A Melhor Semana da minha Vida

  Silvia Díez Adriano, Directora de Sessão EFY Portugal 2012

  • 13 Setembro 2012

Testemunhos dos jovens participantes e dos líderes do EFY Portugal 2012.

Rita S., ramo de Vasco da Gama, estaca de Setúbal
Para mim, estar hoje aqui no EFY é uma enorme bênção do Senhor. Esperei ansiosamente dois anos para que esta maravilhosamente semana chegasse.
No início, quando saí do autocarro, senti-me um pouco perdida pois vi todas as pessoas já prontas e eu nem sabia para onde devir ir. Mas como aqui na Terra temos os nossos “anjos” (amigos) rapidamente todos pareciam querer ajudar-me e facilmente cheguei ao meu quarto.
A atividade “Conhecer a tua Companhia” foi também um pouco estranha, mas logo no final do 1º dia senti que seríamos A Companhia!
Sei que o Senhor vive e que inspira o nosso profeta para nos guiar no Evangelho. Tenho um testemunho forte do poder da oração e espero cada vez fortalecê-lo mais.
 

Eunice C., ala de Braga, estaca de Porto Norte

“Abre o teu coração” – foram as palavras do meu conselheiro quando eu reclamava dizendo que por eu não conhecer ninguém, o EFY iria ser um tédio.
De facto uma das coisas que eu queria era divertir-me e fazer amigos então enquanto pensava nestas coisas, Deus fez descer o seu Espírito em mim a ponto de eu realmente abrir o meu coração e de começar realmente a divertir-me.
Com isto testifico de que quando temos um desejo, e sabemos que Deus nos vai ajudar, as coisas normalmente acontecem e tornam-se ainda mais maravilhosas do que aquelas que imaginávamos. Se abrirmos o nosso coração a novas coisas, elas irão tornar-se ainda melhores, Amém.
 

Inês A., ramo de Portimão, distrito do Algarve
O EFY, é sem dúvida, uma atividade única. Nesta atividade apercebemo-nos de que, tal como nós, existem milhares de jovens por todo o mundo que amam e seguem a Deus. Nunca estamos sozinhos.
Durante esta atividade pude sentir o Espírito tocar-me, pude sentir a companhia do Pai Celestial e o amor que Ele tem por mim. Sei que esta Igreja é verdadeira, que existe um plano de felicidade para que, um dia, possamos voltar à presença do nosso Pai e quão maravilhoso será esse reencontro, se tivermos cumprido a nossa parte aqui na Terra.
Sei que Deus nos ama, e por isso nos concedeu um profeta que nos guia.

 

Mariana M., ala de Coimbra 1, estaca de Coimbra
Para mim, o EFY, é uma grande oportunidade para membros e não membros. Temos a oportunidade de servirmos de ferramentas nas mãos do Senhor. O Pai Celestial e seu filho jesus Cristo nos amam, e eles sabem como nos fortalecer espiritualmente.
O EFY é um lugar onde encontramos pessoas como nós; felizes e que se esforçam por seguir o exemplo do Salvador, é um lugar de paz, onde alimentamos o nosso Espírito.
Eu amo o Salvador, e sim sei que ele vive, e que seu Pai nos ama assim nós o amamos a ele. Sou extremamente grata pela restauração do Evangelho pois sei que esta é a verdadeira Igreja de Jesus Cristo.

 

Catarina A., ala de Miratejo, estaca de Setúbal

O EFY foi inesquecível! No primeiro dia da atividade, a minha conselheira, Sara Barbosa, mandou-me a mim e à minha companhia fazer uma lista de perguntas que queríamos que fossem respondidas ao longo da atividade. Ela pediu-nos para que todas as noites fizéssemos a nossa oração pessoal e a pergunta mais importante dessa lista. E assim fiz eu. Fiz a lista das perguntas e uma delas era ter a certeza absoluta que a Igreja era verdadeira. Todas as noites fazia a minha oração a esperava por uma resposta. Passaram-se vários dias muito divertidos.

No quarto dia, estávamos em companhia a fazer o “ Estudo do Evangelho “. Estava a falar com as minhas amigas, quando o meu conselheiro, Miguel Mota, foi ter comigo e pediu-me para eu ler a escritura que está em Doutrina e Convénios 8:2, que dizia: “Sim, eis que eu te falarei em tua mente e em teu coração pelo Espírito Santo que virá sobre ti e que habitará em teu coração”. Eu gostei muito desta escritura, fiquei a pensar muito tempo nela. Mais tarde, íamos ter um Devocional sobre Jesus Cristo. Nesse devocional, os diretores do EFY mostram-nos um vídeo sobre Jesus, e quando estava a ver esse vídeo, eu senti o meu coração ficar muito quente e apertado. Comecei a chorar. Nesse momento eu percebi que estava a receber a tal resposta que procurava e que o Espírito Santo estava presente.

