O Élder Bednar Diz que a Igreja Está Crescendo Constantemente na área Europa Leste

Contribuição de De Gerry Avant, editor do Church News

  • 12 Junho 2014

A irmã Susan Bednar ajuda a cortar a fita para marcar a conclusão de um projeto de fornecimento de água patrocinado pela Igreja na vila armênia de Hovatashen em 29 de maio de 2014.

“É uma força inesgotável para minha própria fé, ver o evangelho restaurado de Jesus Cristo influenciando as pessoas para o bem, onde quer que esteja, se em Montana, em Madri ou na Mongólia.” — Élder David A. Bednar, do Quórum dos Doze Apóstolos

Ao retornar de designações na Área Europa Leste, um Apóstolo, um Setenta e um conselheiro no Bispado Presidente reafirmaram que o evangelho de Jesus Cristo une os povos de todas as origens, culturas e línguas.

O Élder David A. Bednar do Quórum dos Doze Apóstolos, o Élder Ronald A. Rasband da Presidência dos Setenta e o Bispo Gérald Caussé do Bispado Presidente viajaram para a Área Europa Leste, de 22 de maio a 2 de junho. Dentre as suas responsabilidades estavam uma análise da área, duas conferências de liderança do sacerdócio, conferências de estaca e de distrito, além de reuniões com membros e missionários.

O Élder Bednar, o Élder Rasband e o Bispo Caussé estavam juntos para a análise da Área Europa Leste que foi realizada em Moscou, Rússia, em 23 de maio e então separam-se para ir a várias outras reuniões na área.

O Élder Larry R. Lawrence dos Setenta e Presidente da Área Europa Leste e seus conselheiros, o Élder Randall K. Bennett dos Setenta e o Élder Gvídeo Senkans, Setenta de Área, participaram na análise de área e em outras reuniões.

O Élder Bednar, viajando com sua esposa, a irmã Susan K. Bednar, também foi a Yerevan, na Armênia e a Riga, na Letônia.

Durante uma viagem recente à Área Europa Leste, o Élder David A. Bednar presidiu uma conferência de liderança do sacerdócio em Riga, Letônia (acima).

“A coisa fascinante a respeito da conferência de liderança do sacerdócio em Riga é que participamos de uma transmissão da Internet originada da Letônia, que incluía irmãos da Armênia, Bulgária, Bielorrússia, Estônia, Lituânia, Ucrânia, Turquia e da parte oriental da Rússia até o Oceano Pacífico. Essa conferência histórica foi traduzida para nove idiomas ao longo de localidades em 10 fusos-horários.”

O Élder Bednar mencionou que perguntas dos líderes locais do sacerdócio refletiam um “núcleo comum com o qual os líderes do sacerdócio em todos os lugares estão preocupados: Como podemos ajudar nossas famílias a se desenvolverem espiritualmente? Como podemos ajudar as famílias e os indivíduos em alas e ramos, estacas e distritos? Como podemos ajudar homens e mulheres a se tornarem profundamente convertidos ao Salvador? Como podemos ajudar os jovens em um mundo que está se tornando cada vez mais iníquo, onde há muitas vozes influentes? Como podemos ajudar os jovens a permanecerem firmes e valentes?”

Enquanto na Armênia, o Élder e a irmã Bednar foram para a pequena vila de Hovatashen, onde eles participaram de um evento para marcar a conclusão de um projeto de fornecimento de água patrocinado pela igreja. A irmã Bednar corta a fita durante a cerimônia; o prefeito da cidade e um fazendeiro proferiram algumas palavras e uma mulher declarou sua gratidão pois não precisará gastar tanto tempo levando água até a sua casa.

As crianças posam após uma cerimônia em Hovastashen, Armênia, em 29 de maio de 2014, marcando a conclusão de um projeto de fornecimento de água patrocinado pela igreja.

O Élder Bednar refletiu sobre a oportunidade de reunir-se e falar para os membros e pesquisadores do evangelho em muitos países. “Acho que podemos presumir que as pessoas em diferentes terras e culturas, que falam idiomas distintos, são diferentes. Minhas observações são que as pessoas são praticamente as mesmas. O marido ama a esposa e a esposas ama o marido. Os pais amam seus filhos e desejam oferecer uma vida melhor para eles. Acho que somos mais semelhantes do que somos diferentes.

É uma força inesgotável para minha própria fé, ver o evangelho restaurado de Jesus Cristo influenciando as pessoas para o bem, onde quer que esteja, se em Montana, em Madri ou na Mongólia. Que sistema de crenças concebido pela mente humana poderia realizar isso? Isso não é possível. Somente a verdade de Deus tem impacto sobre as pessoas de diferentes lugares em todo o mundo. É extraordinário ver isso. (…)

O Élder A. Ronald. Rasband, sentado à direita, preside uma reunião para os missionários. Há 12 jovens élderes e quatro casais missionários servindo no país de 86 milhões de pessoas.

