Notícias da Igreja

“E o Coxo Andará”: Igreja Faz Parceria com Empresa de Próteses na Indonésia

Contribuição de Élder Kent e irmã Linda Smith, Assuntos Públicos da Área Ásia, Missão Cingapura

  • 30 Agosto 2012

Sakthivel explica a Tumiyem e a sua filha, Heni, por meio do intérprete Lilik Setiyawan, a importância de Tumiyem caminhar com a nova prótese de perna pelo menos duas horas todos os dias.  Foto: Élder Kent Smith.

Yogjakarta, Indonésia, perto do vulcão Monte Merapi, já teve sua parcela de tragédias. Terremotos e erupções vulcânicas intermitentes já trouxeram terror e ferimentos graves a seus moradores. Contudo, dois dias no início do mês de agosto trouxeram a cura para mais de 100 pessoas que haviam perdido algum membro do corpo por causa de terremotos, acidentes ou até mesmo por má formação congênita.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias fez uma parceria com Yayasan Peduli Tuna Daksa (Centro de Órteses e Próteses de Jacarta — Limbs for Limbless [Próteses para os que Perderam um Membro do Corpo]) em Jacarta, Indonésia, para fornecer próteses às pessoas de Yogjakarta e arredores. As próteses são fabricadas por profissionais da empresa Yayasan, e o projeto é financiado pela Igreja e coordenado pelo casal missionário do bem-estar, Russell e Eileen Healy.

Em 7 de agosto de 2012, no edifício da Mandiri Craft, em Yogjakarta, mais de 50 pacientes fizeram uma avaliação e tiraram medidas para receber novas próteses. Em seguida, técnicos especialistas fizeram moldes de gesso do pedaço da perna existente. Essas medidas e os moldes serão usados na produção das próteses. Em um mês, os técnicos retornarão com as próteses terminadas.

Cada paciente recebe um número de identificação no exame inicial que é usado ao tirar as medidas, fazer o molde, ajustar a prótese e fazer o acompanhamento do paciente. Todos os pacientes podem retornar para fazer ajustes e modificações adicionais até que a prótese fique perfeitamente adequada.

Martosibono, que estava em um prédio durante um terremoto de 2006, veio acompanhada por seu filho, Abadi, e seus netos Ravi e Devan, para tirar as medidas a fim de receber uma nova prótese de perna. “O teto caiu sobre mim e eu fiquei presa por muito tempo”, explicou ela. “Minha perna ficou muito machucada e tive que amputá-la”. Agora, sua nova perna lhe trará uma nova esperança.

“Meu pai e minha mãe tinham que me carregar para a escola todos os dias porque nasci sem os pés”, explicou Ruwet Pajahgan, de 30 anos de idade. “Estou muito feliz por ser capaz de caminhar sozinha e cuidar de minha filha de três anos de idade, a Nita”.

O dia 8 de agosto foi reservado para ajustar próteses de pernas para mais de 50 pessoas que haviam sido medidas no mês anterior. Ternos sentimentos foram gerados pelo sorriso dos pacientes e membros de sua família quando um paciente dava seus primeiros passos com a prótese. Para todos eles, a vida nunca mais será a mesma.

Kemijo era um fazendeiro antes de sofrer um acidente de motocicleta que resultou na perda de uma perna. “Agora não posso ser fazendeiro”, disse ele, “mas um dia quero ser fazendeiro novamente se minha nova perna permitir. Se não for possível, eu aprenderei a fazer trabalhos manuais”. Ele olha para o futuro com um novo otimismo.

Tumiyem precisava de uma prótese por causa de uma queda grave que sofrera há vinte anos, enquanto tomava banho em uma instalação ao ar livre perto de sua casa. Ela ficou no hospital por três meses e teve de amputar a perna.

Sakthivel Kathirvel, técnico biomédico responsável pelo projeto da Yayasan, é dedicado a seu trabalho. O bom relacionamento que ele tem com as pessoas com necessidades especiais permite-lhe tirar as medidas e fazer os moldes sem encontrar relutância por parte dos pacientes.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias sente-se satisfeita com o privilégio de cooperar com Yayasan Peduli Tuna Daksa para possibilitar que os coxos voltem a andar.