Barbara Bradshaw Smith

Décima Presidente Geral
da Sociedade de Socorro

1974–1984


 

Barbara Bradshaw Smith

Barbara B. Smith, a décima presidente geral da Sociedade de Socorro, guiou as mulheres da Igreja durante um período crítico da história. A Emenda de Direitos Iguais (ERA) para os EUA. A constituição estava fazendo com que as mulheres questionassem seus direitos, papéis e valores como mães e esposas. Mas a irmã Smith defendeu o chamado essencial das mulheres e fielmente guiou-as no mundo inteiro a abraçar seu propósito divino como mulher.

“Por serem irmãs na Sociedade de Socorro, as mulheres têm uma herança nobre, um desafio atual e uma visão de grandeza a viver”, disse certa vez. “Juntamente com a organização da Sociedade de Socorro chegou também o programa do Senhor para suas filhas. A pedra angular desse trabalho era de envolver-se profundamente em aliviar o sofrimento de Seus filhos. O profeta também instruiu as irmãs dizendo que esta sociedade não era apenas para levar alívio ao pobre, mas para salvar almas. Aquele desafio prossegue conosco hoje.”1

A maternidade é essencial ao plano do Senhor de salvar almas e ajuda as mulheres a se tornarem mais semelhantes a Ele. “A boa vida familiar nunca é um acidente; é sempre uma realização”, disse ela. “Foi assim com as mulheres no passado e é o mesmo conosco hoje. Nossa vida exige disciplina, enfrentar problemas sem transigir e a conversão de preceitos para princípios de vida que nos tornarão santos.”2

A irmã Smith era tão firme quanto à importância dos papéis divinos da mulher que convidava as mulheres da Igreja a doarem fundos para a construção do Monumento de Nauvoo às Mulheres, em Nauvoo, Illinois. Ela disse o seguinte a respeito do monumento completado: “As treze estátuas deste lindo jardim foram projetadas para compartilhar o que sabemos ser verdade a respeito do papel essencial, a contribuição insubstituível das mulheres para a vida e para fazer com que a vida valha à pena”.3

Em 1980, a irmã Smith disse: “Estou ciente do grande propósito da Sociedade de Socorro. No início, achava que a Sociedade de Socorro era o presente do Senhor às mulheres da Igreja. Agora sei que é o presente do Senhor às Suas filhas de toda a parte e à medida que as mulheres da Igreja aprenderem e aplicarem os princípios do evangelho, elas serão uma influência para o bem na vida das mulheres de todo o mundo”. 4

Infância

Sendo a terceira de seis filhos, Barbara nasceu em 26 de janeiro de 1922, em Salt Lake City, Utah, filha de Dan Delos e Dorothy Mills Bradshaw. Os pais de Barbara eram conhecidos por incentivarem os filhos a darem o melhor de si, e Barbara era uma filha obediente que gostava de estabelecer e atingir metas.

Casamento e Família

Barbara conheceu o marido, Douglas Hill Smith, quando cursava o ensino médio. Depois de um namoro de dois anos, casaram-se em 16 de junho de 1941 no Templo de Salt Lake. Eles tiveram sete filhos. Embora a irmã Smith e o marido estivessem sempre ocupados com responsabilidades na Igreja, trabalho e comunidade, os filhos não se lembram da mãe fora de casa com frequência. Lembram-se dela em casa, ensinando-os, incentivando-os e confiando a eles tarefas que faziam com que se sentissem importantes para ela.5 A irmã Smith faleceu em 13 de setembro de 2010.

Serviços Mais Significativos

Durante a administração da irmã Smith, o total de membros da Sociedade de Socorro aumentou de menos de um milhão de membros que falavam 17 idiomas diferentes para 1,6 milhões de membros que falam 80 idiomas.6 Após sua desobrigação, seu serviço na Igreja prosseguiu quando o marido foi chamado para servir no Primeiro Quórum dos Setenta e designado para servir como Presidente de Área na Ásia. Barbara trabalhou amplamente com a história da família e é autora de quatro livros.


Notas

  1. Barbara B. Smith, Interview with Julie B. Beck, disco 3, segmento 2.
  2. Barbara B. Smith, “A Season for Strength”, Ensign, novembro de 1983, pp. 84–85.
  3. Barbara B. Smith, Dedication of the Nauvoo Monument to Women, videocassete AV452, 2:43–3:06.
  4. “Relief Society Today”, Ensign, março de 1980, p. 20.
  5. Ver Janet Peterson and LaRene Gaunt, Faith, Hope, and Charity, 2008, p.185.
  6. Peterson and Gaunt, Faith, Hope, and Charity, p.197.

Voltar Retornar à página inicial das Presidentes Gerais da Sociedade de Socorro.