Dever para com Deus

Os líderes e rapazes do Sacerdócio Aarônico do mundo inteiro compartilham suas experiências com o programa Dever para com Deus.

Conte sua história, ela pode vir a ser publicada.


Desafio Enfrentado!

Austin Carter chegou um pouco mais cedo à conferência da estaca e estava estudando Pregar Meu Evangelho em silêncio, enquanto esperava a reunião começar. Uma autoridade visitante notou-o e começou a interrogá-lo sobre os seus deveres do sacerdócio. Quando Austin revelou que era o presidente do quórum de diáconos de sua ala, foi-lhe lançado um desafio: ativar cada diácono, para que o quórum inteiro frequente as reuniões de domingo.

Como ele enfrentou esse desafio? Usando as chaves do sacerdócio como presidente do quórum, e envolvendo todos os membros de seu quórum.

“Realizei reuniões regulares com a presidência do meu quórum. Nós nos reuníamos em minha casa, começávamos com uma oração, conversávamos sobre os membros do quórum e depois íamos fazer as visitas. Não éramos sempre cordialmente recebidos, porém mostrávamos persistência. Todas as semanas realizávamos uma breve reunião de presidência, logo após o sacerdócio onde nos reportávamos aos nossos consultores do quórum. Eles nos ouviam e ajudavam a entender nossas responsabilidades”.

O Irmão Carl Vance, consultor do quórum de Austin e chefe dos escoteiros, relatou: “eu lhe disse ‘você tem as chaves do sacerdócio do quórum e sabe o que fazer. Eu vou apoiá-lo, mas o quórum é sua responsabilidade.’ Sentia-me feliz, porque a presidência cumpria seu dever. Afinal, eles são melhores do que nós ao fazê-lo!”

Austin comentou sobre os grandes consultores adultos que os meninos tinham, tanto no sacerdócio como no Escotismo. “Nossos consultores entendem que nós, como jovens, devemos planejar nosso próprio programa. Eles estavam prontos para ajudar-nos, e nos deixavam planejar as atividades e fazer as coisas acontecerem.”

O irmão Vance declarou: "depois de uma reunião de domingo, o Presidente Carter veio falar comigo e disse: ‘irmão Vance, acho que precisamos despender mais tempo trabalhando no Dever para com Deus’. Fiquei feliz em apoiar o presidente do quórum nesse pedido!”

Austin foi desobrigado, e agora é um mestre em sua ala. O irmão Vance explicou entusiasmado, no entanto, “o padrão foi definido. O novo presidente e seus conselheiros continuam a funcionar como uma presidência eficaz. É emocionante ver como muitos rapazes aprenderam a magnificar seu sacerdócio em nossa ala.”

O que aconteceu com a designação dada a Austin durante a conferência da estaca?

Depois de vários meses convidando regularmente os rapazes, como presidência, Austin relatou à autoridade visitante, por carta, declarando:

“Eu terminei seu desafio. Todos os diáconos menos ativos estão vindo à Igreja. Estou começando a ter uma ideia do tipo de trabalho em que estarei envolvido em minha missão. Obrigado pelo desafio. Vou continuar trabalhando com outras pessoas que conheço e partilhar o evangelho com elas”.

Esse presidente de quórum e seus líderes todos compreendam claramente a seguinte determinação:

“Portanto agora todo homem aprenda seu dever e a agir no ofício para o qual for designado com toda diligência” (D&C 107:99).

— Austin Carter, Idaho Falls, Idaho


Dallin Hendry Obtém um Testemunho do Sacerdócio por Meio do Dever para com Deus

Recebi inúmeras bênçãos ao usar o livreto Dever para com Deus. É um livro fantástico que a Igreja produziu. Sei que é do Pai Celestial, sendo uma grande bênção em minha vida. Uma experiência que tive com o Dever para com Deus foi quando estava trabalhando na seção intitulada “Tópicos Doutrinários”. Durante esse tempo, fui chamado como presidente do quórum de diáconos. Eu não tinha ideia do que esperar, e não sabia se estava qualificado para possuir as chaves sagradas do Sacerdócio Aarônico. Por meio dos “tópicos doutrinários”, estudei “Sacerdócio e as Chaves do Sacerdócio”. Isso me ensinou como essas chaves vieram à Terra e como usá-las para receber revelação do Pai Celestial. Fiquei atordoado por quanto conhecimento estava ao meu alcance. Pesquisei vários livros sobre o assunto e recebi muitas coisas úteis por meio deles. Por fim, orei para saber se era digno de ter essas chaves sagradas. Imediatamente, o Espírito caiu sobre mim, mansamente, mas com um forte testemunho de que o Pai Celestial me amava e tinha um trabalho para eu fazer nesse quórum, nestes últimos dias. Senti que estava pronto e digno de possuir as chaves sagradas do Pai Celestial. Este não é apenas um livro. É uma bênção. E quero partilhar essa bênção com os membros do meu quórum. O livreto Dever para com Deus é uma das maiores coisas aqui, sobre a Terra, hoje em dia. Ele prepara você para tudo na vida. Ele vai ajudá-lo com o que você está passando agora e com o que, com o tempo, ainda irá passar. Sinto-me extremamente grato por esse livreto.

—Dallin Hendry, Salt Lake City, Utah