Notícias da Igreja

"Senti no meu coração que as escrituras que estava a ler eram verdadeiras..."

  Silvia Díez Adriano, editora das Páginas Locais e Web Master do LDS.org e Joana Paulo, responsável das Páginas Locais na estaca de Lisboa

  • 25 June 2013

Jovens com os seus diplomas de formatura de 4 anos. De esquerda para direita: Roberto Afonso, da estaca de Oeiras; Filipe Castro, da estaca de Setúbal; João Grilo, da estaca de Oeiras; Henrique Adriano, da estaca de Lisboa; Ana Cristina Pereira, da estaca de Lisboa; Camila Gomes, da estaca de Lisboa; Rafael Vaz, da estaca de Setúbal; David Silva, da estaca de Setúbal.

LISBOA. Mais um curso de Seminário chegou ao fim e todos os fiéis alunos celebraram juntos a satisfação de ter sido perseverantes na sua assistência às aulas. Na tarde do sábado, 22 de junho de 2013, mais de 120 jovens das estacas de Lisboa, Oeiras e Setúbal juntaram-se na capela de Benfica acompanhados de seus dedicados pais e professores.

A reunião foi dirigida pelo presidente Mário Rui Rodrigues, primeiro conselheiro da estaca de Lisboa. Três dos jovens que se formaram prestaram firme testemunho evangelho: Henrique Adriano, da estaca de Lisboa; João Grilo, da estaca de Oeiras e Rafael Vaz, da estaca de Setúbal.

A reunião de formatura terminou com um baile e um lanche preparado pela estaca anfitriã.

Jovens, pais e professores expressaram seus testemunhos e sentimentos sobre o Seminário da seguinte forma:

Rafael V., ala de Almada, estaca de Setúbal: O momento mais importante neste ano de Seminário foi saber que Deus tem um plano perfeito para os seus filhos e tem um propósito específico para cada um de nós.

Gina Gago, ramo de Póvoa de Santa Iria, estaca de Lisboa: O Seminário ajuda-nos a qualificarmo-nos para nos aproximarmos mais do Pai Celestial, molda o nosso carater e o nosso coração. O Salvador é o meu maior exemplo a seguir.

Anabel A., ala Tejo, estaca de Lisboa: O meu melhor momento no Seminário, não foi apenas um, mas sim um conjunto. Foi quando nas aulas prestávamos testemunho acerca daquilo que acreditamos. Gostava de olhar para a face dos jovens e saber que aquilo era verdade, que mesmo estando a brincar e a sorrir, eles têm um testemunho. Eu estou muito grata pelo Seminário e pela oportunidade de crescer juntamente com os outros jovens.

Diana M., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: Os meus melhores momentos no Seminário foram quando tínhamos oportunidade de prestar o nosso testemunho sobre o tema da aula e também sobre o evangelho nas nossas vidas.
 

Lavínia S., ala Tejo, estaca de Lisboa: O meu melhor momento no Seminário este ano foi quando fizemos jogos para recitar e aprender as escrituras. Fizemos jogos com gomas, rebuçados, balões e escrituras. Gostei, por ser uma maneira divertida de aprender as escrituras.

Daniel Adriano, ala de Miratejo, estaca de Setúbal: Lembrarei para sempre as madrugadas em que acordava para ir ao Seminário. Embora o cansaço, talvez um pouco de preguiça ou teimosia fossem obstáculos difíceis, as bênçãos que o Senhor prometia eram valiosas. Posso dizer já após alguns anos desde a formatura, que valeu a pena todo o esforço, horas e manhãs que dediquei. O Senhor nos abençoa sempre mais do que podemos ou imaginamos.

Deanna Adriano, ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O Seminário ajudou os meus filhos de várias maneiras! Primeiro por ser de manhã, nunca chegaram atrasados à escola. Segundo era a melhor maneira de começar o dia, aprender o evangelho, estar com os amigos e sentir o Espírito. Terceiro poder ouvir o testemunho de um profesor sobre Jesus Cristo e do seu ministério, pode marcar um jovem e prepará-lo para o resto do dia estar no mundo. Foi uma boa experiência!

