Notícias da Igreja

Igreja Une-se a Outros Líderes Religiosos e Assina Carta sobre Casamento e Liberdade Religiosa

Contribuição de Enviado por Heather Whittle Wrigley

  • 18 January 2012

Uma carta aberta assinada por dezenas de líderes religiosos, inclusive o Bispo H. David Burton, Bispo Presidente da Igreja, exige que o casamento seja definido como a união entre um homem e uma mulher como marido e mulher.

O Bispo H. David Burton, Bispo Presidente da Igreja, uniu-se a mais de 30 líderes religiosos e assinou uma carta aberta que promove o casamento e a liberdade religiosa.

“A promoção e a proteção do casamento — a união de um homem e uma mulher como marido e mulher — é uma questão de bem comum e serve para o bem-estar do casal, dos filhos, da sociedade civil e de todas as pessoas”, começa a carta. E continua, “unimo-nos para afirmar que o casamento em sua verdadeira definição deve ser protegido para seu próprio bem e para o bem da sociedade”.

Indicando o casamento e a liberdade religiosa como sendo “bens fundamentais que defendem ou destroem”, a carta continua a incentivar as pessoas a proteger a definição tradicional do casamento e a apoiar as leis que promovem essa definição. Leia o texto completo da carta.

A Igreja publicou recentemente “An Introduction to Religious Freedom“ [Uma Introdução à Liberdade Religiosa], que declara que “a liberdade — o poder de viver conforme suas escolhas — é uma das fontes da dignidade humana”.

Não é apenas a liberdade de adorar ou acreditar no caminho escolhido, declara o artigo.

Lemos: “Embora a liberdade religiosa abranja a liberdade de crença e devoção religiosa, ela vai muito além disso. Ela também incorpora a liberdade de agir — falar livremente em público, viver de acordo com princípios morais e defender nossa própria visão moral da sociedade”. “A abrangência da liberdade religiosa e seu relacionamento com a liberdade de consciência ajuda a explicar por que a liberdade religiosa é importante para todos, não somente para as pessoas de fé.”

Leia mais no Newsroom.