Eu sou muito grata por ser da Igreja o por ter participado no EFY. Sou grata por ter uma família, e por ter um profeta vivo. Para mim o Livro de Mórmon é como se fosse um mapa. Dá-nos pequenas pistas para chegar mais perto de Jesus Cristo. Sei que Jesus ouve sempre as nossas orações e que Ele está sempre connosco. Um grande beijinho para os Guardiões!
 

 

Ian O., ramo de Castelo Branco, estaca de Coimbra
Eu testifico que esta Igreja é verdadeira. Não existe outra religião com o poder e autoridade para batizar uma pessoa e ficar nos registos dos céus.
Foi através de um oração, de um rapaz de 14 anos chamado Joseph Smith que a verdade foi restaurada. Sou grato pelos missionários terem batido à minha porta, terem-me visitado e terem esperado por mim.
Quero ser um exemplo de um soldado do Senhor porque eu O amo e quero retribuir-lhe a bênção de ter nascido e um dia mais tarde ter tido a oportunidade de me batizar e conhecer o verdadeiro Evangelho.
É um grande privilégio estar no EFY e conhecer novas pessoas. Isto só me relembra que não estou só, que tenho companheiros que também decidiram escolher o que é certo.

 

Neide G., ala de Alverca, estaca de Lisbon
Presto o meu testemunho que a semana do EFY foi a melhor semana que eu já tive, nessa semana pude sentir realmente a influência do Senhor e o Seu Espírito. Eu nunca tinha reparado, o quão grande somos para o Senhor, e o quão importante somos para Ele. Pude realmente perceber o Seu grande e glorioso propósito. Eu realmente amo este evangelho, e acredito plenamente que existe um profeta vivo. No EFY pude perceber a partir dos nossos conselheiros que nós realmente temos líderes inspirados e sempre dispostos a servir ao senhor. Pude ver o amor que os diretores de sessão e os nossos conselheiros têm por cada um de nós, e sei que eles foram realmente chamados pelo Senhor. Este EFY deu-me a oportunidade de ver que nunca estou só, tive oportunidade de ter grande experiência espiritual, que nunca havia tido antes. Sei que Cristo vive e tem grande amor por nós, e deu-nos esta semana, para que nos achegássemos a ele.

 

Raquel S., ala de Porto 1, estaca do Porto
Uma das metas que eu quis adquirir no EFY foi amar o próximo, porque acho que é necessário termos desejo de o fazer e demonstrar nas nossas atitudes que amamos de verdade alguém. Neste EFY percebi que é completamente errado pensar que não podemos amar uma pessoa que não conhecemos, porque eu consegui sentir um amor inexplicável por todos os jovens e líderes. O espírito que sentíamos nas atividades era tão forte que me dava uma vontade imensa de sorrir e tentar tornar esse sorriso contagioso. Eu estou muito grata por todos os líderes que fizeram para que esta atividade maravilhosa se realizasse e por nos ajudarem a saber a importância que temos cá na Terra e de que precisamos ter força espiritual para no erguermos e brilharmos para o mundo, sem medo de defender a verdade e retidão. Eu amo este evangelho, e sei que se não o tivesse na minha vida, jamais poderia ter a felicidade e vontade de a compartilhar com outras pessoas. Eu sei sem sombra de dúvida que Jesus Cristo é o nosso Salvador e que o Livro de Mórmon é verdadeiro, sei que Joseph Smith foi um profeta vivo e que restaurou esta Igreja e que temos um profeta para nos guiar nestes dias.

 

Eduardo N., ala de Coimbra 2, estaca de Coimbra
Gostei imenso do EFY porque me ajudou a fortalecer a minha fé e a perder a vergonha de falar com as pessoas sobre o Evangelho. Também gostei da nossa companhia, acho que nos demos bastante bem sobretudo com os nossos líderes: Daniel, Mónica e Elizandra. Eles são líderes de grande poder espiritual então acho que nos passaram alguma dessa força. Gostei imenso da coragem de muitos jovens ao irem prestar o seu testemunho.

 

Filipa S., ala de Miratejo, estaca de Setúbal
Esta foi uma das melhores semanas da minha vida, pude realmente sentir o Espírito tão forte como sinto no Templo. Pude pensar mais aprofundadamente sobre o sacrífico expiatório e ver que só um verdadeiro Pai que nos ama daria o Seu filho por nós. O EFY ajudou-me a melhorar muitos aspectos na minha vida, ajudou-me a perceber que por mais que as coisas do mundo sejam mais fáceis e tentadoras eu devo seguir sempre o caminho certo, sou uma filha de Deus e apesar de ter falhas sei que Ele me ama. Esta semana deu-me forças para continuar a ser um exemplo na vida dos meus amigos, mostrar-lhes que não é preciso fumar, beber ou dizer palavrões nem ligar a coisas banais para ser feliz. Sei que sou diferente, eles também o sabem, e agradeço ao evangelho por isso.
 

