"O meu lugar santo é ..."

  Silvia Díez Adriano, editora das Páginas Locais e Web Master do LDS.org

  • 17 July 2013

Jovens e líderes que participaram no CEJ Express 2013 no centro de estaca de Oeiras.

O CEJ Express 2013-Oeiras foi uma atividade fora do comum! O centro de estaca de Oeiras recebeu no dia 13 de julho de 2013 quase 300 jovens provenientes das estacas de Lisboa, Oeiras e Setúbal e dos distritos de Algarve e Santarém, também se juntaram alguns jovens das estacas do Porto e Coimbra.

Dirigidos e orientados pelo Comité de CEJ Express: José e Céu Cavaco, Administradores; Dinis e Silvia Adriano, Diretores de Sessão; Hugo e Cristiana Macedo e Pedro e Nádia Freitas, Conselheiros Motivadores; e um conjunto de 29 maravilhosos conselheiros: Vanessa Fernandes, Daniela Adriano, Cátia Gago, Daniel Adriano, Carson Bennett, Andy Nelson, Raynerson Maia, Ricardo Macedo, Isabel Nogueira, Gabriela Khaled, Laura Silva, Inês Alves, Rute Neves, Léia Saboia, Eva Piedade, Érica Carvalho, Ana Barbosa, Tânia Nogueira, Débora Justo, Vanessa Soares, Marta Manuel, Vera Silveira, Jairo Franco, Luís Carlos Dias, António Santos, Tiago Sousa, Daniel Dornelles, Ruben Santos e Ismael Imbuqui. Os jovens passaram um dia cheio de atividade, ensino e diversão.

Nos comités de logística e administração contou-se com: Paulo Adriano, Miguel Adriano, Manhol Andrade, Zélia Ribeiro, Deanna Adriano, Sara Gouveia, Rui Guerreiro, Albaniza Alves, Denilson Pereira e Francisco Coelho.

Um excelente comité local composto por irmãos das estacas de Lisboa e Setúbal: Gustavo Silva, Mário Rodrigues, Aníbal Gago, Elisabeth Rodrigues, Ana Rodrigues, Iani Dimitrov, Rogerio Almeida, Carla Almeida, Eduardo Gomes, Raul Estrela, Elisabete Pacheco, Beatriz Santiago e Ermelindo Pai, preparou para todos os participantes e líderes umas deliciosas refeições.

O programa incluiu as boas vindas e uma sessão de orientação, um devocional com o tema da Mutual deste ano: “Permanecei em lugares santos…”, jogos, preparação de gritos de guerra e estandartes, apresentação dos mesmos, show de talentos, baile, “fotografia de família” e concerto das músicas do tema.

Os jovens participantes do CEJ e alguns líderes expressaram qual é o seu “lugar santo”:

Leandro B., ramo de Loulé, distrito do Algarve: O meu lugar santo é a minha casa porque é onde aprendo e onde está a minha família.

Pedro D., ala 5 de Lisboa: O meu lugar santo é o templo porque me ajuda a aproximar de Deus.

Gabriel, ala 1 de Setúbal: O meu lugar santo é na Igreja, porque posso aprender mais coisas sobre o evangelho do Senhor.

Júnior F., ala Tejo, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é em casa porque estou com a minha família.

Helena P. ramo de Mafra, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é a minha casa com a minha família porque lá posso sentir o Espírito.

João G.: O meu lugar santo é em casa porque a minha família está sempre unida e sente-se muito o Espírito.

Ruben A., ala de Barreiro, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o templo porque é a casa do Senhor.

Samuel S., ramo de Faro, distrito do Algarve: O meu lugar santo é o jardim da capela porque é onde posso pensar nas coisas da minha vida que ainda preciso de melhorar para chegar à perfeição.

Bruno T., ramo de Olhão, distrito do Algarve: O meu lugar santo é a oração porque é o momento que estamos mais próximos do Pai Celestial.

Daniel, ala de Almada, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é no templo porque é nesse lugar que eu me sinto bem, sinto o Espírito e onde estou com a minha família. É um lugar maravilhoso.

Andreia, ramo de Loulé, distrito do Algarve: O meu lugar santo é quando estudo as escrituras pois é quando me sinto mais perto do meu Pai Celestial e do meu Salvador Jesus Cristo. Na verdade qualquer lugar pode ser meu lugar santo desde que não me esqueça de quem sou e do que sou.

Rita S., ramo de Vasco de Gama, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é e onde eu posso ser um bom exemplo, onde posso sentir o Espírito e aproximar-me do Pai Celestial.

Josemar, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é a presença do Espírito no meu coração porque ele me guia e protege, tornando assim mais firme a minha ligação com Deus.

