O Presidente Uchtdorf Volta à Europa

Contribuição de Gerry Avant, redator do jornal Church News

  • 1 Julho 2014

 Presidente Dieter F. Uchtdorf é cercado por membros após uma reunião em Varsóvia, Polônia.

Destaques de Artigos

  • O Presidente Uchtdorf e sua esposa voltaram para “casa”, para a Europa, onde viajaram para a Itália, Suíça e Polônia.
  • Eles visitaram o templo de Berna Suíça e o local de construção do Templo de Roma Itália.

“O Espírito pode nos guiar para edificar a Europa de modo que ela vai crescer e seguir adiante como nunca. Existe mais construção de templos, incluindo os templos em Roma e em Paris. O templo de Paris é um testemunho da fé dos santos nesta parte da Europa.” — Presidente Dieter F. Uchtdorf, da Primeira Presidência

O Presidente Dieter F. Uchtdorf e a irmã Harriet Uchtdorf, ambos europeus nativos, retornaram ao “lar” para participar de uma transmissão de conferência de estaca originada em Zollikofen, Suíça, em 8 de junho. A conferência foi transmitida via satélite para 31 estacas e um distrito distribuídos nas seguintes localidades: Albânia, Bélgica, França, Holanda, Itália e Suíça. O Presidente e a irmã Uchtdorf também viajaram à Varsóvia, Polônia e Roma, Itália.

Depois de voltar a Salt Lake City, o Presidente Uchtdorf compartilhou impressões sobre sua viagem com o Church News.

Ele falou a respeito da tecnologia moderna que uniu os membros em países diferentes, mas ele enfatizou que o mais impressionante é “como todos estão conectados e divinamente unidos pela nossa fé em Jesus Cristo e em Seu evangelho restaurado.”

O ambiente para a transmissão foi especialmente importante para o Presidente e a irmã Uchtdorf, por ter sido originado da capela Zollikofen, que fica ao lado do Templo de Berna, Suíça.

O Presidente David O. McKay dedicou o templo em 1955. Em um discurso durante a transmissão, a irmã Uchtdorf disse que ela, sua irmã e sua mãe filiaram-se à igreja em 1954, oito meses após o falecimento do seu pai. Em 1956, ela viajou da Alemanha para o templo da Suíça com a mãe e com a irmã para serem selados como família. Seu presidente de ramo serviu como procurador para seu pai.

“Nosso presidente de ramo tinha alugado uma van. Nós nos inscrevemos imediatamente para a viagem. Em 1956, viajar para outro país era bastante incomum. Sentíamos como se fosse uma jornada pelo mundo. (...) Cantamos os hinos da restauração, compartilhamos nossas histórias de conversão individual e desfrutamos da companhia uns dos outros nesta longa viagem para nossa primeira visita ao templo.”

O Presidente Uchtdorf disse que ele, sua irmã e seus dois irmãos foram selados aos pais no templo da Suíça em 1957.

O Presidente Dieter F. Uchtdorf aperta a mão de um rapaz em Roma, Itália. Foto de Simon D. Jones.

O Presidente Dieter F. Uchtdorf e sua esposa, a irmã Harriet Uchtdorf, visitam o templo de Roma, Itália, que está em construção. Foto de Simon D. Jones.

O Presidente Dieter F. Uchtdorf, no centro, tem uma visão aérea do terreno do Templo de Roma, Itália. Foto de Simon D. Jones.

No templo de Berna Suíça a partir da esquerda: Irmão Melvin Reeves, irmã Linda Reeves, irmã Kathy Andersen, o Élder Neil L. Andersen, irmã Maria Teixeira e o Élder José Teixeira. Foto de Tracy Flemming.

Presidente Dieter F. Uchtdorf e Élder Neil L. Andersen na Suíça. Foto de Tracy Flemming.

Antes da dedicação do templo, ele e Harriet iam quase toda semana, com outros adolescentes de seu ramo, dar adeus aos membros que migravam para os Estados Unidos. Isso mudou quando o templo foi construído, pois o edifício sagrado provou ser uma âncora para os santos na Europa.

