Apóstolos Organizam Estacas em Paris e Roma

  Sarah Jane Weaver, editora assistente do Church News

  • 2 Outubro 2013

O Élder Dallin H. Oaks cumprimenta uma criança, antes de uma conferência de estaca em Paris, França. Durante a reunião, o Élder Oaks criou a terceira estaca da Igreja na cidade.  Foto de Tom Garner, © IRI.

Destaques do Artigo

  • O Élder Ballard incentivou os membros a ajudarem os missionários a encontrar pessoas para ensinar.
  • Os Apóstolos observaram a grande força espiritual dos membros da Igreja na Europa.
  • O Élder Oaks reuniu-se com membros do parlamento britânico e líderes islâmicos e conversaram sobre liberdade religiosa.

“A Igreja está viva e progredindo de maneira impressionante na Europa.”
— Élder Dallin H. Oaks, do Quórum dos Doze

Dois Apóstolos visitaram cinco países europeus neste mês de setembro e falaram aos membros e missionários, criaram estacas em duas grandes cidades, realizaram um exame da área, presidiram um seminário para 32 presidentes de missões europeias e suas respectivas esposas, reuniram-se com líderes religiosos e do governo e verificaram a situação dos templos em construção em Roma e Paris.

O Élder Dallin H. Oaks, do Quórum dos Doze, sua mulher, a Irmã Kristen Oaks, e o Élder M. Russell Ballard, também do Quórum dos Doze, e sua mulher, Irmã Barbara Ballard, viajaram pela Europa, de 6 a 16 de setembro. Foram acompanhados pelo Élder Richard J. Maynes, da Presidência dos Setenta, e o Bispo Dean M. Davies, Segundo Conselheiro no Bispado Presidente, e membros da Presidência da Área Europa da Igreja.

Depois de voltar da Europa, o Élder Ballard disse que “poder sair pelo mundo e declarar que Jesus Cristo é o Filho de Deus é o mais maravilhoso dos privilégios”.

Reuniões de liderança do sacerdócio, realizadas em Leeds e Manchester, Inglaterra, Madri, Espanha e Paris, França, foram feitas como apoio durante a viagem na qual as mulheres das Autoridades Gerais também ensinaram às líderes das cidades circunvizinhas. Nas conferências especiais de estaca que se seguiram, os líderes da Igreja dirigiram-se a cerca de 12.000 membros da Igreja de dezenas de estacas.

“A Igreja está viva e progredindo de maneira impressionante na Europa”, disse o Élder Oaks.

O Élder Ballard estava grato por voltar às Ilhas Britânicas, onde serviu quando era um jovem missionário. Ele declarou: “As Ilhas Britânicas deram contribuíram para o estabelecimento da Igreja em todo o mundo, o que para mim é algo muito importante, que sempre precisa ser reconhecido”.

Mas, disse ele, os membros da Igreja enfrentam muitos desafios na Europa, onde a tendência geral é de considerar a religião cada vez menos importante. “[Os membros] sofrem as pressões mundanas que tentam influenciar os jovens e as famílias”, disse ele.

O Élder Ballard disse que, em muitos países, os membros são bombardeados com pornografia, vícios e ataques aos valores fundamentais e à liberdade religiosa. “Todas essas coisas destroem a possibilidade de homens e mulheres terem fé em Deus e confiarem no Senhor Jesus Cristo.”

Em várias reuniões de membros, o Élder Ballard pediu aos missionários de tempo integral que viessem à frente da congregação. O evangelho de Jesus Cristo é a resposta para os problemas na Europa, explicou, pedindo aos membros que ajudassem os missionários a encontrar pessoas para ensinar.

Com o maior número de missionários da história da Igreja, “todos temos que participar agora nessa grande obra. Todos temos que ser missionários. Eles vieram aqui para ensinar a grande mensagem da Restauração”, disse o Élder Ballard.

O Élder Ballard disse aos membros europeus que toda a Igreja precisa “reconhecer que o Senhor está apressando Seu trabalho de salvação e que todos nós temos de participar”.

Os 30 presidentes de missão e dois presidentes de CTM que assistiram ao seminário dos presidentes de missão — realizado em Versailles, França, de 10–13 de setembro — estão ajudando seus missionários a aprenderem como ensinar, disse o Élder Ballard. Os líderes da Igreja e presidentes de missão discutiram sobre como vencer as influências do mundo na Europa e os desafios que elas trazem.

O Élder M. Russell Ballard e o Élder Dallin H. Oaks realizam reuniões da Igreja e cumprimentam os membros durante uma viagem pela Europa. © IRI

Apesar dos desafios, o crescimento da Igreja na Europa é evidente.

“A força crescente dos jovens na Europa é extraordinária”, comentou o Bispo Davies, depois de participar de conferências de estaca em York, Inglaterra, e Bruxelas, Bélgica. “Eles refletem a luz de Cristo e são fervorosos em seu testemunho. Eles serão futuros líderes.”

O Élder Oaks disse que “uma parte muito emocionante da viagem foi o Élder Ballard ir a Roma e ali organizar uma nova estaca, onde um templo está em construção, e para mim, organizar uma nova estaca em Paris, onde um templo em breve será construído“. Com a criação da estaca em Paris, “nove estacas e um distrito na França tornaram-se 10 estacas no país”, disse o Élder Oaks.

O Élder Maynes, que ajudou o Élder Ballard com a criação da nova estaca em Roma, disse que ficou “muito impressionado com a experiência e a maturidade espiritual” da liderança do sacerdócio no país.

Uma criança da Primária assiste a um reunião de membros na Inglaterra. Dois Apóstolos visitaram cinco países europeus, de 6 a 16 de setembro, falando aos membros e missionários. Foto: James Dalrymple, © IRI.

O Élder Maynes disse que uma das principais tarefas da viagem à Área Europa foi assistir a um exame da área e dele participar. Um dos destaques da reunião foi saber que a frequência à reunião sacramental na Europa nunca foi tão elevada.

Durante a viagem, o Élder Oaks reuniu-se com três membros do parlamento britânico e cinco líderes islâmicos e conversaram a respeito de liberdade religiosa. O Élder Oaks disse: “O que temos em comum com os líderes responsáveis pelo mundo muçulmano é muito maior do que nossas diferenças”.

O Élder Oaks disse que o trabalho da Igreja irá avante na Europa, graças a membros “amorosos, diferenciados e fiéis”, com grande força espiritual.