Catarina A., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é quando estou a fazer a reunião familiar com a minha família porque é quando estamos todos juntos.

Cassandra M., ramo de Portimão, distrito do Algarve: O meu lugar santo é sempre que sinto o Espírito ao ouvir um hino.

Alexandra A., ala de Odivelas, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é quando leio as escrituras porque me sinto bem.

César, ala de Mem Martins, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é quando oro pelos outros. Tem uma maior importância e peso moral se pudermos ajudar os outros em vez de nós mesmos.

Miguel, distrito do Algarve: O meu lugar santo é a Igreja porque sinto a presença do Espírito.

Mariana M., ala 1 de Coimbra: O meu lugar santo é ao lado de aqueles que me amam e me respeitam porque me sinto mais perto do Pai Celestial.

Saymon M., ala de Mem Martins, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é a minha casa porque estou ao lado da minha família.

Bruno S., ala de Oeiras: O meu lugar santo são todos os lugares onde eu estou desde que sinta o Espírito porque são os lugares onde me sinto bem.

Miguel T., ala 2 de Viseu, estaca de Coimbra: O meu lugar santo é no meu lar porque com a minha família sinto o Espírito.

Catarina V., ala de Costa de Caparica, estaca de Setúbal: O meu lugar santo foi a primeira vez que fui ao templo porque pude sentir o Espírito como nunca o tinha sentido.

Mário D., ala de Cacém, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é na minha mente porque posso controlar tudo que eu quiser.

Rute A., estaca de Oeiras: O meu lugar santo é na Igreja porque me sinto protegida e perto de Deus; sinto que me compreendem e me fazem sentir confiante.

Beatriz R., ala de Mem Martins, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é a minha sala porque é lá que fazemos a nossa reunião familiar e estamos lá com a família todos reunidos.

Rafael V., ala de Almada, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é quando me ajoelho porque é quando tomo as decisões difíceis. A minha família também é o meu lugar santo porque é com ela que me aconselho e me apoia.

Renato V., ala de Almada, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o lar porque quando estou com a minha família sinto que estou protegido ao redor das pessoas de que gosto.

Izy, ala de Amadora, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é a capela e o meu lar pois é onde posso sentir o Espírito com maior intensidade.

Gilmar, ramo de Sacavém, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é na Igreja porque lá temos paz e lembramo-nos sempre do nosso Salvador e todos os membros são unidos.

Nicole R., ala de Mem Martins, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é a capela e a sala sacramental, porque eu sei que o Espírito Santo está lá sempre presente. Quando discursamos ou prestamos o nosso testemunho sentimos o Espírito e todos mantem a reverência; todos temos o mesmo objetivo, seguir o caminho do Senhor. Renovamos os nossos convênios e lembramo-nos do sacrifício expiratório e de que Jesus Cristo é nosso Salvador.

Ana P., ala de Alverca, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é a capela, porque é la onde eu me sinto protegida e onde eu sinto mais em sintonia com o Espírito.

Fábio L., ramo de Sacavém, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é na capela porque é onde me sinto mais próximo de Deus.

Diana P., ala Tejo, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é o Seminário diário matinal e quando falo com os meus amigos da Igreja sobre algo do Seminário, como curiosidades, etc… São estes momentos em que eu posso sentir o amor do Salvador e fortalecer o meu testemunho e o dos meus amigos.

Henrique A., ala de Odivelas, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é a minha casa pois é lá que estudo as escrituras e onde medito sobre as escolhas que devo fazer na minha vida.

Filipa S., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o templo e as conferências gerais porque são os lugares/momentos em que me sinto mais próxima do Senhor e longe das coisas do mundo.

Tiago G., ramo de Carregado, distrito de Santarém: O meu lugar santo é em minha casa porque ao obedecer ao Senhor todos juntos podemos ter uma família.

Tâmer S., ramo de Vasco de Gama, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o CEJ e as atividades da Igreja.

Raquel S., ala 1 do Porto: O meu lugar santo é a minha bênção patriarcal onde obtenho as revelações mais pessoais e importantes para mim e onde posso ver os planos que o Pai Celestial tem para mim.

Iovana F., ramo de Torres Vedras, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é todo o lugar onde eu estou porque eu sou “santa dos últimos dias”.

Sagar, ala de Benfica, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é o meu lar porque é onde posso estar com a minha família.

Cláudia, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é na minha casa porque posso estar no meu quarto e ler as escrituras.

Luís G., estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a minha casa porque é lá onde está a minha família e eu gosto muito dela.

Nádia F., ala de Almada, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é no meu lar junto com a minha família, onde posso sentir o Espírito ao ler e estudar as escrituras. É também no lar onde sinto a mesma paz que sinto no templo e por isso sinto-me mais fortalecida.