“Nós, membros da Europa, focamos no Templo da Suiça como nossa fonte de energia espiritual, permanecemos em nosso próprio país e edificamos o reino de Deus na Europa. Harriet e eu nos casamos no templo da Suiça, assim como nossos filhos.”

O Presidente Uchtdorf disse que a conferência para os membros da Europa Ocidental foi realizada no dia de Pentecostes deste ano. Ele sentia que era um símbolo. Pouco antes da conferência, ele ofereceu uma oração de bênção sobre o país, uma reminiscência da bênção que o Élder Lorenzo Snow ofereceu há mais de 170 anos em uma montanha perto da fronteira entre a França, a Suíça e a Itália.

“O Élder Snow disse: ‘aqui não temos nenhum templo — não há um edifício feito por mãos humanas, mas as montanhas nos cercam como torres’.”

O Presidente Uchtdorf disse que com a oração que ofereceu e a transmissão da conferência da estaca, o dia 8 de junho foi um dia de novos inícios. “O Espírito pode nos guiar para edificar a Europa de modo que ela vai crescer e seguir adiante como nunca. Há mais templos em construção, incluindo os templos em Roma e em Paris. O templo de Paris é um testemunho da fé dos santos nesta parte da Europa.” (o Church News informou sobre o templo de Paris, França, na edição da semana do dia 22 de junho de 2014.)

O Presidente e a irmã Uchtdorf visitaram o terreno do Templo de Roma durante suas viagens.

“O templo de Roma é muito importante para a Igreja na Itália, não apenas por sua presença física, mas também como um monumento ao crescimento da Igreja. Por séculos, Roma tem sido o centro cristão em todo o mundo.”

Em Varsóvia, na Polônia, o Presidente Uchtdorf presidiu uma reunião com os missionários, a quem dirigiu algumas palavras, no sábado, dia 14 de junho e uma reunião com os membros no domingo, dia 15 de junho. Ele disse: “Os membros sentem a influência do Espírito e são fortes, porque eles tomaram a decisão consciente de dizer: ‘Sim, nós queremos ser membros da Igreja.’ Eles precisam se reunir e ficar próximos uns dos outros, ser unidos, ajudar uns aos outros e fazer a diferença. O evangelho realmente traz um semblante alegre ao rosto. Os membros da Igreja são um povo alegre; são uma luz para seu país.”

O Presidente e a irmã Uchtdorf ficaram impressionados com a dedicação e o entusiasmo dos missionários.

“Eles têm o esplendor de bondade e força espiritual que irá abençoar o povo polonês para sempre.”

Enquanto na Polônia, o Presidente e a irmã Uchtdorf visitaram o campo de concentração em Auschwitz-Birkenau. Ele disse: “Auschwitz-Birkenau não é um lugar para se visitar como turista, mas é um lugar que as pessoas precisam conhecer.

Enquanto crescíamos, fomos ensinados e aprendemos muito sobre o Holocausto. Já visitamos museus do Holocausto em Jerusalém e em Washington D.C. e visitamos vários campos de concentração. Auschwitz é um lugar onde nos sentimos profundamente tristes pelo sofrimento de tantas pessoas. (...) Não há palavras suficientes disponíveis para descrever, explicar ou entender o solene e preocupante sentimento que flui nas pessoas quando visitam este lugar do Holocausto.”

O Presidente Uchtdorf disse que o evangelho, o qual ensina o amor a Deus e ao próximo, é o maior remédio, mesmo nas piores situações da vida.

Durante parte de suas viagens, o Presidente e a irmã Uchtdorf foram acompanhados pelo Élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa, irmã Kathy Andersen; pelo Élder José A. Teixeira, dos Setenta e presidente da Área Europa Norte, e sua esposa, irmã Maria Teixeira; e pela irmã Linda S. Reeves da presidência geral da Sociedade de Socorro e o marido, irmão Melvyn K. Reeves.