Nove Maneiras Pelas Quais Você Pode Aproximar-se Mais de Deus

Contribuição de Marianne Holman, da redação do Church News

  • 11 Março 2014

A Irmã Linda K. Burton compartilhou nove maneiras de aproximar-se mais de Deus, durante uma transmissão do devocional do SEI para jovens adultos, em 2 de março de 2014.

Destaques de Artigos

  • 1. Orar sinceramente e com humildade.
  • 2. Agir prontamente, ao sentir impressões espirituais.
  • 3. Estudar as escrituras diariamente.
  • 4. Observar a lei do jejum.
  • 5. Ser digno e adorar no templo.
  • 6. “Não tratar com leviandade as coisas sagradas.”
  • 7. Estar preparado para seguir em frente com fé.
  • 8. Deixar que o Senhor decida os detalhes do que Ele escolher revelar e quando escolher revelar.
  • 9. Dar ouvidos às advertências proféticas.

“O Espírito Santo pode fazer por nós, física, espiritual, emocional, mental e intelectualmente o que nenhum remédio feito por homens pode começar a produzir”, disse a Irmã Linda K. Burton, presidente geral da Sociedade de Socorro, durante um devocional do Sistema Educacional da Igreja, em 2 de março.

A transmissão foi traduzida para muitos idiomas, aos jovens adultos da Igreja em todo o mundo. [Assistir à transmissão aqui.]

Assim como aprender um instrumento ou um idioma é um processo, aprender a linguagem do Espírito também é um processo, disse Irmã Burton.

“É meu mais profundo desejo que aumentemos nossa capacidade de ouvir e compreender os sussurros do Espírito e agir de acordo com os sussurros que recebemos do Espírito Santo”, disse ela. “Para fazê-lo, precisamos primeiramente aprender a reconhecer Sua voz.”

A Irmã Burton compartilhou nove maneiras de ajudar as pessoas em seu esforço para se aproximarem mais de Deus e ouvir Sua voz, falando com elas.

“Podemos começar por reconhecer que nosso Pai Celestial quer comunicar-Se conosco”, disse ela.

1. Orar sincera e humildemente.

“Uma forma de orar com sinceridade é aprender a formular perguntas sinceras e francas e levá-las humildemente ao Senhor”, ensinou a Irmã Burton. Orar com sinceridade significa que as pessoas têm a intenção de colocar em prática a resposta que receberem, disse ela.

2. Agir prontamente ao receber impressões espirituais.

Compartilhando um vídeo de um fato da vida do Presidente Thomas S. Monson, que ilustra a importância vital de atender prontamente às impressões do Espírito, a Irmã Burton falou da importância de agir e realizar as coisas que o Espírito orienta.

3. Estudar diariamente as escrituras.

Citando as palavras do Élder Robert D. Hales, do Quórum dos Doze Apóstolos, a Irmã Burton disse: “Quando queremos falar com Deus, oramos. E, quando queremos que Ele fale conosco, estudemos as escrituras; pois Suas palavras são ditas por meio de Seus profetas”.

Compartilhando uma experiência que teve, quando estava com 20 anos de idade, a Irmã Burton falou de sua necessidade de obter uma resposta a orações sinceras que estava oferecendo, enquanto enfrentava uma decisão difícil. Enquanto falava com seu pai, ele sugeriu que ela recorresse às escrituras, para ajudar a orientar suas decisões.

“Segui seu conselho inspirado e examinei as escrituras”, disse ela, e fui abençoada com uma resposta e serena certeza no coração.

4. Observar a lei do jejum.

“A fim de aumentar nossa capacidade de ouvir a voz do Espírito, todos faríamos bem em jejuar todo domingo de jejum e oferecer livremente nossa oferta de jejum, a fim de ajudar aos necessitados”, disse ela.

Por meio do jejum, vem o espírito de profecia e revelação e a oportunidade de serrnos aconselhados pelo Senhor.

5. Ser dignos e adorar no templo.

Citando as palavras do Presidente George Albert Smith, a Irmã Burton disse que “cada um de nós tem direito à inspiração do Senhor, proporcionalmente ao modo em que levamos uma vida digna”.

“A dignidade parece um preço pequeno a pagar, a fim de abrir as janelas do céu”, disse ela. “Quando guardamos nossos convênios e tomamos dignamente o sacramento, recebemos a promessa de que sempre teremos o Espírito conosco. Mas isso vem depois que prometemos e guardamos o convênio de que sempre nos lembraremos do Salvador.”

6. “Não trates com leviandade as coisas sagradas” (D&C 6:12).

As pessoas precisam reconhecer que a revelação do Senhor é uma responsabilidade sagrada, ensinou a Irmã Burton.

7. Estejam preparados para seguir em frente com fé.

A Irmã Burton disse que, quando ela e o marido estavam noivos e fazendo planos para o futuro, voltaram-se para o conselho dado por um profeta vivo.

“Nós prosseguimos com fé”, disse ela. ‟Não foi fácil. (...) Olhando para trás, podemos agora ver como dar esses passos de fé resultou em bênçãos eternas, bênçãos que poderíamos ter perdido, se não tivéssemos dado atenção à voz do Espírito, por meio do profeta escolhido do Senhor.”

8. Deixe que o Senhor decida os detalhes do que Ele escolhe revelar e quando escolhe revelá-lo.

Ela contou sobre as experiências de seus filhos, procurando dignos companheiros eternos. Algumas dessas experiências necessitaram anos de espera paciente e prosseguir com fé, disse a Irmã Burton. Às vezes, os céus até pareciam fechados para eles, ao orarem.

“Quando a cronometragem do Senhor conflitar com nossos próprios desejos, confiem em que pode haver algumas experiências preparatórias que o Senhor precisa que tenhamos, antes que nossas orações sejam respondidas.”

9. Ouçam as advertências proféticas.

Compartilhando exemplos de advertências proféticas dadas pelos profetas hoje em dia, a Irmã Burton ensinou que é por meio da sintonia do coração com a voz do Espírito que advêm as bênçãos.

“De todos os dons que o Pai Celestial poderia ter decidido conceder a Seus filhos e filhas, quando saem das águas do batismo, Ele decidiu dar-nos o dom do Espírito Santo.”