O Élder Oaks Dedica Antiga Escola como Novo CTM da Cidade do México

Contribuição de Barbara Morgan, colaboradora do Church News

  • 19 Fevereiro 2014

O Élder Dallin H. Oaks, outras Autoridades Gerais, líderes do CTM da Cidade do México com as respectivas esposas, posam no terreno do campus histórico do CTM, na Cidade do México.  Fotografia de Barbara Morgan.

Destaques de Artigos

  • O Élder Oaks dedicou o CTM do México, que anteriormente era a escola de ensino médio da Igreja Benemérito de las Américas.
  • Pode ser mais difícil ensinar usando Pregar Meu Evangelho, porém é mais eficaz, porque o ensino pode ser personalizado.
  • Dois dos propósitos da dedicação são: consagrar algo para um propósito sagrado e “invocar as bênçãos do céu sobre algo”.

Recebido por missionários entusiasmados, preparando-se para servir na América do Norte, América Central e América do Sul, o Élder Dallin H. Oaks do Quórum dos Doze Apóstolos, dedicou o Centro de Treinamento Missionário da Cidade do México no dia 9 de fevereiro.

Durante o programa dedicatório, o Élder Oaks testificou que a decisão de fechar a escola secundária Benemérito de las Américas e transformar o local em um centro de treinamento missionário foi inspirada. Ele assegurou, “Com esse passo, o México ocupa o seu lugar como uma nação entre as nações a acelerar a obra de salvação em toda a América do Norte e Sul”.

Dirigindo seus comentários a todos os missionários e líderes, tanto no CTM como em todo o México, ele aconselhou o uso de Pregar Meu Evangelho, explicando que, embora possa ser mais difícil ensinar de acordo com a forma nele prescrita, é mais eficaz, porque “proporciona um ensino que é individualizado de acordo com as necessidades de cada pesquisador”. Ele reconheceu, “agora vocês são mais jovens e mais é exigido de vocês, porém estão à altura dessa tarefa”.

O Élder Dallin H. Oaks fala na dedicação do Centro de Treinamento Missionário da Cidade do México, em 9 de fevereiro. O Presidente do CTM, Carl Pratt, aparece ao fundo. Fotografia de Barbara Morgan.

Voltando-se para um assunto mais amplo, o Élder Oaks afirmou que “a doutrina de Jesus Cristo compreendida em sua plenitude é o plano pelo qual podemos nos tornar o que Deus projetou que Seus filhos se tornem. Esse estado perfeito e imaculado resultará de uma sucessão de convênios, ordenanças e ações e de arrependimento contínuo”. Ele continuou: “Tudo isto se torna possível por meio da Expiação de Jesus Cristo e pela obediência às leis e ordenanças do evangelho”.

Ele lembrou, então, aos missionários que é sua a responsabilidade de levar essa mensagem ao mundo. “Tomamos sobre nós o nome de Jesus Cristo, e prosseguimos realizando Sua obra, armados com o poder de Seu sacerdócio, protegidos pelo escudo da fé, enriquecidos pelo nosso solene testemunho da veracidade do evangelho”.

Ele instruiu, “testificar é saber e dizer; ser convertido é fazer e vir a ser”. Para concluir, ele prestou testemunho e expressou sua “esperança fervorosa de que cada um de vocês que estão ao alcance do som de minha voz, por sua fidelidade e por suas ações justas, se qualificarão para as mais escolhidas bênçãos que Deus tem para Seus filhos: a vida eterna”.

Antes de fazer a oração dedicatória, o Élder Oaks indicou os dois propósitos da dedicação: consagrar algo para um propósito sagrado e “invocar as bênçãos do céu sobre algo”. Em sua oração dedicatória, ele expressou gratidão pelo evangelho e sua restauração nos últimos dias e, particularmente, “pelos missionários que trouxeram o evangelho para o país do México” e pela “visão, a fé e o sacrifício dos santos do México, inclusive particularmente aqueles que visualizaram e construíram esta grande escola Benemérito”.

Os missionários em treinamento no CTM da Cidade do México, recentemente aberto, dirigem-se em grupo para a cerimônia de dedicação do CTM, em 9 de fevereiro. Fotografia de Barbara Morgan.

A Síster Mariah Blake, de Los Angeles, Califórnia, chamada para servir em Honduras, apreciou o fortalecimento da importância do trabalho missionário e o papel de Pregar Meu Evangelho no ensino das pessoas. “Estou ansiosa para usar o material que foi revisado, alterado, examinado e inspirado por profetas de Deus, para ensinar individualmente a cada pessoa”, disse ela.

O Élder Jorge Moya, formado pela Benemérito há menos de um ano, que agora está se preparando para servir na Missão Ciudad Juarez México, contou como fora difícil para ele, quando ouviu o anúncio de fechamento de sua amada escola, mas reconheceu que “foi um passo necessário para aperfeiçoar o trabalho do Senhor. Já progredi neste lugar de modo que jamais poderia ter imaginado. Estar aqui para a dedicação e sentar-me nas mesmas cadeiras em que me sentava antes, quando era estudante e agora como missionário, é uma bênção incrível. Nós, como povo, somos muito abençoados!”

O Élder Doug Ferry, de Brigham City, Utah, chamado para a Missão Nebraska Omaha, expressou: “Sinto-me honrado e abençoado por estar aqui neste CTM. Todos os professores e os funcionários trabalham muito arduamente, e, por meio deles, temos podido obter experiências maravilhosas.” E continuou: “Na oração dedicatória, o Élder Oaks disse que o Espírito do Senhor iria dominar. Posso sentir isso. Sinto-me abençoado por ter estado aqui durante a dedicação”.