Celebração Cultural em El Salvador: Todo o Esforço Vale a Pena

Contribuição de Aaron West

  • 25 Agosto 2011
 

Destaques de Artigos

  • Mais de 2.000 jovens de dezessete estacas e dois distritos participaram.
  • Muitos participaram de mais de 100 horas de ensaios, que começaram seis meses antes.
  • Muitos pais e líderes ajudaram a criar os figurinos, planejar a coreografia e dar outro tipo de apoio.

“Essa será uma das ocasiões mais importantes da minha vida e escreverei sobre isso em meu diário”. — Irvin, jovem participante

Vale la pena ” (Vale a pena o esforço)

Muitas e muitas vezes, os jovens santos dos últimos dias em El Salvador repetiram esta declaração quando participavam da grandiosa celebração cultural. Eles apresentaram os resultados desses esforços no sábado, 20 de agosto de 2011.

Chegando de ônibus de todas as partes do país, eles reuniram-se no Ginásio Nacional José Adolfo Pineda na cidade de San Salvador, que é a capital, para apresentar para seus familiares e amigos, para os apóstolos e para o Senhor.

Mais de 2.000 jovens entre 12 e 18 anos dançaram e cantaram em um programa colorido e cheio de energia. Alguns se sentaram junto com a platéia e seguraram cartões que formavam a bandeira do país; o templo de San Salvador El Salvador; e uma série de imagens da estátua O Cristo e a Primeira Presidência. Outros tocaram em um grupo instrumental.

Esses jovens de dezessete estacas e dois distritos uniram-se para expressar sua fé e extrema alegria por um profeta ter vindo dedicar um templo em sua terra natal. Eles apresentaram doze danças, uma representação musical e cinco hinos e canções.

O Presidente Henry B. Eyring, Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência, presidiu o evento. Sua esposa, Kathleen, estava com ele.

O Élder D. Todd Christofferson do Quórum dos Doze Apóstolos e a esposa também estavam no evento, assim como o Élder William R. Walker dos Setenta, Diretor Executivo do Departamento de Templos; Silvia Allred, Primeira Conselheira na Presidência Geral da Sociedade de Socorro; e membros da presidência da área, élderes Enrique R. Falabella, James B. Martino e Carlos H. Amado.

Os jovens receberam o Presidente Eyring com grande entusiasmo, levantando e acenando com o chapéu, aplaudindo e dando vivas.

O Presidente Eyring agradeceu a demonstração e amor e apreço e assegurou aos jovens que ele e o Presidente Thomas S. Monson têm carinho por eles. Ele disse: “Trago para vocês o amor e os cumprimentos de nosso amado profeta, o Presidente Thomas S. Monson. Ele pediu-me que cumprisse esta designação. Sinto-me honrado e grato em fazer isso”.

Vale la Pena — Bênçãos Prometidas

Falando sobre os esforços em preparar o programa, vários jovens referiram-se a mais de 100 horas de ensaios. Algumas estacas começaram os ensaios seis meses antes do evento.

Eles praticavam pelo menos uma vez por semana, algumas vezes duas ou três vezes por semana, geralmente por duas horas. Para muitos, era depois de ir ao seminário às 4h30 da manhã e estudar o dia todo.

Os membros da estaca Los Héroes disseram que um dia durante as férias da escola passaram o dia todo praticando, enfrentando um calor extremo durante parte do dia e uma chuva forte mais tarde.

Nos bastidores, pais e líderes da Igreja fizeram as coreografias para as danças, ensinaram e regeram as canções, costuraram o figurino e ofereceram apoio e incentivo contínuos. Óscar Zalaya, um adulto que ajudou a coordenar o evento, passou noites sem dormir preocupado com o programa. “Esta designação não foi fácil”, disse ele. “O evento representou algo que nunca havíamos feito antes”.

Mas após as apresentações, ele disse que conseguiria dormir. Percebeu que o evento havia sido um sucesso quanto viu lágrimas e sorrisos no rosto dos jovens a quem ele servira.

