As bênçãos provenientes do espírito empreendedor

  Rosária Vieira, primeira conselheira da Sociedade de Socorro da estaca de Lisboa

  • 23 Maio 2013

Irmãs da Sociedade de Socorro da estaca de Lisboa.

"A actividade terminou com um testemunho do presidente da estaca de Lisboa, Gustavo Silva, que enfatizou a importância e as bênçãos provenientes do espírito empreendedor, de escolhas sábias e do trabalho honesto."

No passado dia 18 de Maio, teve lugar na capela Gago Coutinho a actividade de Bem-Estar da Sociedade de Socorro da estaca de Lisboa, tendo como tema a Auto-Suficiência. Nesta actividade as irmãs da Sociedade de Socorro da estaca de Lisboa tiveram oportunidade de aprender mais sobre o plano de bem-estar da Igreja e acerca dos recursos que estão à sua disposição, bem como a familiares e amigos, para que possam caminhar rumo a auto-suficiência, como foi explicado pela presidente da Sociedade de Socorro da estaca de Lisboa, a irmã Graça Moreira, na abertura da actividade.

Contou com a participação especial da coordenadora de Recursos de Emprego, a irmã Céu Cavaco, que falou sobre a forma como o CRE (Centro de Recursos de Emprego) da Igreja pode ajudar as pessoas que necessitam de emprego, as que procuram melhorar o seu desempenho profissional, e as que pretender iniciar o seu negócio próprio. Contou ainda, com os valorosos testemunhos e ensinamentos de alguns dos voluntários do CRE e ainda do casal missionário do Centro.

Um dos pontos focados nesta actividade foi a criação de negócio próprio, para tal, pôde-se visitar no final da actividade, a pequena exposição de alguns trabalhos de irmãs que usaram os seus talentos e aptidões para iniciarem os seus pequenos negócios nas mais variadas áreas: Culinária, Artesanato, Bijuteria, Costura, Decoração, Cosmética, Ourivesaria, entre outros. A actividade terminou com um testemunho do presidente da estaca de Lisboa, Gustavo Silva, que enfatizou a importância e as bênçãos provenientes do espírito empreendedor, de escolhas sábias e do trabalho honesto. Uma actividade muito proveitosa para quem, nestes tempos de provação, vê nas dificuldades as oportunidades perfeitas para a mudança.