Ingrid S., ala de Mem-Martins, estaca de Oeiras: Penso que para mim o melhor momento foi quando estudámos o livro de Apocalipse. Realmente é um livro assombroso e mais uma vez tive a confirmação de que tudo o que está lá escrito irá ser cumprido e se não estivermos preparados iremos perecer e faremos parte daqueles que não irão saber o que é a felicidade eterna.

Tiago R.: No Seminário aprendi sobre a expiação e só de pensar na dor de Jesus Cristo, faz-me lembrar o quanto Ele nos ama.

Adriana S., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: Momento específico no Seminário não há. O que recordo com grande amor é sem dúvida o Espírito que sentia em cada aula e que me tocava bastante. Depois de ir ao Seminário as horas do dia eram horas abençoadas, passadas com Deus a meu lado.

Gabriel S., ala 5, estaca de Lisboa: Os melhores momentos foram aqueles em que nós sentíamos o Espírito, porém não foi sempre, pois nós como jovens somos irrequietos e não conseguimos ficar reverentes. Mas o melhor mesmo era acordar cedo às 6 da manhã e ter aula às 6.30h.

Cristóvão T., estaca de Setúbal: O que gostei mais no Seminário foram as escrituras, mas a que mais me tocou foi o Apocalipse porque as passagens deste livro são muito fortes.

Adrielle C., ala de Almada, estaca de Setúbal: O momento mais importante para mim no Seminário foi poder aprender tudo e um pouco mais sobre o Novo Testamento. Fico grata por ter lido as escrituras e ter tirado as minhas dúvidas, para assim poder aplicar o evangelho à minha vida. Ter compartilhado a experiência da minha vida e da vida de outros jovens foi uma boa recordação mas o que mais gostei, foi quando prestámos o nosso testemunho, foi um bom momento.

Ana S., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: Os meus melhores momentos no Seminário foram quando pudemos interpretar as histórias do Novo Testamento fazendo teatros ou desenhos e explicar assim o que estávamos a estudar na altura. Gostei também de quando tivemos a oportunidade de partilhar o nosso testemunho sobre a influência do Seminário e do evangelho nas nossas vidas. O Seminário é uma forma que temos para estudar as escrituras, divertida e espiritual.

Renato V., ala de Almada, estaca de Setúbal: Este ano o Seminário foi muito importante para mim pois ajudou-me muito nos debates que tive com amigos que não conheciam a igreja. Desta forma eu consegui ajudá-los a entender o evangelho de Jesus Cristo.

Luana G., ala 1, estaca de Lisboa: O melhor momento do Seminário deste ano foi quando senti no meu coração que as escrituras que estava a ler eram verdadeiras.

Rúben I., ala 1, estaca de Lisboa: Todos os momentos no Seminário são bons desde que sintamos o Espírito connosco.

Cláudia Santos, ala de Miratejo, estaca de Setúbal: Sendo o segundo ano de Seminário que a minha filha frequenta, deixa-me muito feliz como mãe, pois sei que o futuro dela vai ser mais feliz por isso. O sacrifício traz bênçãos

Paulo Santos, ala de Miratejo, estaca de Setúbal: Para mim como bispo, o melhor momento de Seminário deste ano foi a altura em que eu estive desempregado e pude assistir às aulas no início do ano lectivo. Foi um privilégio poder estar com os jovens.
 

Júnior S., ala Tejo, estaca de Lisboa: Gostei de tudo mas o que destaco foi a convivência com os meus colegas.

Jéssica N., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: Aprendi muito no Seminário e gostei muito de lá estar. O que mais gostei foi do facto da professora nos fazer perceber a maneira como as coisas são e como devem ser feitas. Acho que a minha vida melhorou por ter ido e aplicado as aulas de Seminário à minha vida. O livro que gostei mais de estudar foi o Apocalipse.