Daniel D., ala Tejo, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é o meu corpo porque se meu corpo estiver puro eu estarei bem e fiel.

Ana S., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é quando posso estar com a minha família e a partilhar o evangelho com eles.

Júlia D., ramo de Loulé, distrito do Algarve: O meu lugar santo é meu quarto pois é onde posso ser eu própria e fazer o que mais gosto, estar com o Senhor!

Paulo R., ramo de Olhão, distrito do Algarve: O meu lugar santo é em casa, porque é onde me sinto bem.

Micaela C., ala 2 de Setúbal: O meu lugar santo é o meu quarto, pois é onde posso estar em paz, orar, ler as escrituras, posso sentir-me perto do Senhor.

Marco G., ala de Benfica, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é o templo porque sinto o Espírito por completo.

Leonardo O., ala de Alverca, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é o templo porque podemos sentir o Espírito profundamente.

Sara, ramo de Faro, distrito do Algarve: O meu lugar santo é a cadeira onde eu me sento para assistir às reuniões da Igreja, porque quando estou nesse lugar sinto o Espírito.

Ricardo, ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é quando estou na reunião sacramental com os meus amigos e com a minha mãe.

Diana M., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o templo. Sinto uma grande paz e felicidade quando estou lá e vou ter a bênção de viver numa cidade onde vou ter a casa do Senhor a 10 minutos da minha casa.

Bruno F., ramo de Olhão, distrito do Algarve: O meu lugar santo é todos os lugares onde consiga estar em total contacto com o Espírito e o Pai Celestial, pois é nestes que me sinto em paz.

Filipe M., ramo de Santarém: O meu lugar santo é o meu quarto.

Tiago S., estaca de Lisboa: O meu lugar santo é na Igreja porque é onde falo mais com Deus e peço a sua ajuda.

Andressa, ala de Almada, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é onde eu estou. Desde que eu sinta o Espírito Santo, o meu lugar santo pode ser qualquer lugar porque o Espírito Santo faz-me sentir bem e em paz e me permite fazer somente coisas certas.

Ana C., ala de Cacém, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é a minha casa porque posso sentir o Espírito e estou em paz.

Filipe M., ala 1 de Setúbal: O meu lugar santo é a minha casa pois posso fazer boas coisas.

Saylon, ala de Mem Martins, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é em casa porque permaneço com a minha família.

Tamara, ala de Cacém, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é a minha casa porque tenho a minha família ao meu lado.

Felícia C., ala 2 de Setúbal: O meu lugar santo é o meu quarto. Foi sempre o sítio onde senti o Espírito Santo, o seu consolo e o amor do Pai Celestial durante as minhas orações.

Daniela, ala de Seixal, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o templo porque é um sítio onde nos sentimos bem.

André G., ramo de Póvoa de Santa Iria, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é a Igreja, porque é lá que sinto que faço as coisas certas com os meus amigos.

Riandson N., ala de Benfica, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é na mesa de almoço com a minha família, porque todos em casa estão reunidos nesse momento e vejo felicidade na minha família.

Sérgio C., ala 2 de Setúbal: O meu lugar santo é quando estou junto da minha família pois é com ela que eu me sinto seguro.

Teresa S., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a minha casa e a minha capela pois é lá que me sinto bem, com o espírito certo.

Anabel A., ala Tejo, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é na reunião de testemunhos, porque é onde oiço os testemunhos das pessoas com os mesmos princípios que os meus, também é neste momento que eu cresço e me sinto mais perto do Pai.

André A., ramo de Portimão, distrito do Algarve: O meu lugar santo é onde estudo as escrituras porque sinto o Espírito a testificar-me que o que li é verdade.

Daniel M., ramo de Faro, distrito do Algarve: O meu lugar santo é a reunião sacramental porque é quando sinto o Espírito com mais força. Também durante a minha confirmação quando recebi o dom do Espírito Santo.

 Samuel C., ala 2 de Setúbal: O meu lugar santo é o templo, porque lá sinto realmente o Espírito.

Leandro B., ramo de Lagos, distrito do Algarve: O meu lugar santo é num sítio onde sinta o Espírito.

Carlos A., ramo de Portimão, distrito do Algarve: O meu lugar santo pode ser qualquer um desde que esteja em conexão com o Espírito Santo.

David, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a Igreja porque todas as pessoas são amigáveis e eu onde eu consigo manter os padrões do evangelho.

José B., estaca de Oeiras: O meu lugar santo é a minha casa porque sinto o Espírito do Senhor.