 

Deni D., ala de Lisboa 5, estaca de Lisboa
O EFY foi uma experiência incrível para mim. Os devocionais com os diretores de sessão Dinis e Sílvia foram fantásticos e muito espirituais. Nessa semana pude sentir o Espírito bem forte, dentro de mim. O EFY confirmou-me mais uma vez que sem dúvida esta igreja é a verdadeira. Foi também no EFY que recebi a resposta à minha oração, foi incrível e deu-me muita paz... Eu não seria feliz sem o evangelho de Jesus Cristo na minha vida, eu amo este evangelho, que me proporciona voltar a viver com a minha família, um dia. Foi muito bom conhecer e conviver com outros jovens que têm os mesmos princípios e valores que eu. Fez-me sentir que mesmo num mundo em que as tentações são muitas, não sou a única, existem muitos outros que também estão lutando contra isso. O EFY ajudou-me a fortalecer meu testemunho, foi realmente muito edificante.

 

Marlene A., ramo de Póvoa de Santa Iria, estaca de Lisboa

No início do EFY não me sentia muito confortável, não conhecia quase nenhuma das pessoas que me apareciam à frente e cheguei a pensar “o que é que eu faço aqui?”

É um bocado complicado quando se vai para um sítio cheia de expectativas devido ao que se tem ouvido falar e depois as expectativas não são correspondidas... Mas o erro é pensar que as coisas vão corresponder às expectativas sem fazer delas algo real. Portanto, logo no dia seguinte procurei conviver mais com outros jovens e envolver-me em todas as atividades propostas e mesmo naquelas opcionais. Com isso consegui integrar-me muito bem e conheci muitos jovens de outras cidades e até das ilhas da Madeira e dos Açores.

É normal as coisas parecerem estranhas no início, mas depois elas tornam-se cativantes, e no final tornam-se inesquecíveis. O EFY foi assim, e todas as atividades nessa semana foram assim. Foi maravilhoso ver todos aqueles jovens ali reunidos para fortalecerem a sua relação com o nosso Pai, e para viverem momentos magníficos. Naquela semana eu aprendi e senti muitas coisas que quero e devo reter para o resto da minha vida, e a maneira como senti o Espírito é uma dessas coisas.

A semana que passei no EFY foi a semana mais espiritual e cheia de emoções de que já tive. O Espírito do Senhor esteve presente em todas as atividades praticadas e tornou cada uma delas em algo muito emocionante. E digo com toda a certeza que se há uma maneira de completar a vida de alguém, de fazer alguém sentir-se amado e grato por isso, de fazer alguém entrar numa rotina inteiramente dedicada à entrada do Espírito Santo no seu coração, essa maneira é a participação no EFY, tanto como um jovem aprendiz como como um conselheiro ou como parte da equipa técnica. E depois dessa semana,  essa rotina mantém-se e agora eu sinto o Espírito em mim mais forte do que nunca, e sinto-me privilegiada por poder sentir tanta felicidade na minha vida.

O EFY ajudou-me a concretizar tudo aquilo que eu aprendia na Igreja e que tentava fazer. Agora eu sinto-me completa.

 

Ruben A., ala de Linda-a-Velha, estaca de Oeiras
Eu sei que esta Igreja é verdadeira e que Jesus Cristo e Deus apareceram a Joseph Smith. Quero prestar o meu testemunho sobre o Espírito Santo… Num dos Serões com o Casal de Sessão vimos um filme, e eu pedi a Deus para sentir o Espírito, quando Jesus Cristo pôs uma mulher cega a ver, eu senti algo… Quando o filme acabou a moça que estava ao meu lado abriu as escrituras em Moróni 10:5 e aí percebi que era verdade.

 

Silvia Díez Adriano, Diretora de Sessão EFY 2012 Portugal

Os jovens membros da Igreja que nasceram neste tempo, nesta época tão única, especial e difícil, esperaram durante muito tempo para vir à terra, finalmente o seu tempo chegou! Vão ser testemunhas de acontecimentos grandiosos em Portugal e no mundo inteiro. Estes jovens chegaram carregados de dons e talentos únicos, cheios de ilusão, força, coragem, energia e amor. Estes jovens têm um potencial que só nosso Pai Celestial conhece e que nós podemos tentar imaginar.

Eles têm o desejo de saber, de aprender, de sentir o Espírito, de obter e desenvolver o seu próprio testemunho. O EFY é um programa excelente para ajudar aos jovens a reconhecer que eles já têm o seu próprio testemunho, ajuda-los a fortalecerem-se e mostrar-lhes que há muitos outros jovens como eles com os mesmos desafios, problemas, dúvidas e modo de vida que eles têm. Pela frente existe uma vida cheia de bênçãos, de oportunidades, de bons amigos, de felicidade e de serviço se eles permanecerem firmes na fé.

