Bispado

 


 

Dentre as responsabilidades do bispado em relação ao Sacerdócio Aarônico, estão as seguintes:

Presidente do Sacerdócio Aarônico

8.3.1 O bispo supervisiona os quóruns do Sacerdócio Aarônico na ala. Ele e seus conselheiros formam o bispado e a presidência do Sacerdócio Aarônico da ala (ver D&C 107:13–15). Eles zelam individualmente pelos rapazes e os fortalecem, trabalhando em estreita cooperação com os pais e outros líderes.

8.3.1 Embora o bispo delegue muitas responsabilidades a seus assistentes, ele serve ativa e pessoalmente como presidente do quórum. Promove uma atmosfera de amor e união no quórum. Participa regularmente das reuniões de presidência e das reuniões dominicais do quórum e as preside. Participa dos projetos de serviço e atividades do quórum.

8.3.1 O bispo designa um de seus conselheiros para supervisionar o quórum de diáconos, e o outro para supervisionar o quórum de mestres. Eles assistem às reuniões de presidência e reuniões dominicais dos quóruns sempre que possível.

8.3.1 O bispo designa um de seus conselheiros para, sob sua direção, supervisionar a organização dos Rapazes da ala. Esse conselheiro trata regularmente de assuntos referentes aos Rapazes com a presidência dos Rapazes da ala. Ele apresenta um relatório dessas conversas nas reuniões de bispado.

Os membros do bispado ajudam os rapazes a servir fielmente, avançar no sacerdócio e cumprir os propósitos do Sacerdócio Aarônico (ver Manual 1, 2.2).

Um Pouco de Seu Tempo

“Avançamento no Sacerdócio”

botão play
“Ministrar no Sacerdócio Aarônico”

20.7 O Sacerdócio Aarônico deve ser concedido sob a supervisão do bispo, que também supervisiona a ordenação aos ofícios de diácono, mestre e sacerdote.


Entrevistas

Livro 1, 7.1.7 Entrevistar cada rapaz (ver Manual 2, 8.3.1).

8.3.1 O bispo ou um conselheiro designado entrevista o presidente do quórum de diáconos, o presidente do quórum de mestres e os assistentes do quórum de sacerdotes regularmente. Nessas entrevistas, o membro do bispado e o líder do quórum tratam do progresso individual dos membros do quórum e do progresso do quórum como um todo.


Reuniões do quórum

8.3.1 O bispo designa um de seus conselheiros para supervisionar o quórum de diáconos, e o outro para supervisionar o quórum de mestres. Eles assistem às reuniões de presidência e reuniões dominicais dos quóruns sempre que possível.

8.11 Os propósitos das reuniões do quórum são abordar os assuntos do quórum, aprender os deveres do sacerdócio e estudar o evangelho de Jesus Cristo.

8.11 Os membros do bispado (…) podem ajudar a dar as aulas de tempos em tempos.

botão play
“Reunião do Quórum”

botão play
“Eficiência nas Reuniões do Quórum e da Presidência do Sacerdócio Aarônico”


Reuniões de presidência e treinamento de liderança

8.9.3 Cada presidência de quórum realiza uma reunião de presidência regularmente. O bispo participa regularmente da reunião da presidência do quórum de sacerdotes e a preside, e um de seus assistentes a dirige. O presidente do quórum de diáconos e o presidente do quórum de mestres dirigem suas respectivas reuniões de presidência, e as presidem, a menos que um membro do bispado esteja presente. Os consultores e secretários do quórum também participam dessas reuniões. Os secretários tomam nota e acompanham as designações dadas.

8.3.2 [Os líderes de quóruns do Sacerdócio Aarônico] recebem treinamento e orientação do bispado e dos consultores de quórum.

8.3.1 Com a ajuda dos consultores do quórum, o bispo e seus conselheiros ensinam atributos de liderança aos líderes dos quóruns e os ajudam a cumprir suas responsabilidades.

botão play
Os Rapazes e o Poder do Sacerdócio

botão play
“Reunião da Presidência do Quórum”

botão play
“Eficiência nas Reuniões do Quórum e da Presidência do Sacerdócio Aarônico”

botão play

“Capacitar a Liderança do Sacerdócio Aarônico”


Atividades e escotismo

 

13.1 As atividades fortalecem os membros dando-lhes um sentimento de inclusão e apoio mútuo. As atividades devem ajudar os membros a sentir-se integrados com os outros de sua faixa etária, com seus líderes e com sua família. As atividades também devem ajudar os membros a ver como viver o evangelho traz “a alegria dos santos” (Enos 1:3).

8.13.1 A presidência dos Rapazes, sob a direção do bispado, supervisiona a Mutual dos rapazes.

8.13.1 As atividades da Mutual devem oferecer aos jovens uma variedade de oportunidades de servir ao próximo e de desenvolvimento espiritual, social, físico e intelectual.

13.2.6 O planejamento de um calendário anual ajuda os líderes a conseguirem uma programação equilibrada, com atividades de serviço, culturais e esportivas, sem sobrecarregar o tempo dos membros.

8.13.2 Os debates dos jovens com o bispado são planejados e realizados pelo bispado.

4.1 O bispo dá as orientações gerais para o escotismo na ala, verificando se está organizado e funcionando apropriadamente. Ele deve ser registrado e serve como o diretor executivo das unidades de escotismo patrocinadas pela ala.

4.2 Os conselheiros auxiliam o bispo supervisionando os programas de escotismo. O bispo designa um conselheiro para servir como o representante da ala no distrito e no conselho locais de escotismo. Esse conselheiro deve ser registrado como representante de entidade patrocinadora.


Preparação dos Rapazes

8.2 Os líderes do Sacerdócio Aarônico auxiliam os pais a ajudar os filhos a prepararem-se para as ordenações ao sacerdócio, a investidura no templo, o serviço missionário de tempo integral, o casamento no templo e a paternidade.

8.7 Ajudar os membros dos quóruns a se prepararem para o serviço missionário é uma alta prioridade para os membros do bispado e os consultores dos quóruns. (…) Os líderes devem procurar meios de incluir a preparação missionária nas reuniões dos quóruns, nas reuniões de presidência, nas atividades dos quóruns e em outras ocasiões.

“Preparar os Rapazes para o Serviço Missionário”

8.7 Eles proporcionam oportunidades nas reuniões e atividades dos quóruns para que os membros do quórum sintam e reconheçam a influência do Espírito Santo.

M. Russell Ballard – “Inspirar os Rapazes a Servir”

“Obra Missionária: Um Dever do Sacerdócio”

“Permanecer Dentro dos Limites”

8.7 Muitas das metas e atividades sugeridas no programa Dever para com Deus podem ajudar os rapazes a se prepararem para o serviço missionário.

O livreto Dever para com Deus pode ser uma ferramenta eficaz para ajudá-lo a ensinar aos membros do quórum os deveres do sacerdócio e incentivá-los a fortalecer seu testemunho e seu relacionamento com o Pai Celestial (ver “Para os presidentes de quórum”, p. 90).