Notícias da Igreja

A Reação ao Anúncio da Idade dos Missionários Mórmons Continua Muito Entusiasmada e Sem Precedentes

  • 10 January 2013

Missionárias se preparam no Centro de Treinamento Missionário de Provo, Utah. Nas semanas seguintes ao anúncio da idade dos missionários, a Igreja informou que as recomendações missionárias tiveram um aumento significativo (de 700 recomendações por semana para 4.000), com as mulheres constituindo mais da metade dos candidatos.  © 2012 Intellectual Reserve, Inc. Todos os direitos reservados.

Candace Richins estava no meio da sua temporada como caloura no time de voleibol da Universidade Estadual de Utah quando o Presidente da Igreja Thomas S. Monson fez o anúncio: as mulheres podem servir missão aos 19 anos e os homens aos 18. Embora tenha ficado animada com a possibilidade de servir uma missão mais cedo, Richins — uma possível titular da equipe em 2013 — ficou preocupada porque sua bolsa de estudos e seu lugar no time não estariam garantidos caso partisse.

Poucos dias depois, durante uma aula de religião perto do campus, Richins soube o que ela precisava fazer.

“Senti a forte impressão de que eu deveria ir e eu precisava ir agora”, diz Richins, que vai começar seu serviço missionário em março em Estocolmo, Suécia. “Então eu decidi naquele momento e naquele lugar que eu iria e não importava o que estava deixando para trás; eu simplesmente iria e serviria ao Senhor. Sem dúvida foi uma decisão difícil porque não afeta só a mim, afeta meu treinador, minhas companheiras de time, a escola inteira. (…) Mas ao mesmo tempo, eu sabia que era o certo e que o que eu estava fazendo era a coisa certa e que todos seriam abençoados por isso”.

Missionários andando pelas ruas da África. A Igreja possui 340 missões em todo o mundo, todas com uma média de 170 missionários. Para acomodar esse novo fluxo de missionários que vai resultar do anúncio de 6 de outubro de 2012, o anúncio da redução da idade dos missionários, a capacidade de muitas missões irá aumentar para 250 missionários. Quando as missões excederem a esse número, novas missões serão criadas de acordo com a necessidade.

Como na experiência de Richins, a decisão de largar tudo não é fácil para nenhum rapaz ou moça da Igreja. Entretanto, a reação ao anúncio de 6 de outubro continua muito entusiasmada enquanto um número sem precedentes de rapazes e moças continuam a preencher sua recomendações missionárias.

“Nunca vi nada afetar uma geração de jovens da maneira que fez o anúncio do Presidente Monson no sábado de manhã da conferência geral, diz o Élder David F. Evans, Diretor Executivo do Departamento Missionário da Igreja e membro dos Setenta. “O que estamos vendo é uma reação maravilhosa dessa geração ao convite do Senhor e do Seu profeta para que nos levantemos, saiamos para servir nosso próximo e preguemos o evangelho”.

Nas semanas seguintes ao anúncio da idade dos missionários, a Igreja informou que as recomendações missionárias tiveram um aumento significativo (de 700 recomendações por semana para 4.000), com as mulheres constituindo mais da metade dos candidatos. Embora o número de recomendações posteriores ao anúncio seja ainda o dobro do que era no passado, o número total entre homens e mulheres que se candidataram desde outubro é quase o mesmo. Antes do anúncio, aproximadamente 15 por cento dos missionários eram moças.

O que a Igreja está fazendo para acomodar mais missionários

O Centro de Treinamento Missionário em Provo, Utah. O tempo de treinamento dos missionários vai ser reduzido em 30 por cento para ajudar no ajuste do fluxo de missionários que virão como consequência do anúncio de 6 de outubro de 2012 que reduziu a exigência de idade dos missionários.

A Igreja possui 340 missões em todo o mundo, todas com uma média de 170 missionários. Para acomodar esse novo fluxo de missionários, a capacidade de muitas missões irá aumentar para 250 missionários. Quando as missões excederem a esse número, novas missões serão criadas de acordo com a necessidade.

Falando aos missionários no CTM no dia de Natal, o Élder Russell M. Nelson, do Quórum dos Doze Apóstolos desfez os falsos boatos de que missões estão sendo abertas em áreas que não estão abertas ao trabalho missionário. “Tais boatos são absolutamente falsos. Os refutem!” Disse o Élder Nelson. “Os líderes desta Igreja entram em países novos para a Igreja pela porta da frente. Não entramos pela porta dos fundos ou por uma viela. Nosso relacionamento é baseado na honestidade, abertura, integridade e pleno cumprimento das leis locais”.

Os presidentes de missão estão se preparando para o aumento no número de missionários enquanto treinam seus missionários que já estão servindo para que possam treinar os missionários que virão. Os presidentes de missão também estão procurando saber como melhor distribuir os missionários dentro dos limites de cada missão. Enquanto a responsabilidade colocada sobre cada presidente de missão vai aumentar, o Élder Evans observa que ela não será esmagadora.

“Ao longo da história da Igreja moderna tivemos várias missões em lugares diferentes que tinham entre 220 a 250 missionários”, diz ele.

Devido a Igreja ter permitido que alguns missionários em 48 países servissem aos 18 nos últimos anos, o grande aumento no número de missionários a partir do anúncio de outubro vai vir de países onde a redução do limite de idade não estava em vigor — incluindo o Reino Unido, os Estados Unidos, o Canadá e o Japão.

