Élder Oaks Fala Sobre Revelação e Dom do Espírito Santo

  Sarah Jane Weaver, editora assistente do Church News

  • 18 July 2013

Élder Dallin H. Oaks, do Quórum dos Doze Apóstolos, durante o seminário de 2013 para novos presidentes de missão.  Fotografia: Christina Smith, IRI.

Destaques do Artigo

  • Falando sem um texto preparado, o Élder Oaks ensinou aos novos presidentes de missão a importância da revelação e o dom do Espírito Santo.
  • A função mais importante do Espírito Santo é prestar testemunho do Pai e do Filho.
  • O Élder Oaks disse que os membros e os missionários não podem subestimar o dom do Espírito Santo.

“Presto testemunho da natureza fundamental do Espírito do Senhor, (…) enviado para estar em comunhão [com] cada um de nós.” — Élder Dallin H. Oaks, do Quórum dos Doze Apóstolos

PROVO, UTAH

Ensinar pelo Espírito Santo é essencial para o trabalho missionário, disse o Élder Dallin H. Oaks, do Quórum dos Doze Apóstolos, no Seminário de 2013 para Novos Presidentes de Missão, em 24 de junho.

“Ensinamos conforme orientados pelo Espírito do Senhor”, disse ele.

Falando sem um texto preparado, o Élder Oaks abordou o tópico da revelação e do dom do Espírito Santo.

O Élder Oaks disse que no início da conferência para novos presidentes de missão há 27 anos, o Presidente Ezra Taft Benson disse: “Tenho dito tantas vezes aos meus irmãos que o Espírito é o elemento mais importante neste trabalho. Se o Espírito magnificar seu chamado, vocês poderão fazer milagres para o Senhor no campo missionário. Sem o Espírito, nunca terão sucesso apesar de todo o seu talento e capacidade”.

O Espírito mencionado pelo Presidente Benson é o Espírito Santo, disse o Élder Oaks. Também é chamado de Santo Espírito, Espírito do Senhor, Espírito da Verdade, e Consolador.

O Élder Oaks comentou que o Presidente Wilford Woodruff disse que o dom do Espírito Santo é o maior dom que podemos receber na mortalidade.

Também salientou que o Élder LeGrand Richards, do Quórum dos Doze Apóstolos, em um discurso em 1979, disse que o dom do Espírito Santo é tão importante para o homem quanto o sol e a água são para as plantas.

As escrituras têm excelentes ensinamentos sobre a missão do Espírito Santo, disse o Élder Oaks. “O Salvador disse a seus primeiros apóstolos que o Consolador iria ensinar todas as coisas e guiar a toda a verdade. Na revelação moderna lemos que o Consolador conhece todas as coisas e mostra todas as coisas.”

O Élder Oaks disse que a função mais importante do Espírito Santo, descrita muitas e muitas vezes nas escrituras, é prestar testemunho do Pai e do filho.

Citando o Presidente Boyd K. Packer, do Quórum dos Doze Apóstolos, o Élder Oaks disse que o Espírito Santo dirá aos membros da Igreja as palavras que devem falar.

“Tudo isso salienta a importância de agirmos sob a influência do Espírito Santo”, disse ele.

O Élder Oaks comentou que os membros devem receber constantemente a companhia do Espírito Santo por meio de obediência e dignidade. “Quando com consciência e sinceridade renovamos nossos convênios batismais ao partilharmos do sacramento, renovamos nossa qualificação para a promessa de que [possamos] ter sempre [conosco] o Seu Espírito”.

Aquele que acha que é algo pequeno partilhar do sacramento, não está consciente de toda sua importância, disse ele. Os santos devem lembrar-se de “que o Senhor declarou que o alicerce de uma grande obra é estabelecido por pequenas coisas, ‘e de pequenas coisas provém aquilo que é grande’”.

O Élder Oaks disse que os membros e os missionários não podem subestimar o dom do Espírito Santo. “O sacramento e o ato de partilhar dele semanalmente, bem como e a renovação consciente de nossos convênios é fundamental para o processo de revelação, para a capacidade de ensinar pelo Espírito.”

O Élder Oaks encerrou com uma escritura de Doutrina e Convênios 11, que foi recebida em maio de 1829, um ano antes de a Igreja ser organizada e em um período em que o Senhor estava ensinando a Joseph Smith fundamentos espirituais. Essa passagem profetiza que “uma grande e maravilhosa obra está para iniciar-se entre os filhos dos homens” e contém esta promessa do Senhor: “Dar-te-ei do meu Espírito, o qual iluminará tua mente” (ver vv. 1–14).

O Élder Oaks encerrou, dizendo: “Presto testemunho da natureza fundamental do Espírito do Senhor, o Espírito Santo, o Consolador, o Santo Espírito, o terceiro membro da Trindade, enviado para estar em comunhão [com] cada um de nós, para prestar testemunho do Pai e do Filho e que na função reveladora nos conecta com nosso Pai Celestial e com nosso Salvador, para nos levar à verdade”.