Alexandre M., estaca de Oeiras: Eu ainda não sou membro da Igreja mas tenho ido ao Seminário e aprendi várias coisas importantes para a minha vida.

Isabel F., estaca de Oeiras: Este foi o meu primeiro ano de Seminário, no princípio eu não estava muito animada e faltava muitas vezes. Mas orei ao Pai Celestial e percebi a importância destas aulas. Acho que o melhor foi aprender mais sobre o evangelho de Cristo e perceber a importância deste.

Yohel M., ramo de Carregado, distrito de Santarém: Eu gostei de todos os momentos do Seminário. Em todas as aulas eu comparei as escrituras com a minha vida, cada escritura mostrava-me o que fazer e seguir. O Seminário fez- me chegar mais a Cristo.

Alexandre Meléndez, ramo de Carregado, distrito de Santarém: Eu estou muito grato por ter o privilégio de ser professor do Seminário, porque tenho a oportunidade de ver o crescimento espiritual dos jovens e isso faz -me sentir o que está escrito em D&C 18:16,”E agora, se a vossa alegria for grande com uma só alma que trouxestes a Mim ao reino de Meu Pai, quão grande será a vossa alegria se trouxerdes muitas almas”.

Cátia Gago, ramo de Póvoa de Santa Iria, estaca de Lisboa: Ser professora do Seminário é uma bênção. Servir os jovens ao dar as aulas e ser amiga deles é realmente incrível. Aprendi imenso com eles, com as questões que colocavam, com o seu exemplo e testemunho. O que mais gostei foi de falar nas aulas e o que mais me tocou foi quando falámos sobre Paulo, do seu exemplo como missionário e de todas as suas viagens missionárias. Ele foi um exemplo de caridade e serviço. Saber que ele pregou em todas as situações em que esteve presente, como na prisão, dá-me força e vontade para seguir o seu exemplo.

Gabriella M., ala de Costa de Caparica, estaca de Setúbal: O melhor momento e a melhor aula neste último ano de Seminário foi quando depois do falecimento da minha avó, eu assisti a uma aula e pude sentir realmente o Espírito de Deus. Nessa aula senti que Ele estava a zelar por ela. Sou muito grata por tudo o que o Pai fez por mim e pelo conforto que me deu. Realmente Ele cuida e preocupa-se connosco e cada aula para mim foi edificante.

David A., ala 1, estaca de Lisboa: O que eu mais gostei neste ano de Seminário foi do estudo de passagens inspiradoras que nos ajudam no dia-a-dia. Também gostei do estudo da vida de Jesus Cristo, pois aprendi o quanto Ele nos ama e quão grandioso Ele é.
 

Daniel D., ala Tejo, estaca de Lisboa: Quando o Seminário começou a ser diário eu sentia muito o Espírito todos os dias. Quando falámos sobre o escudo da fé e a espada do Espírito, eu senti o Espírito forte e soube que nós pudemos defender-nos sem pedir constantemente ao Senhor.

Sérgio C., ala Tejo, estaca de Lisboa: O que eu gostei mais durante este ano letivo de Seminário foi puder aprender mais sobre os ensinamentos de Jesus Cristo e dos seus discípulos. Também gostei muito das aulas de treino para a busca de escrituras.

João Grilo, ala de Oeiras, estaca de Oeiras: Este ano no Seminário pude entender mais o amor que o Salvador Jesus Cristo tem por mim através do seu ministério na Terra e pelo seu sacrifício expiatório. Pude desenvolver o meu testemunho e edificar o meu espírito quando estudava diligentemente o Novo Testamento e prestava atenção às aulas de Seminário.

