O Élder Nelson Ensina e Testifica na Área Ásia Norte

  Marianne Holman, da redação do Church News

  • 19 Março 2013

Em Tóquio, a partir da esquerda, estão o Élder Tad R. Callister, a irmã Kathryn Callister, a irmã Wendy Nelson, o Élder Russell M. Nelson, o Bispo Dean M. Davies, a irmã Darla Davies, o Élder Michael T. Ringwood e a irmã Rosealie Ringwood.  © 2013 Intellectual Reserve, Inc.

Destaques do Artigo

  • O Élder Russell M. Nelson visitou o Guam e o Japão na área Ásia Norte de 23 de fevereiro a 3 de março de 2013.
  • Ele disse que um ponto alto de sua viagem foi ir ao Templo de Tóquio, onde ele e a irmã Nelson fizeram o trabalho vicário por seus antepassados.
  • O Élder Nelson disse que o entusiasmo em Guam e no Japão corresponde às reações que ele viu em todo o mundo concernente ao anúncio da mudança de idade para a qualificação dos missionários.

“A maioria das pessoas vive dia após dia sem um pensamento do que vão fazer após esta vida, por isso procuramos dar-lhes essa perspectiva eterna. Esta vida mortal é apenas o segundo ato de uma peça de três atos — o melhor ainda está por vir.” — Élder Russell M. Nelson, do Quórum dos Doze Apóstolos

Pouco mais de dois anos após um apóstolo visitar Guam para organizar a primeira estaca do país em 10 de dezembro de 2010, o Élder Russell M. Nelson, do Quórum dos Doze Apóstolos visitou a ilha, localizada no Oceano Pacífico, durante sua primeira parada de uma visita de quase duas semanas à Área Ásia Norte.

O Élder Nelson foi acompanhado por sua esposa, a irmã Wendy Nelson; O Élder Tad R. Callister, da Presidência dos Setenta e sua esposa, irmã Kathryn Callister; e o Bispo Dean M. Davies, Segundo Conselheiro no Bispado Presidente e sua esposa, irmã Darla Davies. Os membros da Presidência da Área Ásia Norte — o Élder Michael T. Ringwood, o Élder Kazuhiko Yamashita e o Élder Koichi Aoyagi, todos dos Setenta — também acompanharam os líderes da Igreja em vários momentos durante sua visita.

A visita à área começou com uma conferência de liderança do sacerdócio em Guam, no dia 23 de fevereiro, e foi concluída com uma reunião no distrito militar em Okinawa, Japão, em 3 de março.

Após a reunião de liderança do sacerdócio em Guam, o Élder Nelson realizou reuniões especiais com os membros, missionários e líderes locais da Igreja e reuniu-se com os líderes do governo no Japão.

“Podemos aprender duas coisas com o povo [asiático]”, disse. “Primeiro é a honestidade e em segundo lugar, é a reverência pelos antepassados”.

O Élder Nelson disse ao Church News que era uma designação maravilhosa estar com as pessoas naquela área do mundo, mas que não importa onde esteja, sua mensagem permanece a mesma.

“Estamos aqui para ensinar e testificar do Senhor Jesus Cristo e Seu evangelho restaurado”, disse. “Esta é a maneira de encontrar alegria e propósito na vida. Embora o mundo e as pessoas do mundo façam o melhor que podem nas trevas e em desespero, eles não conseguirão encontrar a felicidade de outra forma. Assim, nossa mensagem é de paz e alegria, de fortalecimento das famílias, da união de marido e mulher, dos filhos aos pais e das pessoas a seus antepassados (…) para que todos possam desfrutar da vida eterna na presença de Deus quando sua jornada na Terra tiver chegado ao fim.

“A maioria das pessoas vive dia após dia sem um pensamento do que vão fazer após esta vida, por isso procuramos dar-lhes essa perspectiva eterna. Esta vida mortal é apenas o segundo ato de uma peça de três atos — o melhor ainda está por vir”.

O Élder Nelson disse que um ponto alto de sua visita ocorreu quando ele e a irmã Nelson foram ao Templo de Tóquio.