Iani S., ramo de Lagos, distrito do Algarve: O meu lugar santo é o meu quarto porque eu e o meu irmão estamos sempre a fazer orações e a guardar os mandamentos.

Mariana C., ala de Amadora, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é os amigos, a família, o evangelho e qualquer situação que me ajude a “não ser movida”. Só chegamos longe em grupo e com as pessoas de que gostamos, fazendo o que gostamos.

Cláudia L., ramo de São Brás do Alportel, distrito do Algarve: O meu lugar santo é com a minha família porque é ai que me sinto bem.

Gustavo S., ala 5 de Lisboa: O meu lugar santo é na reunião familiar.

Malcom, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é no meu quarto porque tenho tudo quanto necessito.

Fernando G., ala de Seixal, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é onde meu irmão Ismael estiver pois ele é a minha família mais próxima.

Moroni K., ramo de Beja, distrito do Algarve: O meu lugar santo é o meu quarto, é o lugar onde faço as minhas orações, leio as escrituras e tenho o meu descanso, onde me sinto em paz.

Filipe C., ala do Seixal, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o meu quarto pois é onde leio as minhas escrituras e faço orações.

Ana S., ala de Oeiras: O meu lugar santo é a minha mente, tudo está na minha cabeça e sou eu que dou a autorização para seguir.

Paulo, ala de Cacém, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é na Igreja porque lá me sinto feliz.

Catarina A., ala de Seixal, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a Igreja.

Pedro F., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a Igreja porque é onde eu me sinto mais perto de Deus.

Elvis, ramo de Sacavém, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é quando estou no meu quarto, sinto-me em paz e mais feliz.

Cátia F., ala 1 de Setúbal: O meu lugar santo é em casa, na Igreja e com os amigos porque é onde me sinto bem.

Helenio M., ramo de Abrantes, distrito de Santarém: O meu lugar santo é em casa porque estou com a minha família.

Rúben T., ala de Seixal, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é no campo porque não qualquer tipo de barulho e sinto paz.

Dylan A., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a minha casa porque é lá onde habita a minha família e é lá onde posso encontrar conforto e compreensão.

Ingrid S., ala de Mem Martins, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é o dia em que fui selada á minha família. Penso que o que mais amo neste evangelho é saber que as famílias poderão ser eternas. Apesar de que no dia do selamento eu fosse uma criança, tenho algumas lembranças, e as salas por onde passei e a roupas, era tudo tão branco e puro. Hoje percebo que é uma ordenança bastante sagrada e única e agradeço ao Pai Celestial que deu esta oportunidade a minha família.

Ana R., ala de Cacém, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é na Igreja porque é onde eu sinto mais o Espírito.

Diamantino M., ramo de Abrantes, distrito de Santarém: O meu lugar santo é a escola de música porque a música edifica-me.

Natacha Q., ramo de Loulé, distrito do Algarve: O meu lugar santo é a minha casa porque é lá onde passo os meus melhores momentos.

David G., ala de Costa de Caparica, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a minha casa porque lá sinto o Espírito com a minha família.

André C., ala 2 de Setúbal: O meu lugar santo é a minha casa, porque lá sinto o Espírito com a minha família.

Pedro S., ala Tejo, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é quando faço divisões com os élderes, sinto o Espírito Santo forte quando estou com eles.

Nando M., ala 1 de Lisboa: O meu lugar santo é junto da minha família porque me sinto feliz.

Marla, ala de Benfica, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é a minha família e amigos porque é onde posso sentir o Espírito.

André, ramo de Beja, distrito do Algarve: O meu lugar santo é a minha casa, pois lá posso encontrar a minha família e conforto.

Neusa C., ala de Cacém, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é o sacramento, porque renovo os meus convênios e penso no que Cristo fez por mim.

Bruna, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é em minha casa porque é onde me sinto em paz.

Cristóvão T., estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a praia porque sinto paz.

Rodrigo F., estaca de Oeiras: O meu lugar santo é na Igreja, porque é o lugar onde me sinto bem e feliz.

Anatilia, ramo de Beja, distrito do Algarve: O meu lugar santo é na Igreja porque quando estou lá fico com uma grande paz.

Sara P., ala 5 de Lisboa: O meu lugar santo é no templo porque medito lá sobre todas as bênçãos que já recebi e sinto que nunca estive sozinha, tinha sempre alguém em quem confiar.

Isaurinha M., ramo de Beja, distrito do Algarve: O meu lugar santo é o meu quarto, porque lá é onde comunico com Deus, penso na vida, nas preocupações da minha família.

Eunice F., ramo de Loulé, distrito do Algarve: O meu lugar santo é o templo porque lá está sempre o Espírito e pessoalmente tenho sempre vontade de melhorar mais e mais.

