"Doar de nós mesmos e compartilhar com os necessitados..."

  Silvia Díez Adriano, Web Master do LDS.org de Portugal

  • 19 Maio 2013

"Bazar de troca de verão: Renove o seu guarda-roupa!" Foi o nome da atividade da estaca de Lisboa

"Uma troca de roupa que se traduz numa troca de afetos” diz Sara Gouveia, da ala 5 de Lisboa.

LISBOA. Na tarde do sábado, 18 de maio de 2013, as três organizações auxiliares da estaca de Lisboa juntaram os seus esforços, propósitos e objetivos ao realizar uma atividade conjunta de troca de roupa. A atividade chamou-se: BAZAR DE TROCA DE VERÃO: Renove o seu guarda-roupa!

O objetivo foi tornar útil para alguém a roupa e o calçado que já não estava a ser usado, trocando por outras roupas que pudessem ser úteis. Para organizar o bazar pediu-se às presidências das respetivas organizações auxiliares nas unidades recolher as roupas divididas por faixas etárias e entrega-las às presidências das auxiliares da estaca.

Alguns dos irmãos que participaram expressaram os seus sentimentos sobre a atividade desta forma:

Dulce Mourato, 2ª Conselheira da presidência da Primária da estaca de Lisboa: “Os nossos filhos crescem e crescem, também as suas necessidades e a roupa é uma delas. A troca de roupa é uma boa iniciativa, porque nem sempre sabemos a quem dar aquela camisa linda que já deixou de servir a nosso filho e também encontramos a camisa que a outro já não serve e que ao nosso lhe será muito útil. Obrigada pela iniciativa”

Luísa Monteiro, ala Tejo: “Quando entrei e vi as roupas dobradas, arrumadas por idades e sexo, gostei de ver. Algumas irmãs vieram ter comigo com peças com o meu tamanho insistindo que me iriam ficar bem… Foi interessante a ajuda entre irmãs e a felicidade no sorriso das irmãs mais carenciadas que encontraram roupa “nova” que lhes servia”.

Mário Rodrigues, 1º Conselheiro da estaca de Lisboa: “Quando esta atividade foi proposta na reunião de conselho de estaca, pensei logo que seria uma excelente iniciativa, pois estaríamos a ajudar as famílias da estaca e muitos poderiam ser beneficiados. Hoje é uma realidade, as famílias puderam escolher e ficar com as roupas que mais lhes agradassem. Com estas iniciativas aprendemos a partilhar e a viver mais unidos enquanto povo do Senhor”.

Gustavo Silva, Presidente da estaca de Lisboa: “O verdadeiro espírito cristão reside na capacidade que temos de doar de nós mesmos e compartilhar com os necessitados, sejam necessidades temporais ou espirituais! Foi isso que presenciei de forma abundante na atividade de doação de roupas organizada pelas presidências das auxiliares da estaca. Muito obrigado!”.

Fernanda Dias, ala Tejo: “Gosto muito destas atividades de trocas porque o que não serve para uns serve para outros, e depois existe um convívio muito salutar e engraçado entre os irmãos. Nestas atividades sentimos o amor e afeto que temos uns pelos outros”.

Sara Gouveia, ala 5 de Lisboa: “E um privilégio participara neste tipo de atividades. Podemos sentir o amor de que doa e ver a alegria de quem encontra uma peça à sua medida. Uma troca de roupa que se traduz numa troca de afetos”.

Ana Rodrigues, 1ª Conselheira da presidência das Moças da estaca de Lisboa: “A alegria de partilhar é sempre mais sentida quando estamos entre amigos. Entre risos e trocas úteis de artigos de vestuário julgo que todos ficaram a ganhar com esta atividade de doação e serviço”.

Eugénia Pires, presidente da Primária da estaca de Lisboa: “A quantidade de roupa disponível para troca e o sentimento de amor sentido ao longo da atividade, demostrou que todos captaram o sentido do bazar de verão. Em tempo de crise, rentabilizar ao máximo os recursos de cada um em benefício do próximo”.

Eugénia Silva, ala 1 de Lisboa: “ Esta atividade é muito produtiva! Encontrei roupas para minha filha mais velha e para uma senhora que muito precisa”.

Rita Adão, ala Tejo: Esta atividade é boa porque ajuda aqueles que mais necessitam. Sinto-me feliz por estar aqui a ajudar pelas irmãs que estão cá a servir o próximo”.

Júnior Marinho, ala de Benfica: “Foi um privilégio muito grande ter participado desta atividade de uma excelente forma de integração com outras pessoas onde pudemos doar e também receber roupas”.

Rúben Dias, ala 5 de Lisboa: “Fazer o bem ao servir o próximo é uma bênção”.