Líderes da Igreja Visitam Chefes de Estado na Croácia e Bósnia

  • 4 Outubro 2012

O Élder Ronald A. Rasband, à direita, apresenta um presente para Željko Komšic, da Presidência da Bósnia-Herzegovina.

Destaques do Artigo

  • Na Croácia, o Élder Rasband prometeu empenho contínuo da Igreja para fortalecer a família, oferecer serviço humanitário, incentivar a educação e autoaperfeiçoamento e promover padrões morais elevados — centralizados nos ensinamentos de Jesus Cristo.
  • Também na Croácia, os líderes da Igreja realizaram um devocional especial para os membros e uma reunião de treinamento para os missionários que servem na Croácia e Eslovênia.
  • Na Bósnia, o Élder Rasband participou de uma reunião para os membros novos da Igreja e de uma reunião de treinamento missionário, reunindo-se também com um integrante da presidência do país. Cada uma dessas reuniões foi a primeira desse tipo na Bósnia, onde a Igreja só foi reconhecida oficialmente neste ano, 2012.

O Élder Ronald A. Rasband, da Presidência dos Setenta, e o Élder Kent F. Richards, Segundo Conselheiro na Presidência da Área Europa, reuniram-se com Chefes de Estado na Croácia e Bósnia-Herzegovina, durante sua recente visita de três dias a esses países.

Croácia

No dia 10 de setembro, o Élder Rasband e o Élder Richards reuniram-se com o Presidente da Croácia, Ivo Josipovic, em Zagrebe. Eles foram acompanhados pelo Presidente Edward B. Rowe, da Missão Adriático Norte; Miljenko Babic, Presidente do Distrito Croácia; e Fatima Hamsic, Presidente da Sociedade de Socorro do Distrito Croácia.

Nesta reunião histórica, o Élder Rasband salientou que este ano marca o 40º aniversário, desde que o finado astro do basquete da BYU, Krešimir Cosic apresentou a Igreja para seu amado país.

Em nome da Igreja, o Élder Rasband agradeceu ao Presidente Josipovic pelo apoio do governo à liberdade religiosa, que a Igreja tem tido ao longo dos últimos 40 anos. O Élder Rasband prometeu empenho contínuo da Igreja para fortalecer a família, oferecer serviço humanitário, incentivar a educação e autoaperfeiçoamento e promover padrões morais elevados —, centralizados nos ensinamentos de Jesus Cristo.

O Presidente Josipovic agradeceu aos Élderes Rasband e Richards, por viajarem para a Croácia a fim de encontrá-lo. Ele falou do compromisso do seu governo com a liberdade religiosa e seu desejo de promover a tolerância entre todas as religiões e povos. Ele também expressou sua gratidão pelo auxílio humanitário que a Igreja tem fornecido ao seu país, inclusive o auxílio enviado para atender a devastação da Guerra dos Balcãs, na década de 1990.

O Presidente Babic, do Distrito Croácia, disse ao Presidente Josipovic que sua experiência como jovem missionário em Manchester, Inglaterra, tinha ajudado a prepará-lo para voltar e contribuir para a Croácia como pai e marido bem sucedido e em sua profissão como um administrador, trabalhando para uma empresa internacional.

Depois da reunião, o Élder Rasband observou: “Ficamos muito satisfeitos com a recepção calorosa que recebemos. Fiquei particularmente impressionado com o ponto de vista do Presidente Josipovic sobre religião e a tolerância religiosa, e seu conhecimento das origens de nossa igreja na Croácia há 40 anos. Ele parecia grato pelo papel positivo da Igreja na Croácia”.

Mais tarde, naquela noite, na capela da Igreja em Zagrebe, o Élder Rasband e sua esposa, irmã Melanie T. Rasband, e o Élder Richards e sua esposa, irmã Marsha G. Richards, foram calorosamente saudados pelos membros e convidados da Croácia e Eslovênia. Os visitantes ficaram tocados por muitos membros fiéis que tinham viajado várias horas a fim de encontrá-los e para receber seus conselhos e incentivo. Mais de 160 pessoas participaram desse devocional extraordinário.

