Atividade da Sociedade de Socorro da estaca de Setúbal "O Sonho"

  Cristiana Macedo, responsável das Páginas Locais da Liahona da estaca de Setúbal

  • 31 January 2014

A atividade teve como objetivo dar a conhecer a organização da Sociedade de Socorro às moças que transitam este ano para a mesma.

“Saber o que podemos esperar da Sociedade de Socorro é uma bênção e, de facto, um grande alívio depois de termos esclarecido as nossas dúvidas". Diz Felícia C., da ala de Setúbal 2.

A atividade “O Sonho”, que decorreu no dia 25 de janeiro na capela de Miratejo, foi preparada pela presidência da Sociedade de Socorro da estaca e teve como objetivo dar a conhecer a organização às moças que transitam este ano para a mesma. A sala estava muito bonita e acolhedora e o programa foi bastante enriquecedor, com certeza que a atividade “O Sonho” teve um impacto muito positivo na vida das nossas queridas lauréis.

Inês C., da ala de Setúbal 1, comentou que “no decorrer da atividade ”O Sonho“, feita para as lauréis que vão passar este ano para a Sociedade de Socorro, pude ver o que me espera. Foi uma excelente atividade! Não houve nenhum momento em que não tenha sentido o Espírito Santo, é realmente grandioso saber que existem grandes mulheres que esperam grandes moças.

Sinto um grande anseio por tudo aquilo que irei descobrir e aprender nesta nova organização. É engraçado, porque todas as mulheres que já passaram por esta fase, ao transmitirem o que sentiram, parece que existiu sempre um receio, parece que havia sempre um desconforto em abandonar a organização das Moças. É claro que é estranho pensar que 6 anos já passaram, quer dizer, parece que foi ontem que entrei para as Moças e daqui a uns meses já estarei a sair.

Ao contrário de muitas moças, isso não me assusta, porque eu sei que a Sociedade de Socorro não se trata apenas de grandes mulheres que têm experiências como esposas e mães, mas sim de grandes mulheres dispostas a lutarem umas pelas outras com o objetivo de fazerem o bem. Sei que vou ser bem recebida, não tenho dúvidas disso. Estou animada e pronta para dar luz e vida à Sociedade de Socorro. Sei que Deus vive e que nos ama e que estas organizações têm como propósito ajudar-nos nesta jornada da vida. Sou grata por tudo o que aprendi nas Moças, pelas minhas maravilhosas líderes. Nunca me esquecerei de todo o amor e serviço que prestaram. Tudo o que sou é graças a esta organização, tudo o que serei será a continuidade na Sociedade de Socorro.”

Felícia C., Setúbal 2 também gostou de ter aprendido o propósito e objetivos da Sociedade de Socorro. “Saber o que podemos esperar da Sociedade de Socorro é uma bênção e, de facto, um grande alívio depois de termos esclarecido as nossas dúvidas.

Depois da atividade “O Sonho”, posso agora compreender que a melhor organização para onde podemos ir depois das Moças é uma organização cheia de mulheres que nos podem compreender e ensinar todas as coisas desta vida.

Sinto-me grata e muito ansiosa por puder ir para a maior organização de mulheres do mundo.”