Soraia F., ala Tejo, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é na Igreja porque sinto que é a casa do Senhor.

Aymar F., ala de Amadora, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é o templo porque é a casa do Salvador.

André P., ala de Almada, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o templo porque lá sinto-me inspirado e é sempre uma experiência boa.

Inês A., ala 1 de Lisboa: O meu lugar santo é quando me batizei há 4 semanas porque quando acabei senti uma voz a dizer: “Serás abençoada”.

Moroni S., ala de Seixal, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a Igreja porque aprendo muitas coisas e sinto-me bem com os meus amigos e líderes que sempre me apoiam.

Núria G., estaca de Lisboa: O meu lugar santo é a minha casa pois lá eu e a minha família tentamos ser como Cristo e fazer as coisas certas. É lá que eu sinto o Espírito bem presente.

Inês R., ala de Costa de Caparica, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o meu lar, porque eu me sinto feliz com a minha família, eles me ajudam a permanecer firme na Igreja e fazer as escolhas mais acertadas.

Tatiana, ala de Alverca, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é no templo e com a família.

Celina, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é ir ao templo para guardar os convênios sagrados.

Kiene V., ala 5 de Lisboa: O meu lugar santo é na minha casa porque é ai onde eu me sinto bem e confortável com quem partilho esse lugar.

Daniel Q. O meu lugar santo é o templo, porque é onde sentimos os Espírito do Senhor, encontramos paz e amor com o próximo e o amor de Cristo é enorme.

André C., ala 5 de Lisboa: O meu lugar santo é quando estou com a família e amigos, porque é quando sinto o Espírito.

Jéssica D., estaca de Setúbal: O meu lugar santo é na Igreja ao lado da minha mãe, porque todos os domingos quando lá entro parece que todas as preocupações, problemas, tristezas são mudadas por amor.

Diana S., ramo de Santarém: O meu lugar santo é no templo, porque é um lugar onde eu posso estar em paz e com o Espírito Santo.

Sérgio C., ramo de Sacavém, estaca de Lisboa: Se nós formos santos, não há necessidade de criar um lugar santo pois nós vamos estar a transformá-lo num, se estivermos em sintonia com o Espírito de Deus.

Nicole K., ramo de Beja, distrito do Algarve: O meu lugar santo é ao pé da minha família porque me sinto amada.

Inês T., ala de Amadora, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é a minha casa pois é onde muitas vezes sinto o Espírito, onde oro diariamente, onde leio as escrituras diariamente, é onde faço as reuniões familiares e a partilha de experiências boas com a minha família e onde concretizo varias tarefas sem me pedirem.

Cássia C., ala 2 de Setúbal: O meu lugar santo é quando fui ao templo.

Daniela, ramo de Santarém: O meu lugar santo é o templo porque é lá onde somos selados para a eternidade.

Rute P., ala 5 de Lisboa: O meu lugar santo foi no dia do meu batismo.

Érica, ramo de Olhão, distrito do Algarve: O meu lugar santo é na Igreja no dia do Senhor.

Dhébora A., estaca de Oeiras: O meu lugar santo foi no dia do meu batismo porque me senti muito bem, senti o Espírito e uma paz muito boa.

Melissa C., ala de Mem Martins, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é o meu quarto, quando estou a ler as escrituras, porque lá consigo sentir o Espírito do Senhor.

Miguel T., ala de Costa de Caparica, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a minha casa porque é lá que me sinto feliz e onde tenho minha família com que posso desfrutar bons momentos e sentir a união entre nós.

Rúben A., ala de Linda-a-Velha, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é a minha casa porque é onde está a minha família.

Alex F., ramo de Loulé, distrito do Algarve: O meu lugar santo é estar com as pessoas que amo e que amam também, porque sei que me levam por bons caminhos.

Inês C., ala 1 de Setúbal: O meu lugar santo é no piano. Quando toco o piano sinto a presença do Espírito Santo e sinto o amor do Pai Celestial através da música.

Gabriella M., ala de Costa de Caparica, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é com a Inês C. porque a nossa amizade foi construída na rocha do evangelho. Cada momento que passamos juntas nos fortalece espiritualmente e sei que o Pai Celeste usa pessoas para chegar até nós.

Vítor B., ala de Cacém, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é a capela porque todos lá acreditam em Deus.

David S., ala de Seixal, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o meu lar pois lá estou com as pessoas que mais gosto e que estarão sempre para me ajudar.

Roberto A., ala de Cacém, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é no meu quarto porque sinto-me em paz e com o Espírito quando leio as escrituras e oro.

David A., ala 1 de Lisboa: O meu lugar santo é onde quer que eu esteja pois guardo os mandamentos e me esforço por ter a companhia do Espírito Santo.

