Os Líderes da Igreja Compartilham Mais Informações Sobre a Mudança na Exigência de Idade para Missionários

  Enviado por Heather Whittle Wrigley, Notícias e Eventos da Igreja

  • 6 Outubro 2012

A Igreja espera que, baixando a exigência da idade, aumentará significativamente o número de missionários que servirão, ampliando, assim, as opções quanto ao início do trabalho missionário.

Destaques do Artigo

  • Solicita-se que os missionários em perspectiva melhorem sua preparação, de acordo com a alteração da norma.
  • O tempo em cada um dos 15 Centros de Treinamento Missionário da Igreja (CTMs) será reduzido em um terço para todos os missionários.
  • Até que possam ser criadas novas missões, as 347 missões existentes vão absorver qualquer aumento do número de missionários.

“Deus está apressando Sua obra. E precisa de missionários mais dispostos e dignos para espalhar a luz e a verdade, a esperança e a salvação do evangelho de Jesus Cristo, para um mundo muitas vezes sombrio e temeroso.” — Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum do Doze Apóstolos

Com a abertura da 182ª Conferência Geral Semestral de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, o Presidente Thomas S. Monson surpreendeu os membros com um anúncio que entrará imediatamente em vigor: os homens podem agora começar a servir missão com a idade de 18 anos, e as mulheres aos 19.

Durante uma conferência de imprensa após a sessão da manhã de sábado, os élderes Russell M. Nelson e Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos, e o Élder David F. Evans, dos Setenta, compartilharam mais algumas informações sobre essa mudança na norma.

O Élder Holland revelou que muito poucas pessoas estavam cientes de que essa mudança seria anunciada. Quase todas as Autoridades Gerais — exceto a Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos — todos os presidentes de missão, presidentes de universidades e encarregados de admissões, assim como todos os administradores do CTM desconheciam a mudança, até que o Presidente Monson fez o anúncio.

Os líderes da Igreja, esperam que a mudança amplie as oportunidades de os membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias servirem missão de tempo integral.

O Élder Nelson enfatizou que a mudança é uma opção, não um decreto:

“Esses ajustes de anos de idade são novas opções disponíveis agora, para os bispos avaliarem o que é melhor para cada um de seus jovens”, disse ele. E continuou: “Os rapazes e as moças não devem iniciar seu serviço antes que estejam espiritual e temporalmente prontos.”

Afirmou que estudos, situação das famílias, saúde e assim por diante continuam sendo considerações importantes por ocasião do serviço missionário.

Na última década, a permissão foi concedida em 48 países, para que os rapazes pudessem servir aos 18 anos de idade. Agora, a Igreja terá uma única norma em todo o mundo.

Os líderes da Igreja esperam que esse aumento de flexibilidade permita que mais missionários em perspectiva venham a servir. Atualmente, cerca de 58.000 missionários servem em tempo integral.

Desde que o Presidente Monson apelou para que haja mais missionários de tempo integral e casais missionários, há dois anos,, durante a Conferência Geral de outubro de 2010, a resposta dos membros da Igreja tem sido grande — o número de élderes de tempo integral servindo aumentou em seis por cento; o número de sísteres em 12 por cento, e o número de casais em 18 por cento.

O Élder Holland explicou alguns detalhes e algumas mudanças que terão que ser feitos à luz da nova norma:

1) Será pedido aos missionários em perspectiva, disse ele, que melhorem sua preparação, e que haja total dignidade pessoal complementada por estudo do evangelho (especialmente o Livro de Mórmon), frequência ao seminário, às aulas do Instituto e estudo sistemático de Pregar Meu Evangelho.

“Deus está acelerando Sua obra”, disse o Élder Holland, dirigindo seu discurso para os rapazes e moças da Igreja. “E precisa de missionários mais dispostos e dignos, para espalhar a luz, a verdade, a esperança e a salvação pelo evangelho de Jesus Cristo, para um mundo muitas vezes sombrio e temeroso. (…) Isso não se refere a vocês. Refere-se à mensagem doce e pura, que estão sendo convidados a levar”.

O Élder Holland pediu aos pais que deem seu incentivo a essa preparação e que não esperem que o Departamento Missionário, os CTMs ou os líderes locais providenciem tudo.

2) O tempo em cada um dos 15 Centros de Treinamento Missionário da Igreja (CTMs) será reduzido em um terço para todos os missionários.

3) No CTM de Provo, Utah, a nau capitânea da Igreja, novo pessoal e instrutores terão de ser contratados, e a quantidade de alojamentos terá que ser aumentada quase imediatamente. A Igreja está pensando em expandir outros CTMs, mas não planeja a construção de quaisquer novos CTMs no momento.

4) Os missionários vão beneficiar-se de um curso de treinamento de 12 semanas recentemente implementado, administrado no campo missionário, por meio dos presidentes de missão. O programa é projetado para melhorar as habilidades de ensino do missionário no campo.

5) A Igreja está pensando em acrescentar novas missões no futuro. Até que essas novas missões sejam criadas, as 347 missões existentes vão absorver qualquer aumento do número de missionários.

6) Os missionários em perspectiva podem ser recomendados por seu bispo e presidente de estaca para o serviço de tempo integral 120 dias antes de seu aniversário ou de sua data de disponibilidade (que leva em conta sua formatura do ensino médio ou equivalente). Os rapazes podem entrar no CTM depois de formar-se e ao chegar aos 18 anos de idade. As mulheres podem entrar depois de seu 19º aniversário. Nenhum ajuste foi feito no maior limite de idade (25 anos para os rapazes, sem limite para as moças).