Também estão sendo feitos ajustes em todos os 15 centros de treinamentos de missionários da Igreja (CTMs). O tempo de treinamento para missionários de mesmo idioma e para os missionários de língua estrangeira será reduzido em 30 por cento — aqueles que não estiverem no CTM para aprender um idioma permanecerão no CTM por duas semanas ao invés de três, e os que estiverem aprendendo um idioma terão um corte de duas semanas em sua estadia no CTM.

Dois acontecimentos recentes tornam possível a redução do tempo no CTM. Em primeiro lugar, há um ano atrás a Igreja iniciou um programa de treinamento de 12 semanas para os missionários que estão no campo — antes que alguém soubesse que o anúncio sobre a idade ocorreria — onde grande parte do treinamento que ocorre no CTM é reforçado no campo missionário. Em segundo lugar, a Igreja iniciou um estudo vários meses antes do anúncio da idade dos missionários que mostra que é possível melhorar a capacidade dos missionários aprenderem um segundo idioma ao enviá-los para o campo mais cedo. Essas duas mudanças teriam ocorrido com ou sem o anúncio da idade dos missionários.

Para aumentar a capacidade do CTM, todos os centros de treinamento estão maximizando o uso do espaço vazio, incluindo colocar mais beliches em cada quarto. Por exemplo, o principal CTM da Igreja em Provo, Utah, vai aumentar sua capacidade de 3.000 para 4.800 em pouco tempo. Planos de longo prazo também estão sendo considerados. Apesar de na metade de outubro os líderes da Igreja terem decidido não prosseguir com a construção de um prédio de nove andares proposto originalmente para o CTM de Provo, os planos de longo prazo para a ampliação da capacidade do centro ainda existem.

“Não ter demolido os prédios que deveriam ter sido demolidos para a construção do prédio de nove andares mostrou ser uma grande bênção à curto prazo”, disse o Élder Evans, “porque qualquer coisa que tivéssemos feito teria diminuído a capacidade no curto prazo”.

Apesar de mais missionários estarem no CTM ao mesmo tempo com as mesmas instalações, o diretor executivo do Departamento Missionário Stephen B. Allen diz que a experiência de cada missionário no CTM vai ser igualmente boa, se não for melhor.

“[Queremos] assegurar que a experiência de cada missionário no CTM seja uma grande experiência”, diz Allen. “Não vai ser uma experiência menor; não vai ser uma experiência menos eficaz. Vai ser uma grande experiência de aprendizado espiritual, um período de revelação para esses missionários enquanto aprendem a ser missionários”.

Gratidão pela flexibilidade nas opções de matrícula nas universidades

Os missionários falam com uma mulher em Hong Kong. Em resposta ao anúncio de 6 de outubro, da redução da exigência de idade dos missionários, os presidentes de missão estão se preparando para o aumento no número de missionários enquanto treinam seus missionários que já estão servindo para que possam treinar os missionários que virão.

O impacto do anúncio da idade dos missionários também tem impacto significativo nos números de matrículas nas universidades de Utah e em outros lugares.

O Élder Evans observa que a Igreja é profundamente grata aos administradores da universidade que deram os passos para atender aos rapazes e moças que optam por servir. Por exemplo, no final de novembro a Universidade de Utah anunciou uma nova diretriz para adiamento de matrícula que permite que os alunos adiem o início do seu estudo por até sete semestres. E em outubro a Universidade Estadual de Utah montou uma força tarefa que no momento está considerando as estratégias que a universidade podem implementar para melhor se adaptar àqueles que decidirem servir uma missão.

“A adaptação feita pelas universidades tem sido maravilhosa”, diz o Élder Evans. “Seu desejo de considerar a posição da Igreja e depois procurar o ingresso dos jovens da Igreja com a esperança de que voltarão para essas instituições depois de suas missões é muito, muito gratificante, e seremos muito negligentes se não expressarmos gratidão a todas as universidades por fazerem esse esforço”.

Richins disse que seu serviço missionário vai ajudá-la a ser uma aluna melhor quando voltar.

“Espero que quando eu voltar eu esteja diferente, estarei mudada”, diz ela. “Vou trabalhar mais, ser mais diligente na escola, desenvolver mais os meus talentos, e espero que simplesmente me desenvolva mais como pessoa”.

Miranda Rechis, que também aproveitou a redução na exigência de idade e logo será uma missionária em Osorno, Chile, concorda. Ela diz que o serviço missionário vai ajudá-la “a amadurecer, a ser capaz de encarar (…) a faculdade com maior seriedade” quando tiver terminado a missão.

Mais oportunidades para o serviço missionário

Missionárias ensinam o evangelho na África. Nas semanas seguintes ao anúncio da idade dos missionários, a Igreja informou que as recomendações missionárias tiveram um aumento significativo (de 700 recomendações por semana para 4.000), com as mulheres constituindo mais da metade dos candidatos.

Não é segredo que muito mais moças se ofereceram como voluntárias para o serviço missionário depois de 6 de outubro. Os líderes da Igreja são gratos por sua disposição de servir. Em uma coletiva de imprensa após o anúncio, o Apóstolo da Igreja Jeffrey R. Holland disse que ele está “absolutamente encantado se esta alteração na norma permitir que muitas, muitas mais moças sirvam”, observando que “essas [mulheres] que servem são incrivelmente bem-sucedidas”.

Os líderes da Igreja também estão entusiasmados em geral porque mais jovens —homens e mulheres — agora poderão servir em uma missão.

“Este é um convite amoroso do Senhor para esta geração inteira”, diz o Élder Evans. “O que também quero dizer é que as escrituras tornam isso claro, e acho que a Primeira Presidência e o Doze também esclareceram (…) que todos somos iguais perante Deus”.