A Primeira Presidência anuncia reestruturação nos quóruns do Sacerdócio de Melquisedeque

Contribuição de Camille West, LDS.org Church News

  • 31 Março 2018

A Primeira Presidência anunciou que os sumos sacerdotes e os élderes serão reunidos em um quórum de élderes para aumentar a união e a eficiência ao se realizar o trabalho do Senhor.

Destaques de Artigos

  • Os sumos sacerdotes e élderes serão reunidos em um quórum de élderes.
  • O quórum de sumos sacerdotes da estaca terá como base os chamados atuais de liderança.

“Sentimos uma necessidade urgente de melhorar o modo como cuidamos de nosso povo. (…) Para fazer isso bem, precisamos fortalecer nossos quóruns do sacerdócio para que haja uma melhor orientação quanto ao ministério de amor e de cuidado que o Senhor deseja para Seus santos.” — Presidente Russell M. Nelson

Durante a sessão geral do sacerdócio no sábado, 31 de março, o presidente Russell M. Nelson anunciou uma reestruturação “significativa” nos quóruns do Sacerdócio de Melquisedeque da ala e da estaca, o que ajudará os portadores do Sacerdócio de Melquisedeque a “realizar o trabalho do Senhor de modo mais eficaz.

Em cada ala, o grupo de sumos sacerdotes e o quórum de élderes serão reunidos em um quórum de élderes”, ele disse. O grupo de sumos sacerdotes da estaca continuará a existir, mas terá como base os chamados atuais do sacerdócio.

O presidente Nelson disse que “essas mudanças foram elaboradas, examinadas e refinadas por muitos meses”. “Sentimos uma grande necessidade de melhorar a maneira como cuidamos de nossos membros e como reportamos nossos contatos com eles. Para fazer isso melhor, precisamos fortalecer nossos quóruns do sacerdócio para que haja uma melhor orientação quanto ao ministério de amor e de cuidado que o Senhor deseja para Seus santos. Esses ajustes foram inspirados pelo Senhor. Ao implementá-los, seremos ainda mais eficazes do que éramos antes.”

Em discursos subsequentes, o élder D. Todd Christofferson e o élder Ronald A. Rasband, ambos do Quórum dos Doze Apóstolos, acrescentaram mais detalhes.

Quórum de élderes da ala

O quórum de élderes da ala será liderado por uma presidência. A presidência pode ser composta de élderes e sumos sacerdotes, explicou o élder Christofferson. O presidente do quórum de élderes reportará ao presidente da estaca e se reunirá regularmente com o bispo.

Os ofícios do sacerdócio permanecerão os mesmos: os élderes continuarão a ser élderes e os sumos sacerdotes permanecerão sumos sacerdotes. O élder Christofferson também disse que “isso não significa que os sumos sacerdotes assumirão o controle do quórum de élderes”. “Esperamos que os élderes e os sumos sacerdotes trabalhem juntos em qualquer que seja a configuração da presidência do quórum e do serviço no quórum.”

A presidência atual do quórum de élderes será desobrigada, e a presidência da estaca chamará uma nova presidência do quórum de élderes. O élder Rasband disse que, “quando uma ala tem um número excepcionalmente grande de portadores ativos do Sacerdócio de Melquisedeque, os líderes podem organizar mais de um quórum de élderes” (ver D&C 107:89).

O élder Christofferson explicou que um quórum unificado do Sacerdócio de Melquisedeque na ala permitirá que os membros do quórum aprendam uns com os outros ao trabalharem juntos para cumprir todos os aspectos do trabalho de salvação, inclusive o trabalho de templo e história da família, que era coordenado anteriormente pelos sumos sacerdotes. Ele disse também que “a sabedoria, a experiência, a capacidade e a força que serão encontradas nesses quóruns indicam o início de novos dias e de um novo padrão de serviço no sacerdócio em toda a Igreja”.

“Esses ajustes vão ajudar os quóruns de élderes e a Sociedade de Socorro a harmonizar seu trabalho”, afirmou o élder Rasband. “Também vão simplificar a relação entre o quórum, o bispado e o conselho da ala. Vão também permitir que o bispo delegue mais responsabilidades ao presidente do quórum de élderes e à presidente da Sociedade de Socorro, de modo que o bispo e seus conselheiros possam se concentrar em seus principais deveres — particularmente o de presidirem os rapazes que possuem o Sacerdócio Aarônico e as Moças.”

“Que alegria será para todos os portadores do Sacerdócio de Melquisedeque ter a bênção de ensinar, aprender e servir lado a lado com todos os membros da ala”, acrescentou o élder Rasband. “Onde quer que estejam e quaisquer que forem suas circunstâncias, nós os convidamos a aceitarem, em espírito de oração, fielmente e com alegria, novas oportunidades de liderar ou de serem liderados e de servir em união como um grupo de irmãos do sacerdócio.”

Quórum de sumos sacerdotes da estaca

O élder Rasband explicou que “os quóruns de sumos sacerdotes da estaca vão continuar existindo. A presidência da estaca vai continuar servindo como presidência do quórum de sumos sacerdotes da estaca”. A presidência da estaca, ele disse, “se reúne com os membros do quórum de sumos sacerdotes para se aconselhar com eles, prestar testemunho e treiná-los”.

O quórum de sumos sacerdotes da estaca incluirá os sumos sacerdotes que atualmente servem na presidência da estaca, nos bispados, no sumo conselho e como patriarcas operantes.

As reuniões também continuam conforme explicado no manual, mas com pequenos ajustes. Ele também disse que as alas e estacas não mais realizarão reuniões de comitê executivo do sacerdócio e que as questões especiais da ala podem ser abordadas em uma reunião expandida do bispado ou no conselho da ala. As reuniões do comitê executivo do sacerdócio da estaca passarão a se chamar “reuniões do sumo conselho”. A reunião anual de todos os sumos sacerdotes ordenados em uma estaca não será mais realizada, mas ele disse que “a presidência da estaca ainda terá uma reunião anual do quórum de sumos sacerdotes da estaca”.

Reconhecendo que cada ala e cada estaca é diferente, o élder Rasband incentivou as alas e as estacas a agirem “prontamente de acordo com essas mudanças após [a] conferência geral”.