Carla., ramo de Póvoa de Santa Iria, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é o templo. É um lugar onde eu sinto amor e fidelidade ao Pai Celestial e Jesus Cristo.

Aline S., ala de Benfica, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é no meu quarto, porque é onde posso meditar.

Luís D., ala de Seixal, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o templo, porque é o lugar mais seguro, santo e sagrado que existe e vai existir para sempre.

Gabriel S., ala 5 de Lisboa: O meu lugar santo é junto da minha família pois eles são um exemplo para mim.

Sandro, ramo de Olhão, distrito do Algarve: O meu lugar santo é na Igreja, porque me sinto à vontade com os membros e amigos e sinto o Espírito.

Regina N., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a Igreja, porque a minha mãe e a minha irmã também são membros e é onde eu posso saber mais sobre o evangelho de Cristo.

André O., ramo de Sacavém, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é em casa porque estou com a minha família.

Carlos H., ala 5 de Lisboa: O meu lugar santo é em casa, porque posso sentir o Espírito de Deus.

Maria P., ramo de Santo André, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o templo, porque sempre que vou lá sinto-me bem comigo mesma, sinto paz.

Calven, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a minha casa, é onde eu tenho mais fé.

Ana T., ala de Alverca, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é em casa, porque é lá que sinto o Espírito do Senhor.

Cátia M., ala 1 de Setúbal: O meu lugar santo é o templo porque é um lugar sagrado e é onde encontro paz.

Tiago S., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a Igreja porque admiro o meu pai que é o bispo.

Micaela, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é na minha casa.

Liliana V., estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a minha casa porque é lá que eu convivo com a minha família.

Alexandre C., estaca de Setúbal: O meu lugar santo é junto dos meus amigos pois é onde me sinto melhor.

Iara M., ala 1 de Setúbal: O meu lugar santo foi no EFY, porque foi o lugar mais santo que eu pude presenciar!

Tiago Teixeira, ramo de Olhão, distrito do Algarve: O meu lugar santo foi o meu batismo porque foi o momento que senti o Espírito tocar-me.

Jéssica N., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a Igreja, porque é onde eu tenho amigas verdadeiras e é onde eu me divirto.

Pedro S., ala de Seixal, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é em qualquer lado, pois se estivermos com a atitude certa e com o Espírito estaremos num lugar santo.

João, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é em minha casa, por causa da minha mãe.

Carolina S., ala 2 de Setúbal: O meu lugar santo é o templo, porque lá eu mostro o meu lado mais meigo e mais espiritual. Lá estou em paz e sinto o Espírito como não sinto em mais lado nenhum.

Ana M., ramo de Mafra, estaca de Oeiras: O meu lugar santo foi o dia do meu batismo em fevereiro de 2007, “uma grande conquista”.

Luzia F., estaca de Oeiras: O meu lugar santo sou eu, porque em todas as circunstâncias eu sinto-me na presença do Espírito e isso faz-me sentir bem, ao ponto de o reconhecer.

Nídia C., ramo de Portimão, distrito do Algarve: O meu lugar santo é na Igreja, porque lá eu me sinto respeitada.

Tânia F., ramo de Olhão, distrito do Algarve: O meu lugar santo é o meu lar, porque gosto de estar com a minha família.

Ana M., ala de Seixal, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é no meu quarto, pois consigo meditar sobre Jesus Cristo, as escrituras e sobre as minhas decisões, onde falo com o Pai Celestial através da oração.

Joana, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é com a minha família porque é lá que eu aprendo a ser como sou.

Andreia, ramo de Póvoa de Santa Iria, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é no templo, porque eu sinto o Espírito.

Diogo R., ala de Costa de Caparica: O meu lugar santo é no templo porque sinto o Espírito.

Adriana S., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o templo, porque lá estou mais perto possível da minha vida com o Pai Celestial. Sinto o Espírito de uma forma muito reconfortante.

Guilherme D., ala de Cacém, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é em casa, porque é um lugar santo.

Andrielle C., ala de Almada, estaca de Setúbal: O meu lugar santo foi no EFY, porque foi onde tive experiencias com o Espírito constantemente.

Edivaldo, ala de Cacém, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é o meu lar porque é um sitio onde posso ler as escrituras com os meus pais e onde posso aprender muitas coisas com eles.

Cláudia A., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é em todos os sítios em que sinta o Espírito Santo.

Suéli S., ramo de Évora, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é ao pé da minha família, dos verdadeiros amigos porque ao estarmos com as pessoas mais importantes para nós conseguimos mais facilmente cumprir nossas metas, escolher o que é certo e obter o nosso “lugar santo”.