No EFY os jovens aprendem a importância do estudo diário das escrituras, de fazer as suas orações pessoais, de estabelecer metas e cumpri-las, de compartilhar o seu testemunho, de ouvir com atenção os ensinamentos dos professores do evangelho, de participar nas aulas, de seguir aos seus líderes, de escrever no seu diário e de ouvir os sussurros do Espírito. No EFY também aprendem que a diversão sadia é importante e necessária, com bailes, jogos e demostração dos seus talentos.

Trabalhar e servir aos jovens membros da Igreja em Portugal tem sido uma enorme bênção. Senti muitas vezes a pureza deles. O Dinis teve uma ideia muito bonita, cumprimentar todos os jovens todas as noites antes de eles irem para os seus devocionais do conselheiro. Muitos deles agradeciam, com absoluta humildade, outros nos abraçavam, alguns parecia que queriam ficar connosco, todos eles sorriam!

Quando Dinis e eu estávamos a preparar os devocionais que íamos apresentar, falamos muitas vezes da necessidade de ver e tratar os jovens como o Senhor os vê. Essa perspetiva ajudou-nos a ser mais humildes, a aceitar a todos com os seus diferentes carácteres, a sentir um amor genuíno por cada jovem e a procurar as excelentes qualidades que esta nova geração traz consigo.

Houve momentos em que tive que falar de um para um, especialmente com algumas moças, e pude ver que ao colocar o amor em primeiro lugar e demostrar-lhes que elas eram amadas, especiais e únicas, as conversas foram muito edificantes e positivas. Senti que elas só precisavam ser orientadas e instruídas com o puro amor de Cristo. Entendi muito melhor o amor que Jesus Cristo sente por nós. Foi uma enorme lição para mim!

Para além dos jovens, o meu coração ficou cheio de amor pelos nossos líderes adultos solteiros, os conselheiros, conselheiros motivadores e coordenadores. Eles fizeram o verdadeiro trabalho duro, foram os “porta-estandartes” do EFY e o fizeram com todo o amor, esforço e dedicação. Que homens e mulheres maravilhosos!

O EFY foi também um sucesso pelo maravilhoso trabalho que realizou o nosso incansável comité de administração e logística.

Quero expressar a minha gratidão ao meu Pai Celestial pela bênção de poder servi-lo. É um grande privilégio poder vir a conhecer melhor ao nosso Mestre ao trabalhar ao seu lado.

 

Dinis Adriano, Diretor de Sessão EFY 2012 Portugal

Agora sei porque fiquei tão tranquilo e sereno, quando, em Outubro de 2011 o Elder Rocha me convidou a mim e à Silvia para sermos os diretores de sessão do EFY 2012, que decorreu na primeira semana de Agosto, na Universidade do Minho em Guimarães. Nas suas palavras, a nossa responsabilidade centrava-se primordialmente no ensino do evangelho de Jesus Cristo aos jovens e no modelo que deveríamos ser para os jovens. Disse-nos que éramos as pessoas certas para esta responsabilidade e que deveríamos ensinar o evangelho de um modo que pudesse chegar ao coração e mente dos jovens ajudando-os a chegarem-se mais a Cristo, em todos os momentos da sua vida e a confiarem mais na influência do Espírito Santo.

Já fui chamado para muitas responsabilidades na Igreja, desde que os primeiros anos da juventude. Alguns desses chamados deixaram-se ao início algo apreensivo, pois sentia que não estaria suficientemente preparado para os magnificar da melhor maneira. Com este chamado, não aconteceu assim. Depois de ser convidado, olhei para a Sílvia e de imediato respondi que sim. Fui envolvido por uma grande paz de espírito e a confirmação de que poderia ser útil nas mãos do Senhor, nesta responsabilidade tão entusiasmante. Creio que a Silvia teve o mesmo sentimento – pois adora servir aos mais jovens e ensinar o evangelho. Ensinar é provavelmente aquilo que mais gostamos de fazer na Igreja

Desde Outubro até ao início do EFY preparámo-nos o melhor que pudemos e soubemos. Fomos a todas as formações, lemos todos os manuais e materiais disponíveis, fizemos todas as perguntas que nos vieram a mente, demos o máximo para sermos inspirados sobre como melhor poderíamos servir nesta difícil responsabilidade. O nosso trabalho foi facilitado pelo facto de esta ser já a segunda edição do programa realizada em Portugal. O José e Céu Cavaco foram, sem sombra de dúvidas os nossos melhores professores. Devido a terem estado envolvidos no primeiro EFY realizado em 2010 e agora terem outras responsabilidades, tornaram-se verdadeiras enciclopédias vivas do tema EFY. O seu entusiasmo e ânimo são tão cativantes que desde o primeiro dia senti que somos privilegiados por servir neste programa inspirado.

