Notícias da Igreja

O Programa de Recuperação de Dependências Está Procurando Histórias de Recuperação e Cura

Contribuição de Por Melissa Merrill, Notícias e Acontecimentos da Igreja

  • 8 Março 2012

Os líderes do PRD estão procurando histórias pessoais de recuperação de dependências para o novo site como as que são relatadas nas reuniões do Programa de Recuperação de Dependência (mostrado acima). 

A Igreja está procurando histórias de recuperação de dependências para serem usadas no site do Programa de Recuperação de Dependências que será lançado no final deste ano.

Pessoas de qualquer lugar terão acesso ao site do PRD — especialmente as que estão em áreas distantes ou ocupadas demais para comparecerem a uma reunião do PRD. Histórias de recuperação são elementos essenciais nessa experiência, disse Dr. Ben Erwin, gerente do programa de aconselhamento dos Serviços Familiares SUD para o PRD.

O Poder de Compartilhar

“Um dos recursos mais importantes de ajuda é o apoio mútuo, e o Programa de Recuperação de Dependências oferece isso”, ele disse. “Muitas pessoas com dependência se sentem deprimidas ou como se fossem as únicas com problemas na Igreja. Quando vão a Igreja sentem como se todos ao redor fossem perfeitos enquanto elas possuem esse horrível segredo.

Contudo, quando vão a um ambiente como o do PRD e conhecem pessoas com dificuldades semelhantes, elas encontram apoio, e o estigma desaparece. Sobrepujar a vergonha é tão fortalecedor e regenerador que elas começam a sentir o amor do Salvador quase que imediatamente. Uma vez sobrepujada essa barreira, elas sentem fortemente o Espírito e sentem que são aceitas. Elas sentem que existe uma irmandade e um lugar para elas na Igreja.”

McKay (por razões de privacidade, somente seu primeiro nome é usado) é um dos que decidiram compartilhar sua história de recuperação de dependência — no seu caso, a recuperação do vício em drogas — neste novo site. Ele disse que o princípio ensinado em Mosias 24:13–14 é a razão pela qual ele está disposto a compartilhar sua experiência :

“E aconteceu que a voz do Senhor lhes falou em suas aflições, dizendo: Levantai a cabeça e tende bom ânimo, porque sei do convênio que fizestes comigo; e farei um convênio com o meu povo e libertá-lo-ei do cativeiro.

E também aliviarei as cargas que são colocadas sobre vossos ombros, de modo que não podereis sentir sobre vossas costas enquanto estiverdes no cativeiro; e isso farei para que sejais minhas testemunhas no futuro e para que tenhais plena certeza de que eu, o Senhor Deus, visito meu povo nas suas aflições” (grifo do autor).

“Essa é verdadeira razão pela qual compartilho minha história — para que saibam com certeza que o Senhor visita seu povo em suas aflições”, disse McKay. “O Senhor realizou um milagre na minha vida. Eu fui da perspectiva de passar 2 a 30 anos na prisão à de ser um portador do Sacerdócio de Melquisedeque.

Sei que esse milagre foi graças ao Senhor, e creio que Ele fez o que fez dessa maneira não só para que eu compartilhasse minha experiência, mas também para que os me ouvissem tivessem esperanças em si mesmos ou no ente querido que está no mesmo caminho que eu estive.”

Compartilhar Sua História

Os criadores do site estão procurando histórias de pessoas que lidaram com a dependência, seja a sua própria, de um familiar ou de amigos e que tiveram sua própria recuperação ao ajudar essa pessoa. Ninguém precisa ter participado do Programa de Recuperação de Dependências para compartilhar sua história de sucesso, disse o Irmão Erwin; aqueles que obtiveram sucesso e cura em outros programas ou através de outros recursos também são incentivados a compartilhar suas experiências.

