Élder Holland e Élder Callister Testificam de Cristo nas Filipinas

  Kaye Bay, Sariah G. Ordinario

  • 8 November 2011

Em outubro, o Élder Jeffrey R. Holland e o Élder Tad R. Callister realizaram treinamentos de liderança, devocionais e uma auditoria de área nas Filipinas.

Destaques do Artigo

  • O Élder Holland e o Élder Callister visitaram membros e missionários nas Filipinas durante a segunda metade do mês de outubro de 2011.
  • Em uma reunião com líderes do sacerdócio, o Élder Holland pediu aos irmãos presentes que nunca se esqueçam que a coisa mais importante desta vida é o evangelho.
  • Durante a visita, o Élder Holland e o Élder Callister foram brindados com uma apresentação musical feita pelos jovens de Manila.

“O que sabemos de [Deus] é que, quando estamos tristes, Ele fica triste, quando choramos, Ele chora (…), pois Ele nos ama muito. Contudo, esta noite, também tenho algo maravilhoso e animador para lembrarmos: que, quando estamos felizes, Ele fica muito, muito feliz. Sei que Ele não poderia estar mais feliz esta noite em sua esfera celestial do que Ele está com vocês”. —Élder Jeffrey R. Holland, aos jovens das Filipinas

Em 14 de outubro de 2011, o Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos, e o Élder Tad R. Callister, da Presidência dos Setenta, chegaram às Filipinas, onde, além de conduzirem uma auditoria de área, eles também dirigiram uma série de treinamentos de liderança e de devocionais.

Três dias após sua chegada, o Élder Holland presidiu uma reunião especial de liderança do sacerdócio em San Fernando La Union. Também estavam presentes Élder Callister, Élder Michael John U. Teh, Presidente da Área Filipinas, Élder Abenir Pajaro e Élder Miguel Valdez, Setentas de Área, e o presidente do Templo de Manila, Moises Mabunga.

O Élder Holland iniciou reconhecendo que, com o crescimento da Igreja, está cada vez mais difícil para os líderes da Igreja conhecerem todos os membros. Ele explicou que a Igreja tem aproximadamente 2.900 estacas, o que significa que os membros da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos poderiam visitar cada uma das estacas apenas uma vez a cada 29 anos.

O Élder Holland salientou a importância de “pessoas que possuem as chaves manterem contato com pessoas que possuem as chaves” para garantir a linha aberta de comunicação entre a Primeira Presidência e os líderes da Igreja.

Ao expressar sua gratidão pelo sacrifício e serviço prestados pelos membros, o Élder Holland declarou aos líderes do sacerdócio: “Vocês são o milagre da Igreja”.

Em seguida ele enfatizou que os líderes do sacerdócio não são chamados para serem gerentes, mas, sim, para serem testemunhas e discípulos de Jesus Cristo.

Ele comparou o evangelho a uma pérola de grande valor, guardada em uma linda caixa.

“As atividades de nossa vida são importantes (…) mas não são o principal”, disse ele. Devemos “manter em nossa mente o evangelho, o amor de Nosso Pai Celestial, o dom eterno e a magnitude do Salvador em nossa vida, o Seu nascimento, a Sua Expiação e Ressurreição, e o plano de salvação”.

Orçamentos, relatórios, números e reuniões são importantes, reiterou o Élder Holland, mas não terão valor algum se a fé no Senhor não for cultivada. A melhor maneira de usarmos o nosso tempo, disse ele, é ajudando as outras pessoas a terem experiências espirituais.

Depois das palavras do Élder Holland, o Élder Callister falou aos presentes sobre casamento, família e a nova geração. Ele exortou os líderes do sacerdócio a “pôr em ordem tua própria casa” (D&C 93:43) e a liderar as atividades familiares. “Não dá para servir bem na Igreja sem ser em primeiro lugar um bom pai e marido”, afirmou ele.

Ao término da reunião, os líderes do sacerdócio tiveram um debate aberto com o Élder Holland.

No dia 20 de outubro, quinta-feira, o Élder Holland, o Élder Callister e o Élder Teh se reuniram com os missionários da Missão Filipinas Cebu. Presidente de missão Evan A. Schmutz e sua esposa, Cindy, também estavam presentes.

Durante a visita do Élder Holland e do Élder Callister, jovens de várias estacas locais de Manila prepararam uma pequena celebração cultural, parecida com a Celebração Cultural do Jubileu realizada em abril.

Os jovens apresentaram onze danças—algumas realizadas sobre bancos e outras com varas de bambu para fazer diferentes sons—que foram seguidas por um pot-pourri de músicas filipinas cantadas por um coral de adultos e, depois, pela apresentação de um quarteto que cantou a música-tema do Jubileu, “United”.

O Élder Holland dirigiu-se aos jovens após as apresentações expressando alívio por não ter que refazer os movimentos complicados daquelas danças.

“O que sabemos de [Deus] é que, quando estamos tristes, Ele fica triste, quando choramos, Ele chora (…) pois Ele nos ama muito. Contudo, esta noite, também tenho algo maravilhoso e animador para lembrarmos: que, quando estamos felizes, Ele fica muito, muito feliz. Sei que Ele não poderia estar mais feliz esta noite em sua esfera celestial do que Ele está com vocês”, disse o Élder Holland.

Ao lembrar os jovens de que são filhos do Pai Celestial, ele rogou-lhes que nunca deixem a Igreja. Disse que eles só encontrarão a verdadeira felicidade no evangelho de Jesus Cristo.