Ao longo do período de preparação conhecemos o Raynerson Maya e a Nadine Oliveira, que foram os coordenadores desta sessão. O seu espírito alegre e incansável, os seus muitos talentos e o testemunho forte que têm do Salvador, tocaram-nos bem fundo e foram também uma fonte de inspiração para aquilo que viríamos apresentar e ensinar no EFY.

Fomos também conhecendo, os jovens adultos que iriam estar a trabalhar diretamente com os jovens. Rapidamente me apercebi das suas qualidades, das suas virtudes e da sua fé em seguir Jesus Cristo. Estes jovens adultos prepararam-se para serem os líderes diretos dos participantes de uma forma extraordinária. Venceram todos os obstáculos que se lhes depararam. Tiveram que reorganizar a sua vida e as suas prioridades, em alguns casos com muito sacrifício, para poderem estar presentes. Hoje sei que esse é o trabalho mais difícil de realizar na semana do EFY, mas também sei de forma segura que é dos mais recompensadores.

A partir do início do ano, começámos a preparar os devocionais e as atividades da semana do EFY. Tínhamos em mente o que queríamos fazer – propusemo-nos fazer algo que fosse muito cativante, diversificado e motivador – e que tocasse bem fundo no coração dos rapazes e moças. O espírito do Senhor esteve sempre ao nosso lado, guiou-nos a buscar nas Liahonas das conferências gerais, as palavras dos profetas referentes aos temas que teríamos que ensinar. A partir dessa base, recorremos a todos os materiais disponíveis em diversos idiomas, de modo a ter os melhores conteúdos. Usámos vídeos, citações, imagens e perguntas que pudessem cativar a audiência. AO longo desse processo fomos construindo as apresentações, sempre incorporando novas ideias e novos materiais. Revimos o material repetidamente, aperfeiçoando e melhorando cada devocional e atividade. Foram milhares de horas, a cada final do dia, com os computadores sobre as pernas a preparar material.

Os meses foram passando neste processo. Nunca mais ligámos a televisão à noite, só nos ia distrair do objetivo. Bastas vezes, ao revermos o material, derramámos muitas lágrimas de alegria e comoção, fruto da confirmação do Espírito Santo de que tínhamos encontrado o material correto e que estávamos no fundo a ser instrumentos nas mãos do Senhor para tocar os jovens. Já nas últimas semanas, pouco antes de se iniciar o EFY, preparámos os objetos que nos iriam ajudar a apresentar os temas de uma forma mais interativa e dinâmica.

O resultado foi o que se sabe. Foi uma das melhores experiências da minha vida, que jamais esquecerei. Comparo-a ao período de dois anos em que fui missionário, nas ilhas portuguesas e espanholas do Atlântico. A energia e o entusiasmo foram enormes. Adorei estar em cima daquele palco a ensinar, junto com a Sílvia, os mais de 350 jovens e jovens adultos. Se todos os jovens sentiram o que eu senti – e não tenho razões para duvidar disso – as nossas vidas mudaram para sempre. Tornámo-nos mais fortes e mais decididos a guardar os mandamentos e a servir o exemplo do Salvador. Confirmámos mais uma vez que somos um povo peculiar e que podemos ter a certeza que muitos milhões de pessoas em todo o mundo estão a “erguer-se e brilhar” para que a sua luz seja um exemplo para aqueles que os rodeiam.

No final de semana, a grande maioria dos jovens disse-nos, ao nos despedirmos, que queriam ficar mais uma semana, pois nunca tinham sido tão felizes. Alguns não queriam mesmo voltar para casa. Confesso que senti o mesmo, gostaria que o programa tivesse uma segunda semana, para continuarmos a progredir em família e a sermos melhores filhos e filhas do Pai Celestial. Na realidade, podemos fazê-lo. Aprendemos no EFY que podemos levar este espírito e modelo de vida para nossas casas e vivê-lo junto das nossas famílias e amigos. Desta forma o espírito do evangelho de Jesus Cristo, tal como sentimos durante o EFY ficará sempre connosco.

Sei que por termos dado tudo ao serviço do Senhor, recebemos muito mais de volta. As bênçãos, se já eram numerosas, são agora incontáveis e abundantes. A maior delas é saber que somos agora uma família muito maior, mais unida em Cristo e mais feliz. Estou muito grato por eu e Silvia termos sido chamados de novo como diretores de sessão do EFY 2014. Muitos dos nossos “filhos” também irão estar presentes nessa nova melhor semana das nossas vidas. Sei que vai ser ainda melhor e não posso esperar. Como é delicioso e reconfortante servir ao próximo, neste programa especialmente preparado para os jovens e inspirado por Deus.

