouvir a palavra do Senhor,
E olhos para ver Seu plano
Pés para seguir Seu caminho,
E um coração para entender.
(Jones, “Hearts that Understand”, p. 20)

Em nome de Jesus Cristo. Amém.

©2013 Intellectual Reserve, Inc. Todos os direitos reservados. Aprovação do inglês: 8/12. Aprovação da tradução: 8/12. Tradução de Have I Seen the Hand of God in My Life? Portuguese. PD50045417 059