Se estamos ministrando entre o povo na América do Sul, na Ásia, na Área Europa Leste ou em outras áreas do mundo, prestamos nosso testemunho da importância da fé no Salvador e das bênçãos de sua expiação.

A Igreja cresce constantemente nesses países da Europa Oriental, não necessariamente tão veloz o quanto acontece em algumas áreas, mas esses irmãos são fiéis, resolutos e valentes santos dos últimos dias. Eles vivem sua religião em circunstâncias muito imprevisíveis.”

O Élder Rasband, viajando com sua esposa, irmã Melanie T. Rasband, cumpriu designações que o levou a Letônia, Lituânia e Turquia, assim como a Moscou e a Samara, na Rússia.

Ao refletir sobre suas viagens, ele falou sobre como o evangelho une as pessoas.

Ele disse que quando a Igreja recentemente retirou missionários da região de Donetsk, na Ucrânia, os élderes e as sísteres designaram todos os seus pesquisadores para os membros locais. “Enquanto estávamos lá (na Área Europa Leste), membros batizaram três desses pesquisadores. Isso significa que a obra está seguindo avante, mesmo com a saída dos missionários devido aos conflitos na região.”

O Élder Rasband falou sobre uma conferência multi-ramos em Samara. “Eu imaginava como a tensão entre a Rússia e a Ucrânia se desenrolaria no meio da Rússia. (...) Então, um humilde russo proferiu a oração de abertura, em essência, dizendo: ' Pai Celestial, devemos orar por nossos irmãos e irmãs, na Ucrânia. Oramos para que eles sejam abençoados com paz e felicidade, e que eles saibam que seus irmãos e irmãs aqui na Rússia preocupam-se com eles e estão orando por eles.'

A irmã Melaine Rasband, no centro, posa para uma foto com uma família de membros da Igreja após ela e o marido, o Élder Ronald A. Rasband, comparecerem a uma reunião em Istambul, na Turquia.

Esse é o espírito de quem todos nós precisamos ser. Somos uma igreja, uma só fé, um só Senhor, um só batismo. Nós não somos limitados pelas fronteiras políticas.”

Na Turquia, o Élder Rasband falou aos membros de ramos em Ancara e Istambul.

“Nas congregações haviam iranianos, iraquianos, turcos, expatriados — pessoas de muitas origens e culturas. A escritura que vinha a minha mente era a epístola de Paulo aos santos de Éfeso: ‘Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus; edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina’” (Efésios 2:19-20).

Enquanto na Turquia, o Élder Ronald A. Rasband e outras pessoas fizeram uma breve visita a Éfeso, onde o apóstolo Paulo ensinou os membros da Igreja primitiva.

Éfeso era uma cidade próspera quando o apóstolo Paulo a visitou e ensinou aos santos durante o início da era cristã.

O Élder Rasband disse que a igreja tem sido reapresentada na Turquia nos últimos dois anos. “Este é um país é com 86 milhões de pessoas. Temos 12 jovens missionários — seis em Ancara e seis em Istambul — e quatro casais servindo na Turquia.”

O bispo Caussé, que viajou com sua esposa, a irmã Valérie Caussé, disse que um tema recorrente das mensagens as quais ele e as outras autoridades gerais abordaram é que ser membro da Igreja transcende as diferenças. “Ao entrarmos no rebanho de Cristo, todos podemos tornar-nos irmãos e irmãs semelhantes”, disse ele.

Suas designações o levaram para Riga, na Letônia; Moscou, Yekaterinburg e São Petersburgo, na Rússia; e Tallin, na Estônia.

O Bispo Caussé disse que ficou impressionado com a fé resiliente dos membros da Igreja na área. “Eles moram em países onde são uma pequena minoria. Sua fé e disposição para compartilhar o evangelho com outras pessoas é muito impressionante.”

Por exemplo, ele descreveu o membro da reunião em Tallin, Estônia, que tinha o “sentimento como se fosse uma noite familiar. Havia um forte espírito lá. A ligação entre os missionários e membros era surpreendente. Os missionários conheciam todos os membros. Há muito trabalho em equipe.”

A missão que abrange a Estônia engloba três países bálticos e a Bielo-Rússia e tem quatro idiomas: Lituano, letão, estoniano e russo. “É interessante ver como eles resolvem as diferenças culturais, linguísticas e as origens dentro da família da Igreja”, disse ele. “Quando você chega lá, você tem uma bela visão de como o evangelho vai além das fronteiras para realmente unir os povos.”