 

Liliana Sousa, Conselheira Motivadora, estaca de Porto

Gostaria de partilhar o meu testemunho sobre o EFY, sei que o EFY é um programa inspirado por Deus para a juventude… Porque o Senhor conhece os Seus filhos, e porque Ele ama a juventude, Ele inspirou lideres a organizarem o EFY, e assim ajudar a juventude a descobrir o amor que Ele tem por eles, e a encontrarem o ambiente propicio para saberem por eles mesmos que A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é a única igreja com poder para realizar as ordenanças da salvação, que bênção maravilhosa os jovens terem o EFY nas suas vidas e desfrutarem dos maravilhosos sentimentos do Espirito.

O EFY mudou a minha vida… Ajudou-me a fortalecer o meu testemunho, ajudou-me a ver a capacidade que temos de amar o próximo… O EFY não é só importante para a jovens, mas também para os jovens adultos que servem como lideres que nos ajuda a fortalecer o testemunho e a crescer no evangelho.

Sei que esta igreja é verdadeira, que Deus vive e que Ele nos ama muito… Sei que Ele nos conhece, sabe de nossas necessidades, ouve e atende nossas orações, pude ver isso várias vezes na semana do EFY… Presto este testemunho em nome do nosso Salvador, Redentor, nosso melhor amigo, Jesus Cristo. Amem. 

 

Cristiana Macedo, Conselheira Motivadora, estaca de Setubal

No início da semana, pelo menos para mim, era muito difícil controlar-me para não levantar a voz com os jovens ou até berrar quando estes eram desobedientes ou não ouviam as indicações, etc. Mas à medida que a semana ia passando, depois de muitas orações e um momento de lágrimas, apesar de me sentir a ficar exausta, comecei a sentir um amor imenso por cada jovem. Senti mais vontade de servir e perceber o porquê dos seus comportamentos, mais vontade de estar com eles no estudo do evangelho, mais vontade de os abraçar e ensinar ao invés de criticar tanto, como comecei por fazer no início da semana! Penso que aconteceu um pouco com todos os conselheiros, mas de uma forma especial e individual para cada um. E foi uma experiência fantástica.

Além da minha, assisti a mudanças de coração em alguns jovens que para mim foram milagres. Sei que isso só aconteceu porque o espírito estava presente, em cada reunião, em cada atividade e muito importante, com cada conselheiro que carinhosamente ensinava e repreendia os seus jovens. Ganhei uma enorme admiração e amor por cada conselheiro e fiz ótimas amizades.

Enfim, eu penso que o objetivo do EFY foi cumprido quando ouvimos os testemunhos dos jovens na 5ª Feira e olhamos para os seus rostos a chorar porque sentiam aquela alegria interior que vem do espírito.

Fiquei um pouco triste quando percebi que alguns deles ao voltar para casa não teriam o mesmo ambiente de ensino e amor que tiveram no EFY, mas eu sei que o Pai Celestial ama cada um de nós de uma forma muito especial, Ele conhece-nos e olha por nós.

Só eu e o Senhor sabemos o efeito que o efy teve no meu coração. Aprendi lições preciosas que me vão acompanhar a vida toda e sinto-me muito humilde quando falo sobre isso e reconheço o quanto ainda tenho que melhorar!

Estou muito feliz e grata pela experiência que tive no EFY, foi sem dúvida, uma das melhores semanas que tive na minha vida.

 

Elizandra Delgado Sequeira, Conselheira, estaca do Porto

Para mim o Efy foi uma experiência que superou todas as expectativas. Orei todos os dias para que aprendesse a amar o meu grupo de moças e a minha companhia, de repente acordo e tenho 25 filhos.

Eu conhecia-os a todos, pelo nome, características que os diferenciavam, o que gostavam e o que não se sentiam tão avontade.

Aprendi a amar e a repreender com amor com esses jovens. A me preocupar como uma mãe se preocupa com os seus filhos.

 

O Efy ajudou-me a desenvolver muitas qualidades, a paciência, o amor ao próximo, serviço. Mostrou-me também a importância de estabelecer metas. Eu sei com toda a certeza que se não tivesse trabalhado com metas eu não teria tido sucesso.

A minha companhia conseguiu cumprir todas as nossas metas, a pontualidade, servir uns aos outros, promover a união da companhia, o estudo pessoal antes das devocionais e pude ver que mesmo nos tempos livres os jovens queriam estar juntos, viram também a importância de estarmos preparados porque assim poderiamos participar das atividades e chamar o Espírito.

No dia da atividade “O que vou levar para casa” constatamos com alegria que tinhamos conseguido que os jovens se preocupassem uns com os outros, se amavam.