Izamara C., estaca de Lisboa: O meu lugar santo é a minha casa, porque é onde me sinto bem.

João B., distrito de Santarém: O meu lugar santo foi o templo ao ser selado aos meus pais.

Rita P.: O meu lugar santo é a varanda do meu quarto, pois é ai que penso em tudo e obtenho sempre respostas.

Diogo M., ala de Seixal, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é quando estudo as escrituras ou faço uma oração porque sinto não só o Espírito ao meu lado, como também que Jesus está comigo.

Mariana A., ala 1 de Setúbal: O meu lugar santo é o templo, é o lugar onde eu sinto mais paz interior, o Espírito presente, alegria. É sem dúvida um lugar perfeito para estar na companhia do Espírito.

Érica M.: O meu lugar santo é o templo porque podemos ter maior fé no Senhor.

Nádia L., estaca de Setúbal: O meu lugar santo é em casa, na escola e na Igreja.

Gisela S., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é na Igreja, porque sinto que o Espírito do Senhor está comigo!

Ivo, ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é todos os momentos que consigo sentir o Espírito, como hoje ou no domingo, porque não importa o lugar se tomamos as decisões certas.

Kemer M.: O meu lugar santo é junto dos meus amigos e familiares porque eles me fazem ficar feliz.

Leonardo K., ramo de Portimão, distrito do Algarve: O meu lugar santo é a Igreja, pois é lá que me sinto bem e mais perto de Deus.

Isabela M., ramo de Olhão, distrito do Algarve: O meu lugar santo é o domingo de testemunho! Pois foi um domingo de testemunho que o melhor amigo tocou o meu coração! Todos os domingos de testemunho é onde me sinto mais feliz e cheia de amor sincero.

Stefanya C., ramo de Sacavém, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é o templo porque eu senti lá alegria e paz.

Joice, ramo de Loulé, distrito do Algarve: O meu lugar santo é meu quarto, casa, capela, quando decido servir ao Senhor fazendo escolhas acertadas, onde o Espírito Santo pode habitar.

Filomena S., ramo de Sacavém, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é o meu quarto, porque me sinto bem contudo.

Carlos F., distrito de Santarém: O meu lugar santo é em casa, pois o nosso lar é sagrado.

Tiago R., ala de Mem Martins, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é o templo, porque só ao entrar, ao sentir o ambiente diferente, faz-me sentir paz e alegria.

Ana A., ramo de Mafra, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é qualquer lugar onde eu esteja a fazer o que é certo, no momento certo porque eu sei que o Espírito estará comigo.

Sérgio T., ala de Amadora, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é o meu quarto porque é um sítio onde tenho paz.

Emanuel, ala de Mem Martins, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é o meu quarto, onde posso fazer as coisas da Igreja sem me perturbar.

Jacira S., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é todos os sítios onde se fala sobre o evangelho.

Isabel F., estaca de Oeiras: O meu lugar santo sou eu porque em qualquer lugar que eu estiver eu posso sentir o Espírito do Senhor.

Tomás G., estaca de Oeiras: O meu lugar santo é onde pessoas boas estão, normalmente no templo é um lugar onde me sinto bem.

Pedro Freitas, ala de Almada, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o meu corpo, pois é um templo e tem a capacidade de receber o Santo Espírito e influenciar os que estão perto de mim.

Noxa, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é a minha mente e o meu cérebro.

Marta D., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o meu lar junto da minha família. Na Igreja e em todo o lugar que esteja, pois desde que esteja com o Espírito Santo, estou em paz e por isso o lugar onde estou torna-se santo para mim.

Luís P., ramo de Póvoa de Santa Iria, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é qualquer lugar onde esteja com a minha família.

Lavínia S., ala Tejo, estaca de Lisboa: O meu lugar santo é quando me encontro no meu quarto a ler as escrituras, porque nesse momento sinto um Espírito tão grande e sinto-me mais próxima do Pai Celestial.

William, ala de Amadora, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é este porque é onde eu estou sentindo a presença do Espírito.

Isaac C., ala de Cacém, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é a minha casa e os momentos que passo com a minha família e amigos, porque é bom viver e divertir-se com pessoas que tem os mesmos princípios que eu.

Inês N., ala 1 de Setúbal: O meu lugar santo é o meu quarto, porque é onde me sinto confortável e posso estar com o meu pensamento com amigos, amigas e família e crio memórias.

Ianik D., ala 5 de Lisboa: O meu lugar santo é quando oro ao Pai Celestial, porque me sinto feliz por ter alguém por perto.

Isabel: O meu lugar santo é quando oro porque é a forma mais eficaz e pessoal de me aproximar do meu Pai Celestial.