No dia seguinte, o Élder Rasband e o Élder Richards realizaram uma reunião de treinamento com os missionários que servem na Croácia e Eslovênia, depois da qual seguiram para a Bósnia-Herzegovina, para mais reuniões históricas ali.

Bósnia-Herzegóvina

Na noite de 11 de setembro, o Élder Rasband presidiu uma reunião para os membros novos da Igreja na Bósnia. A reunião foi realizada na primeira capela alugada pela Igreja em Sarajevo e dirigida por Adam Lamoreaux, presidente do Ramo de Sarajevo. Muitos convidados bósnios e representantes da mídia também estavam presentes. O Élder e a irmã Rasband e o Élder e a irmã Richards falaram sobre a fé, a realidade da restauração do evangelho, a santidade da família e o âmbito mundial da Igreja.

Essa foi a primeira reunião da Bósnia presidida por uma Autoridade Geral, desde que a Igreja foi reconhecida oficialmente ali; esse reconhecimento oficial ocorreu no início deste ano. Agora, a Igreja tem condição oficial, unidades da Igreja e missionários proselitistas em todos os países da antiga Iugoslávia — e em toda a Europa.

Na manhã seguinte, em 12 de setembro, os missionários da Bósnia, Sérvia e da parte oriental do Croácia reuniram-se em Sarajevo, para ser instruídos pelo Élder e a irmã Rasband e Élder e irmã Richards. Esta foi a primeira reunião desse tipo na Bósnia: os missionários da Bósnia, realizando uma reunião com seus élderes e sísteres vizinhos, sendo ensinadas pelo membro sênior da Presidência dos Setenta e um conselheiro da Presidência de sua Área.

Depois da reunião, o Élder Rasband e o Élder Richards reuniram-se com Željko Komšic, uma das três pessoas da presidência da Bósnia-Herzegovina. Isso também foi um acontecimento histórico, sendo que, pela primeira vez, líderes da Igreja reuniram-se com um chefe de Estado da Bósnia. Também estavam presentes o Presidente Rowe, da Missão Adriático Norte, e o conselheiro na missão Élder Phillander Smartt, que, juntamente com sua esposa, irmã Gloria Smartt, foram chamados como os primeiros missionários na Bósnia.

O Élder Rasband expressou para o Presidente Komšic a sua gratidão pelos muitos líderes do governo que ajudaram e apoiaram o reconhecimento da Igreja como uma associação religiosa sob as leis do país. O Élder Rasband explicou que isso era especialmente significativo, por causa da história da Igreja na antiga Iugoslávia, tendo sido oficialmente reconhecida por aquele governo na década de 1970.

O Presidente Komšic descreveu a diversa comunidade religiosa existente na Bósnia e deu boas-vindas à Igreja como um membro dessa comunidade. Ele descreveu o desafios que as famílias enfrentam na sociedade atual e sua preocupação com o sucesso e o bem-estar das famílias em seu país.

O Élder Rasband explicou que a família é a prioridade da Igreja e que seus membros esperam ansiosos apoiar esse objetivo compartilhado da Bósnia-Herzegovina, assim como a Igreja faz em outros países onde está estabelecida. Disse que a igreja também espera com ansiedade contribuir em outras maneiras positivas para a sociedade da Bósnia.

Depois da reunião, foi realizada uma recepção para os funcionários do governo, líderes religiosos e outros dignitários. Ali, o Élder e a irmã Rasband e o Élder e a irmã Richards cumprimentaram muitos dos líderes da Bósnia em nome da Igreja. James Lyon, que serviu como missionário na Iugoslávia, na década de 1980, e agora é um membro do Ramo de Sarajevo, auxiliou na organização dessa importante atividade e serviu de intérprete para o Élder Rasband.

Sobre os eventos em Sarajevo, o Élder Rasband disse: “em 8 de setembro de 2010, o Élder Russell M. Nelson, do Quórum dos Doze, esteve aqui e ofereceu uma oração dedicatória para este país. Ele concluiu aquela oração, afirmando profeticamente: ‘Damos, Ó pai, graças por este alvorecer de um novo dia para essa nação’. Testemunhamos, durante nossa breve visita aqui, o cumprimento parcial daquela oração apostólica”.