O que mais me marcou no EFY foi uma devocional com o meu grupo de moças na Quinta-Feira. Na noite anterior tive que repreendê-las por causa da pontualidade mas no dia seguinte eu agradeci a elas por terem cumprido os horários nesse dia, pelo esforço em chegarem a horas e vermos que o dia correra muito bem. 

Depois de falar disse-lhes que ia abraçar cada uma delas antes de irmos deitar e com a primeira moça recebi um abraço tão apertado e ela começou a chorar agarrada a mim e ficamos assim abraçadas, simplesmente a chorar, por uns 3 minutos e tudo parou à nossa volta enquanto as outras moças olhavam para nós. E eu pensei para comigo, consegui o mais importante, que elas saibam que eu as amo.

Isto fez-me ver o amor que Jesus Cristo e o Pai Celestial têm por nós e eu disse a mim mesma, é tão fácil amar estranhos se pensarmos neles como Cristo os vê.

Sou muito grata por esta oportunidade de servir. Vi que quando fazemos o certo, quando estamos ao serviço dos outros não importa o cansaço, as aflições físicas que nos afligem, a alegria substitui o desânimo. Ver a alegria dos outros eleva e dá-nos forças para continuar.

O EFY é um programa inspirado, pensado não só para os jovens mas para todos os que dele participam. Crescemos com eles.

Presto testemunhos de que o EFY opera milagres, vemos a clara mudança nos jovens e em nós.

Fazemos a diferença e a nossa luz brilha com a intensidade dum sol de verão.

Este é o meu testemunho em nome de Jesus Cristo,amém.

 

Miguel Rissi, Conselheiro, estaca do Porto

O EFY novamente mudou a minha vida e a maneira pela qual vejo o Salvador, sou uma pessoa melhor e mais determinada a fazer o bem e a servir os outros assim como Jesus o fez.
Ao conhecer cada jovem do meu grupo apercebi-me que alguns estavam no EFY apenas porque um amigo também estava e isso fez com que as atividades iniciais não fossem tão produtivas para eles mas com o passar das horas eu vi um milagre a acontecer - um dos meus jovens cujo a vida tem sido dura tanto na família como com as amizades foi tocado pelo espírito do Senhor enquanto lágrimas carregadas com desejo de mudança rolavam pelo seu resto no qual o semblante de Cristo era nítido.
Tudo aconteceu na reunião de testemunhos, estranhei a reverência do jovem, pois normalmente ria e falava com os demais, mantive-me atento a ele e quando reparei ele estava em lágrimas e aí eu pensei, “finalmente ele abriu o coração”; ao término da reunião dirigi-me com o meu grupo para o meu quarto para a devocional especial que tinha preparado para eles - e foi sem dúvida especial.
Ao aprender sobre o valor individual de cada um e como Deus nos conhece individualmente decidi dar-lhes uma prenda única a cada um; antes de iniciar avisei-os da natureza sagrada do que iríamos fazer naquele momento e deixei a escolha deles permanecerem comigo ou irei falar com os amigos - todos permaneceram no quarto.
Então enquanto pegava numa cadeira e a colocava a minha frente ofereci uma oração em secreto na qual disse “Pai, por estes teus pequeninos, concede-me teu Espírito para que minhas palavras sejam as tuas palavras.” Então anunciei que iria dar-lhes uma bênção de conforto e orientação, um a um, individualmente.
Sentou-se o primeiro jovem, coloquei minhas mãos sobre a sua cabeça e iniciei a ordenança e por alguns segundos nem uma palavra saiu de minha boca, até que, um sentimento de poder e amor encheu todo o meu ser, a vida e obstáculos do jovem vieram à minha mente e então comecei a falar o que o Espírito me dizia. No fim da bênção eu e o jovem nos abraçamos com lágrimas nos olhos e assim continuei com os restantes até chegar ao jovem que referi em cima.
Quando ele se sentou na cadeira e comecei a bênção, senti o enorme amor do Pai Celestial por este jovem, durante a bênção ele chorou como uma criança chora quando depois de estar perdida encontra seus pais.

Com os demais jovens a experiência também foi única mas a deste jovem foi a que mais me tocou, sou grato por ter estado no EFY, sou grato por ter o Sacerdócio e testifico de que este poder é Real. Cristo vive, o EFY é uma atividade divina, disto presto testemunho, no sagrado nome de nosso salvador Jesus Cristo, Amem.
 

Tatiana Dantas, Conselheira, distrito da Madeira

É com muito carinho que presto meu testemunho sobre o EFY. Sou tão grata pela oportunidade que o Senhor deu me de poder participar nesta maravilhosa atividade dos jovens, pude realmente compreender o quanto somos abençoados como Seus filhos. Ele realmente ama cada um de nós.

