Julie Bangerter Beck

Décima Quinta Presidente Geral
da Sociedade de Socorro

2007–2012


 

Julie Bangerter Beck

Julie B. Beck, décima quinta presidente geral da Sociedade de Socorro, ensinou que receber revelação é a habilidade mais importante que uma pessoa pode adquirir. “A capacidade de qualificar-nos para receber revelação pessoal, de recebê-la e de agirmos de acordo com essa inspiração é a habilidade mais importante que podemos adquirir nesta vida”, disse ela. “(…) É necessário um esforço consciente para diminuir a ansiedade e a agitação, mas ter o Espírito de revelação torna possível vencer a oposição e perseverar com fé nos dias difíceis e nas rotinas essenciais. (…) Podemos ter certeza de que o Senhor está satisfeito quando sentimos o Espírito trabalhando por nosso intermédio.” 1 Ela acrescentou: “Com [a revelação pessoal] não vamos fracassar; sem ela, não vamos ter sucesso”.2

A irmã Beck também salientou que todas as reuniões e atividades da Sociedade de Socorro devem ser planejadas com o propósito de edificar o reino de Deus na Terra. “O propósito da Sociedade de Socorro, como determinado pelo Senhor, é ajudar a aumentar a fé e a retidão pessoal, fortalecer a família e o lar, saber quem são os necessitados e ajudá-los”, disse ela. “É para isso que existimos. Como resultado, as mulheres progridem individual e coletivamente e se preparam para a vida eterna; além disso, edificamos o reino de Deus, o lar e a ala. “(…) Nossa função não é entreter. Esse é o trabalho de salvação do Senhor. Esse é o trabalho no qual estamos envolvidas. Portanto, ensinamos como o Salvador ensinou; ensinamos, ensinamos e edificamos o reino de Deus.”3

A irmã Beck ensinou que o trabalho das professoras visitantes é uma das formas mais eficazes de realizar a obra de Salvação do Senhor, pois dá às irmãs a oportunidade de nutrir e fortalecer pessoalmente umas às outras como fez o Salvador. “Por seguirmos o exemplo e os ensinamentos de Jesus Cristo”, disse ela, “valorizamos essa sagrada atribuição de amar, conhecer, servir, compreender, ensinar e ministrar em Seu nome. (…) Uma irmã nesta Igreja não tem outra responsabilidade, fora a da própria família, com o potencial de fazer tanto bem quanto a de ser professora visitante”.4

A revelação também exerce seu papel no trabalho de professoras visitantes ao orientar e guiar as irmãs para que saibam como ministrar umas às outras durante o mês. “É uma bênção para nós”, salientou a irmã Beck, “orar por outra irmã e receber inspiração a respeito de como o Senhor gostaria que cuidássemos de uma de Suas filhas.

O trabalho das professoras visitantes torna-se o trabalho do Senhor quando nossa atenção está voltada para as pessoas, não para os números. Na realidade, a visita da professora visitante não termina. Trata-se de uma forma de vida, mais do que uma tarefa. O serviço fiel como professora visitante é uma prova de nosso discipulado”.5

Infância

Julie Bangerter, a quinta de onze crianças que nasceram na família de William Grant e Geraldine Hamblin Bangerter, nasceu em 29 de setembro de 1954, em Granger, Utah. Quando tinha quatro anos, a família mudou-se para São Paulo, Brasil, onde seu pai foi presidente da Missão Brasileira, que na época abrangia o país inteiro. Ela aprendeu português quando criança e, como líder geral da Igreja, aprendeu espanhol.

Educação e Casamento

Embora no ensino médio o coordenador da escola lhe tenha dito que ela provavelmente não se sairia bem na faculdade,6 Julie se formou na Dixie College em St. George, Utah, e depois na Universidade Brigham Young em Provo, Utah. Casou-se com Ramon Paul Beck, representante dos adultos solteiros de sua estaca, em 28 de dezembro de 1973, no Templo de Salt Lake. Tiveram três filhos.7

Serviço Marcante na Igreja

A irmã Beck serviu na junta geral das Moças e como primeira conselheira na presidência geral das Moças antes de ser a presidente geral da Sociedade de Socorro. Durante sua administração, houve uma ênfase renovada no propósito e no trabalho da Sociedade de Socorro. O livro Filhas em Meu Reino: A História e o Trabalho da Sociedade de Socorro foi publicado e foi feita uma simplificação do logotipo da Sociedade de Socorro para beneficiar uma Igreja mundial. A capacidade da irmã Beck de falar português e espanhol permitiu que ela ensinasse e falasse pessoalmente a um grande número de irmãs da Igreja.


Notas

  1. Julie B. Beck, “E Também sobre os Servos e sobre as Servas Naqueles Dias Derramarei Meu Espírito”, A Liahona, maio de 2010, pp. 10–11.
  2. Julie B. Beck, “História da Sociedade de Socorro: O Que o Senhor Espera de Suas Filhas”, A Liahona, setembro de 2011, pp. 34–35.
  3. Julie B. Beck, discurso proferido na Conferência das Mulheres na Universidade Brigham Young, 29 de agosto de 2011, p. 6.
  4. Julie B. Beck, “Sociedade de Socorro: Um Trabalho Sagrado”, A Liahona, novembro de 2009, p. 110.
  5. Beck, “Sociedade de Socorro: Um Trabalho Sagrado”, p. 111.
  6. Julie B. Beck, “Vocês Têm um Nobre Legado”, A Liahona, maio de 2006, pp. 106–108.
  7. Ver Julie Dockstader Heaps, “Divine Identity Is Central to Her Heart”, Church News, 19 de maio de 2007, p. 11.

Voltar Voltar à página inicial das Presidentes Gerais da Sociedade de Socorro.