Nádia F., ala de Amadora, estaca de Oeiras: O meu lugar santo é a capela de Amadora, porque é la que sinto o Espírito.

Chayene, ala de Seixal, estaca de Setúbal: O meu lugar santo é o meu quarto porque é o único lugar em que me consigo concentrar e estar em harmonia com o Espírito.

Eugénio M., ramo de Loulé, distrito do Algarve: O meu lugar santo é qualquer lugar em que esteja desde que esteja com o Espírito Santo.

Tiago Sousa, estaca de Oeiras, conselheiro CEJ Express 2013 Oeiras: O meu lugar santo é a minha biblioteca, porque é onde estudo as verdades de Deus dadas aos homens.

Débora Justo, estaca de Oeiras, conselheira CEJ Express 2013 Oeiras: O meu lugar santo é o meu lar e o lugar onde eu e os meus amigos podemos encontrar valores, felicidade que o evangelho pode oferecer.

António Santos, estaca de Lisboa, conselheiro CEJ Express 2013 Oeiras: O meu lugar santo é quando estou bem a jejuar ao Pai Celestial. É o meu coração, é a minha alma, é em todo lugar quando fazemos o que é certo.

Laura Silva, estaca de Oeiras, conselheira CEJ Express 2013 Oeiras: O meu lugar santo é todos os dias enquanto estudo “Pregar meu evangelho”, sinto que estou num lugar santo.

Tânia Nogueira, estaca de Lisboa, conselheira CEJ Express 2013 Oeiras: O meu lugar santo é onde estou por onde eu passo, onde quer que esteja, porque sei que se for um exemplo e seguir os ensinamentos e sussurros do Espírito o sítio onde estiver será santo.

Ricardo Macedo, estaca do Porto, conselheiro CEJ Express 2013 Oeiras: O meu lugar santo é quando passeio à noite e medito, porque andar e ver as criações de Deus me inspiram.

Eva Piedade, estaca de Oeiras, conselheira CEJ Express 2013 Oeiras: O meu lugar santo é no meu quarto, porque faço o estudo pessoal das escrituras. No templo, porque sinto o Espírito. Ao estar com amigos que nos aproximam de Deus.

Daniela Barros Adriano, estaca de Lisboa, conselheira CEJ Express 2013 Oeiras: O meu lugar santo é quando estou a conduzir a ouvir música inspiradora e a meditar nas mensagens.

Pedro Duarte, estaca de Setúbal, conselheiro CEJ Express 2013 Oeiras: O meu lugar santo é o MTC, que se torna um desses lugares.

Rute Teixeira Neves, estaca de Setúbal, conselheira CEJ Express 2013 Oeiras: O meu lugar santo é poder saber que irei começar a minha família eterna em breve, com um portador digno do sacerdócio.

Rúben Santos, estaca de Setúbal, conselheiro CEJ Express 2013 Oeiras: O meu lugar santo é daqui a um mês será junto da minha futura esposa eterna, onde poderemos construir uma família eterna, sempre com a presença do Espírito.

Jairo Franco, estaca de Oeiras, conselheiro CEJ Express 2013 Oeiras: O meu lugar santo é o meu quarto, é o lugar onde recebo muitas revelações e sinto-me muito próximo do Salvador.

Ismael Imbuqui, estaca de Oeiras, conselheiro CEJ Express 2013 Oeiras: O meu lugar santo é quando estou a serviço do meu próximo, porque quando isso acontece sinto-me edificado e edifica aos que estão a minha volta.

Vanessa Fernandes, estaca de Porto Norte, conselheira CEJ Express 2013 Oeiras: O meu lugar santo é quando estou a servir ao Senhor na sua maravilhosa obra.

Paulo Adriano. Produtor CEJ Express 2013 Oeiras. O meu lugar santo é o meu lar, onde está a minha mulher e os meus filhos.

José Cavaco. Administrador CEJ Express 2013 Oeiras. O meu lugar santo é o meu lar. Porque nele há paz e harmonia e o Espírito Santo habita nele.

Céu Cavaco. Administradora CEJ Express 2013 Oeiras. O meu lugar santo é no meu lar. Onde posso ser eu própria e sinto o conforto e o Espírito do Senhor mais forte.

Dinis Adriano. Diretor de Sessão CEJ Express 2013 Oeiras. O meu lugar santo é quando estou com os jovens, porque a alegria e energia deles fazem-me ser uma melhor pessoa. O meu lar é também um lugar santo para mim, pois amo e sou amado.

Silvia Díez Adriano. Diretora de Sessão CEJ Express 2013 Oeiras. O meu lugar santo é quando estou a servir às pessoas a quem mais amo, a minha família e aos meus irmãos na Igreja.