“É uma grande bênção ter dois templos no Japão e um terceiro (localizado em Sapporo) está em construção)”, disse. “Fomos ao Templo de Tóquio e participamos de uma sessão de investidura. Fizemos o trabalho vicário pelos antepassados [da irmã Nelson]. É o que fazemos agora — não apenas entramos no templo e pegamos os nomes de pessoas desconhecidas; levamos os nomes de família”.

A irmã Nelson, juntamente com a irmã Callister e a irmã Davies, dividiram e fizeram visitas especiais a alguns membros da Igreja. “Elas praticaram muito o bem”, disse o Élder Nelson. “Elas realizaram uma grande obra, talvez ainda mais valiosa do que o que fizemos com a revisão da área. Elas estavam em suas casas e tiraram fotografias — foi muito terno”.

Uma parte excepcional da viagem foi uma reunião especial realizada no dia 3 de março com o distrito de Okinawa — um distrito de militares americanos e suas famílias.

“É muito raro para nós nos reunirmos com um distrito militar”, disse ele. Foi também durante sua visita a Tóquio que o Élder Nelson, juntamente com a Presidência da Área, se reuniu com dois líderes do governo local — Fumio Kishida, ministro das relações exteriores no Japão e Sadakazu Tanigaki, o ministro da Justiça no Japão.

“Eles falaram em termos radiantes da Igreja, expressando gratidão por nossa ajuda após o terremoto, pelos elevados padrões morais e cidadãos responsáveis dos japoneses santos dos últimos dias”, disse ele. “Eles foram muito calorosos e amigáveis e expressamos nossa gratidão a eles por [possibilitarem] (…) a nossos missionários e visitantes como nós entrarem no Japão”.

O Japão tem seis missões. O Élder Nelson disse que alguns meses depois do Anúncio do Presidente Thomas S. Monson sobre a mudança da exigência da idade de jovens missionários, ainda há “uma onda de empolgação em toda a Terra”.

Durante sua visita a Tóquio, o Élder Nelson, juntamente com a Presidência da Área, se reuniu com dois líderes do governo local — Fumio Kishida, ministro das relações exteriores no Japão e Sadakazu Tanigaki, o ministro da Justiça no Japão. © 2013 Intellectual Reserve, Inc. (de Notícias para a Imprensa — Japão)

“Todo mundo está fortalecido e animado com o trabalho missionário”, disse ele. É incomparável. Os jovens querem ir. Eles namoram de um modo diferente. Eles estão mais ansiosos por aprender o evangelho. Eles ensinam uns aos outros nas aulas dos jovens agora. Eles sabem como obter todas as informações na Internet. Eles agora são os responsáveis por sua preparação para a missão”.

O Élder Nelson disse que o entusiasmo em Guam e no Japão corresponde às reações que ele tem visto em todo o mundo.

Antes de um devocional no escritório administrativo da Área Ásia Norte para funcionários e missionários seniores, o Élder Nelson ficou encantado por reencontrar algumas pessoas que havia encontrado vários anos antes. Um dos casais missionários seniores se apresentou como Kan Watanabe. O Élder Nelson respondeu rapidamente, lembrando-se dele de uma visita realizada há vários anos enquanto servia como presidente geral da Escola Dominical. O Élder Nelson perguntou ao Élder Watanabe sobre sua família e vida na Igreja. Ao ficar sabendo mais sobre os filhos e netos fiéis dos missionários, ele reconheceu o crescimento que havia acontecido na Igreja naqueles anos.

“Estamos conseguindo cada vez mais várias gerações de membros no Japão”, disse o Élder Nelson. “Estamos conseguindo o tipo de profundidade que vem com as famílias de várias gerações de membros”.

Ao descrever a próxima geração de membros da Igreja — jovens e jovens adultos — que encontrou durante sua viagem, o Élder Nelson disse que eles são “jovens brilhantes e cheios de luz” que “sabem quem são e sabem para onde estão indo. ... É divertido lhes ensinar porque são muito receptivos. Eles são a nata do leite”.

Durante sua visita a Tóquio, o Élder Nelson, juntamente com a Presidência da Área, se reuniu com dois líderes do governo local — Fumio Kishida, ministro das relações exteriores no Japão e Sadakazu Tanigaki, o ministro da Justiça no Japão. © 2013 Intellectual Reserve, Inc. (de Notícias para a Imprensa — Japão)