Os que desejarem compartilhar suas histórias devem enviar um e-mail para arp@ldschurch.org contendo as seguintes informações, que serão confidenciais:

  • Nome completo. (Observe que somente o primeiro nome será usado nos vídeos, arquivos de áudio e histórias impressas criados a partir de sua história; essas informações são necessárias apenas com o propósito de garantir seu consentimento para que a Igreja compartilhe sua história.)
  • Idade.
  • Sexo.
  • Sua foto. (Isso não é um requisito, mas é preferível.)
  • Sua afiliação com a Igreja/sua condição de membro.
  • Uma breve descrição da sua dependência ou da dependência de um ente querido. (Especifique os tipo de droga ou bebida alcoólica que usou se sua dependência é relacionada a alguma substância, ou se é comportamental, como nos casos de pornografia ou jogo.)
  • Indique se você está disposto a compartilhar sua história por vídeo, áudio, texto ou todos acima citados.
  • Sua História. Inclua as consequências da sua dependência (evite usar detalhes excessivos ou inapropriados, mas fale sobre os momentos mais difíceis e os efeitos de seu comportamento dependente em si mesmo e nos outros ao seu redor). Certifique-se de incluir o seguinte:
    • O seu Momento “Fundo do Poço” (Uma breve descrição da sua vida quando estava nos momentos mais difíceis e as circunstâncias e acontecimentos de quando soube que precisava de ajuda.)
    • O seu “Momento Decisivo” (Uma breve descrição de sua vida quando sentiu a cura por meio de Cristo e as circunstâncias e acontecimentos que vivenciou quando sua esperança foi restaurada.)
    • Como Você Está Hoje (Uma breve descrição de sua vida hoje e as lições e bênçãos que teve por meio do perdão, do arrependimento e do serviço.)

O irmão Erwin observa também que a maioria das pessoas gosta de histórias semelhantes às suas, por isso o site precisará de uma extensa amostra de histórias que contenham uma grande variedade de tipos de dependência, idade, cultura, sexo, idioma, localidade, raça, e situações sócio-econômicas. Os representantes da Igreja entrarão em contato com aqueles cujas histórias forem aceitas para uso posterior.

Outras Maneiras de Servir

O Irmão Erwin sugere que os que não desejarem compartilhar suas histórias de recuperação num local público como um site encontrem outras maneiras de compartilhá-las como, por exemplo, permitindo que o bispo ou o presidente do ramo conheçam sua história e sua disposição em ajudar a qualquer pessoa na ala ou ramo que esteja lutando atualmente com a dependência.

“O Bispo pode, com a permissão dessa pessoa, falar àqueles que ele está ajudando que existe uma pessoa na ala que pode ajudá-los”, disse o Irmão Erwin. “Essas pessoas podem ser um recurso maravilhoso para alguém que ainda está lutando com a dependência; de fato, esse é provavelmente um dos melhores recursos inexplorados no armazém do Senhor.”

“Estamos fazendo essa convocação para esse novo site, mas o convite é estendido a todos para servirem onde estiverem, independente do site”, ele continuou. “As pessoas podem ajudar a compartilhar as boas novas da recuperação por meio da Expiação sendo elas mesmas uma evidência disso. Só isso já fará um bem enorme.”

Testificar do Poder do Salvador

O irmão Erwin disse que apesar de os membros da Igreja serem aconselhados a não compartilhar transgressões pessoais (os colaboradores não compartilham detalhes inapropriados), é muito adequado compartilhar testemunhos do Salvador e dos passos que deram para alcançar Seu poder.

De fato, disse ele, essas oportunidades de compartilhar experiências com os que buscam a cura podem ser de grande valor não somente para quem as ouve mas também para quem as compartilha.

A razão disso, disse o Irmão Erwin, é a admoestação de “fortalecer os irmãos” após nossa própria conversão (ver Lucas 22:32), nosso convênio batismal de “consolar os que necessitam de consolo” (Mosias 18:9) e a admoestação do Salvador para que “apascentemos [Suas] ovelhas” (João 21:16, 17).

“A aplicação dessas escrituras acontece quando quem recebeu o milagre da recuperação em sua vida por meio da Expiação deseja proclamar a todos sobre o poder do Salvador de curar”, disse ele. “Esse processo de ajudar os outros a virem a Cristo para serem curados é um sagrado privilégio e bênção. Quando você compartilha o que encontrou, não pode evitar esse tipo de experiência. Ela o modifica e o abençoa.”