O Presidente Eyring agradeceu a dedicação de todos os que participaram do evento. Ele disse: “Sei que vocês trabalharam arduamente. Fico surpreso que não pareçam cansados. Vocês demonstram estar felizes”.

Ele ajudou os participantes a entender que o Pai Celestial também estava ciente da diligência deles. “Deus os recompensará”, declarou ele. “Eu prometo que sentirão alegria, assim como as pessoas que ouvem e vêem suas apresentações. Eles irão lembrar da energia, cor, música e dos sentimentos desta grande honra a sua gloriosa e sagrada herança”.

Vale la Pena — Firme Alicerce, Futuro Promissor

O grande valor dos esforços deles veio pouco a pouco, à medida que estabeleceram amizades duradouras que ficaram mais fortes ao trabalharem juntos.

O Presidente Eyring fez menção a esse sentimento durante o programa, quando disse aos jovens: “O Presidente Monson é o defensor desses acontecimentos, que aproximam as pessoas e fornecem àqueles que participam uma oportunidade de associar-se com membros da mesma idade que compartilham os mesmos padrões, fazer novas amizades e criar lembranças que ficarão com eles por toda a vida”.

O grande valor deste esforço aumentou quando os jovens entenderam por que eles iriam fazer aquela apresentação. Adán Campos expressou os sentimentos de muitos outros quando chamou de “uma experiência singular” que de alguma maneira eles estavam dançando para o Senhor.

Este evento, juntamente com a dedicação do templo que aconteceu no dia seguinte, ocorreu devido à diligência e fé dos pioneiros entre os santos de San Salvador. O Presidente Eyring falou sobre o primeiro converso em El Salvador, batizado em 1951, dois anos após os primeiros missionários santos dos últimos dias chegarem ao país. “Este único converso”, disse ele “representa agora 105.000 membros da Igreja. O templo, que será dedicado amanhã, ergue-se como um monumento desse crescimento e de sua fé, dedicação e testemunho”.

Embora, por um lado, a celebração cultural seja o resultado final de muito trabalho árduo, foi também o início de uma grande obra a se realizar. Antes do ensaio geral naquele dia, o Élder Carlos H. Amado dos Setenta e Segundo Conselheiro na Presidência da Área América Central, disse aos jovens que em El Salvador a história da Igreja seria dividida em duas partes: “antes do templo” e “depois do templo”.

Ele disse: “Vocês serão os líderes da Igreja depois do templo”. Ele assegurou-lhes que sua liderança será ainda melhor do que o ótimo trabalho que foi feito no passado.

Vale la Pena — Olhar para o Futuro

Ao mesmo tempo que os jovens santos dos últimos dias de El Salvador olharam para as experiências que tiveram com a celebração cultural, eles também olharam para frente.

Irvin, que participou de uma das danças, falou sobre o que ele faria para que o impacto da experiência continuasse a influenciar sua vida. “Escrevo sobre muitos detalhes da minha vida em um diário. Toda vez que o leio, lembro-me de muitas coisas. Essa será uma das ocasiões mais importantes da minha vida e escreverei sobre isso em meu diário”.

Ele disse que as experiências com o evento cultural fortaleceram seu testemunho. “Eu sei que Cristo vive e que Ele nos ama. Sei que Ele é nosso Redentor e Salvador e sei que o templo de San Salvador El Salvador é a casa do Senhor e que por meio Dele, nossas famílias podem ficar juntas para sempre”.

Esses jovens saíram do evento preparados para uma experiência mais calma e ainda mais agradável no dia seguinte, quando eles assistiram à dedicação de um novo templo em sua terra natal. Eles saíram preparados para seguir o conselho que receberam do Presidente Eyring: “Que continueis a ser fiéis e verdadeiros. Que este belo templo seja um farol para os membros e para todos os que buscam a verdade em toda esta terra bela e prometida”.