Durante a semana do EFY aprendi tantas coisas maravilhosas com os meus queridos “Iluminados”, cada um deles possui os atributos de Cristo. O Espírito do Senhor testificou me que nossos jovens são a sua geração eleita, foram escolhidos nesta última dispensação para servi-lo em todos os momentos e lugares.

Foi uma experiência inesquecível, jamais será esquecida. Durante aquela semana fui instrumento nas mãos do Senhor, e logo percebi que não estava sozinha. O Senhor continua a guiar minha vida todos os dias de uma maneira que não há palavras para descrever, uma coisa sei... Ele vive. Sou grata pelo EFY ter mudado minha vida por completo.

Os sentimentos que senti foram grandiosos, senti que fui elevada mais uma vez, os jovens e nossos queridos líderes foram os responsáveis por isso.

Testifico de que somos a Luz do Mundo nestes últimos dias, sou privilegiada em fazer parte de Seu reino, tenho uma equipa do poder em minha vida: Jesus Cristo, Joseph Smith e o Livro de Mórmon, esta poderosa equipa ajuda-me a manter-me viva. Sei que este é o tempo de preparar-me para voltar a presença de meu Pai Celestial, Deus vive e somos Seus filhos, Cristo é meu Salvador e Redentor.

O Livro de Mórmon é a prova real de Seu amor por cada um de nós, Thomas S. Monson é um homem chamado por Deus, um profeta vivo para testificar de sua obra na Terra.

 

Jéssica Marinho, Conselheira, estaca de Porto Norte

Eu tive vários destes momentos espirituais e não espirituais.Não sei mesmo como posso explicar esses momentos, mas foram inesquecíveis! Um destes momentos foi quando alguns dos jovens se despediram de mim, nem todas do meu grupo de meninas despediram por qualquer razão e nem todos os rapazes de minha companhia, mas os que despediram abraçaram-me de uma forma incrível! Eu senti que eles tinham mudado, que não eram os mesmos jovens que tinham chegado na segunda-feira, que algo estava diferente neles. Mas uma rapariga que deixou-me com lágrimas no olhos.

Foi uma rapariga de outro grupo que estava no mesmo piso que eu, só passei talvez uma ou duas horas no máximo com ela todos os dias, mas quando ela foi embora ela abraçou-me tantas vezes e agarrou-se à mim com tanta força e chorou. Senti que apesar de não passar muito tempo com ela o pouco tempo que passei com ela obviamente tocou-a de alguma forma.

Hoje, um dia a seguir do EFY estive a falar com ela e ela contou-me que ela prestou o seu testemunho no avião para casa, ela e mais alguns. Achei mesmo incrível e há muitos assim como ela que passaram uma semana no EFY e agora estão a prestar os seus testemunhos quando a oportunidade lhes aparece.

Nunca vou esquecer esta semana que passei com os jovens, adorei estar no EFY e sei que o EFY muda vidas, eu sou um dos resultados das mudanças que o EFY pode fazer na vida das pessoas.

Espero muito com todo o meu coração que posso voltar em 2014 como consultora para ter mais uma oportunidade de ajudar o Senhor a mudar as vidas dos nossos jovens que precisam de nós.

 

Luís Melo, EFY staff, distrito do Algarve

Tendo trabalhado sempre nos bastidores, não tive praticamente nenhuma oportunidade para assistir às sessões nas quais poderia ter aprendido com os oradores ou sentido o espirito testificar acerca do que estava a ser dito. Os dias foram muito longos, trabalhosos, e cansativos, mas ainda assim o Pai Celestial abençoou-me para que eu tivesse sempre força e saúde para desempenhar o meu chamado. Além disso estava ao serviço do meu próximo, e consequentemente ao serviço de nosso Deus. Fui igualmente abençoado por trabalhar, conhecer e confraternizar com um grupo de pessoas que exterioriza as suas convicções religiosas nas suas ações diárias.

Um dos melhores momentos pessoais foi quando, durante um almoço rápido, ao abençoar o alimento, o Pai Celestial me tocou através do Espirito Santo. Os sentimentos de gratidão e amor foram avassaladores e chorei copiosamente quando isso aconteceu. Sou grato pela oportunidade que a minha filha teve de participar e ser enriquecida pela experiência. Anseio pelo momento quando o meu filhote, agora com 8 anos, também terá essa oportunidade.

Deus vive, e o seu filho Jesus Cristo é o nosso Salvador. A Igreja de Jesus Cristo dos SUD, é a sua igreja, e a única verdadeira e viva à face da terra. Temos Líderes inspirados que nos ajudam a apegarmo-nos à barra de ferro. O programa do efy é um programa inspirado que ajuda os mais jovens filhos do Pai Celestial a aprenderem e adotarem os princípios de excelência que os ajudarão a tingir o seu potencial máximo aqui e na eternidade.