Treinamento Anual das Auxiliares: Primária


A 1ª parte do treinamento é uma mesa redonda com o Élder Holland sobre os princípios que norteiam o aprendizado e o ensino à maneira do Salvador. Assistam à mesa redonda e reflitam sobre como aplicar esses princípios no treinamento da estaca ou da ala.


Boas-Vindas

 

Baixar: Pequeno (360p), Médio (720p), Grande (1080p)

Enquanto as líderes e os professores da Primária trabalham para melhorar o aprendizado e o ensino na vida daqueles a quem servem, eles consideram a oportunidade de não só influenciar as crianças, mas também aprender com elas ao embarcarem no caminho dos convênios.


Ensinar à Maneira do Salvador

“E todos os teus filhos serão instruídos pelo Senhor; e a paz de teus filhos será abundante” (3 Néfi 22:13).


Reflita sobre o exemplo do Salvador.

Para ajudar as líderes e os professores a preparar o coração para esse treinamento, leia o parágrafo a seguir:

"Reflita por um momento sobre o que sabe a respeito do Salvador. Consegue visualizá-Lo mentalmente, com Seus discípulos reunidos à Sua volta? Consegue vê-Lo ensinando as multidões junto ao mar da Galileia ou conversando pessoalmente com a mulher junto ao poço? O que você percebe na forma como Ele ensina e lidera? Como Ele ajudou as pessoas a aprenderem, a crescerem espiritualmente e a converterem-se a Seu evangelho?" (“Ensinar à Maneira do Salvador”).

  • Quais foram seus sentimentos ao pensarem nessas perguntas?

“[Jesus] pegou as criancinhas, uma a uma, e abençoou-as e orou por elas ao Pai” (3 Néfi 17:21).

Recursos


Seguir o Exemplo do Salvador

Divida os participantes em pequenos grupos. Designe a cada grupo um ou mais parágrafos a seguir, que foram tirados de “Ensinar à Maneira do Salvador” nos materiais de treinamento do Vem, e Segue-Me. Peça que os grupos debatam como os parágrafos designados a eles se aplicam ao esforço que fazem para ensinar as crianças. Enquanto debatem, peça que compartilhem escrituras relacionadas e experiências pessoais. Em seguida, peça a cada grupo que relate o que debateram.

"Ele os amou, orou por eles e os serviu continuamente. Ele encontrou oportunidades de estar com eles e de expressar Seu amor. Conhecia seus interesses, suas esperanças e seus desejos, bem como o que acontecia em sua vida.

Ele os conhecia e sabia o que poderiam tornar-se. Ele encontrou formas específicas de ajudá-los a aprender e crescer — específicas para cada pessoa. Quando tinham dificuldades, Ele não desistia deles, mas continuava a amá-los e a ministrar-lhes.

Em Sua preparação para ensinar, Ele buscou a solidão para orar e jejuar. Diariamente, nos momentos que passava sozinho, Ele procurava a orientação do Pai Celestial.

Ele usou as escrituras para ensinar e para dar testemunho de Sua missão. Ensinou as pessoas a ponderar as escrituras por si mesmas e a usá-las a fim de encontrar respostas para suas próprias dúvidas. O coração dessas pessoas ardia quando Ele ensinava a palavra de Deus com poder e autoridade, e sabiam por si mesmas que as escrituras eram verdadeiras.

Ele contou histórias, parábolas e exemplos simples da vida real que faziam sentido para elas. Ajudava-as a descobrir lições do evangelho em sua própria experiência de vida no mundo à sua volta. Falava de pescaria, de parto e do trabalho nos campos. Para ensiná-las a zelar umas pelas outras, contou-lhes histórias sobre o resgate de ovelhas perdidas. Para ensinar Seus discípulos a confiar na proteção do Pai Celestial, exortou-os a “[considerar] os lírios do campo”.

Fez perguntas que os faziam pensar e refletir profundamente. Interessava-Se sinceramente por suas respostas e alegrava-Se com suas expressões de fé. Dava-lhes oportunidades de fazer suas próprias perguntas e dizer o que pensavam, respondia-lhes as perguntas e ouvia suas experiências. Por causa de Seu amor, eles sentiam segurança para dizer o que pensavam e falar do que sentiam.

Ele os convidava a testificar, e quando eles o faziam, o Espírito tocava-lhes o coração. ‘E vós, quem dizeis que eu sou?’ Perguntou Ele. Quando Pedro respondeu, seu testemunho foi fortalecido: ‘Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.’

O Salvador confiava neles; Ele os preparou e deu-lhes a importante responsabilidade de ensinar, abençoar e servir a outras pessoas. ‘Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura’, foi o encargo que lhes deu. Seu propósito era o de ajudá-los a converterem-se pelo seu serviço ao próximo.

Convidou-os a agir com fé e a viver as verdades que Ele ensinou. Sempre que ensinava, concentrava-se em ajudar Seus seguidores a viver o evangelho de todo o coração. Para isso, procurava proporcionar-lhes oportunidades de aprender por meio de experiências marcantes. Quando apareceu aos nefitas, convidou-os a aproximarem-se Dele um por um, para que O vissem, tocassem e viessem a conhecê-Lo por si mesmos. Quando percebeu que não haviam entendido plenamente Sua mensagem, disse-lhes que fossem para casa e se preparassem para voltar e aprender mais.

Em todas as ocasiões, Ele era seu exemplo e mentor. Ensinou-os a orar, orando com eles. Ensinou-os a amar e a servir pelo modo como os amou e os serviu. Ensinou-lhes a maneira de pregar Seu evangelho pelo modo como pregou".

Assistam ao vídeo “Minha Alegria é Completa". Depois pergunte:

  • Que princípios adicionais você aprendeu sobre o Salvador enquanto assistia ao vídeo? Como podemos seguir Seu exemplo?

“Este … é seu chamado sagrado: ensinar como o Salvador. Se assim fizerem, as [crianças] abrirão o coração para que a semente do evangelho seja plantada, cresça e se desenvolva. Isso levará à conversão, que é a meta final de seu ensino” (“Ensinar à Maneira do Salvador).

A meta do professor envolve muito mais do que simplesmente pregar a verdade. Consiste em convidar o Espírito e utilizar técnicas que aumentem a possibilidade de o aluno descobrir a verdade por si mesmo [e] motivar-se para aplicá-la” (Virginia H. Pearce, em Ensino Não Há Maior Chamado, p. 61).

Recursos


Conclusão

Convide os participantes a personalizar cada princípio debatido. Por exemplo, usando os princípios listados acima, um participante poderia dizer: “Amo as crianças a quem ensino, sei quem são, e me preparo para ensiná-las, uso as escrituras", e assim por diante.

  • O que você sentiu e aprendeu durante esse treinamento que vai ajudá-lo(a) como pai/mãe, professor(a) e líder?

Voltar à página principal do Treinamento Anual de 2014.