Regina N., ala de Miratejo, estaca de Setúbal: Eu ainda tenho 13 anos, por isso não sou oficialmente do Seminário mas frequento todos os dias para acompanhar a minha mãe. Para mim o momento mais importante do Seminário foi saber que estou ali naquele momento a aprender sobre o evangelho de Cristo, preparar-me para depois ser missionária, casar no templo e ser boa mãe. Presto o meu testemunho, porque sei que a Igreja é verdadeira.

Iovana F., estaca de Oeiras: O Seminário foi muito bom, não é o fim da vida. Depois do Seminário há o Instituto!

Mário D.: O que mais gostei foi das atividades.

Pedro S., ala 2 de Setúbal, estaca de Setúbal: O melhor momento do Seminário foi durante uma aula em que estávamos eu e os meus colegas a servir de exemplo de 2 missionários que estavam a ensinar um rapaz, ou rapariga sobre o evangelho. Nesse momento, nós tentávamos ensinar o evangelho através de muitas escrituras, mas por fim eu decidi falar pelo Espirito e pelo meu sentimento, e então a minha professora disse-me que ensinar através das escrituras é importante, mas não há nada mais importante do que prestar o testemunho e deixar o Espírito fazer o resto.

Roberto A., ala de Cacém, estaca de Oeiras: Gostei pelo facto de que sempre saí a saber mais do que quando entrei e senti o Espírito.

David G., ala de Costa de Caparica, estaca de Setúbal: O que mais gostei no Seminário este ano foi o Espírito que sentimos nas aulas, o bom relacionamento com os outros jovens e com o nosso brilhantíssimo professor.

Inês N., ala 1 de Setúbal, estaca de Setúbal: Os meus melhores momentos foram quando acordava às 5.30h, saía às 6 horas de casa e caminhava a pé sozinha para o Seminário. Ainda de noite, sentia aquela aragem fresca e ficava maravilhada com as criações de Deus.

Diana P., ala Tejo, estaca de Lisboa: Um dos momentos mais importantes para mim no Seminário deste ano foi quando estudámos o livro de João. Este foi um dos meus livros preferidos pois cada palavra dita por João demonstrava um amor inabalável por Jesus Cristo. Não é por acaso que João era chamado “o amado”, pois Jesus também tinha um amor especial por ele. Este livro ajudou-me a chegar mais perto do Salvador e a perceber todas as coisas que Ele faz por mim.

Daniel V., ala de Almada, estaca de Setúbal: Gostei muito do Seminário fortaleceu muito o meu espírito e foi uma grande bênção na minha vida.

Raúl Estrela, ala de Miratejo, estaca de Setúbal: O melhor momento do Seminário como professor foi ver o progresso espiritual dos meus alunos. Vê-los saindo para missão, firmes no evangelho. Sou tão grato pelo exemplo dos nossos jovens, pelo seu amor por Jesus Cristo e pela sua dedicação na aquisição de conhecimentos.

David S., ala de Seixal, estaca de Setúbal: Para mim o Seminário é uma das partes mais importantes do dia, pois posso aprender, tirar dúvidas e saber como posso por em prática o evangelho na minha vida.

Filipe C., ala de Seixal, estaca de Setúbal: Posso dizer que graças ao Seminário o meu interesse e conhecimento do evangelho aumentou bastante.

Wagner Franco F., ala de Mem Martins, estaca de Oeiras. Eu gostei mais de uma aula que houve durante a última semana, em que, até eu fiquei surpreso com as minhas respostas, porque estava a sentir o Espírito.

Paula Borrego, ala 1 de Setúbal, estaca de Setúbal: Como prfessora do Seminário posso dizer que não houve um momento específico mais importante. Houve uma continuidade de momentos em cada aula. Pude sentir a comunhão do Espírito testificando a verdade aqueles jovens, pude ver a transformação de alguns alunos a serem moldados pelo poder do Espírito e pela força do evangelho. Sou grata por esta bênção em nossa vida.

Paulo Lima, ala de Setúbal 2, estaca de Setúbal: Para mim o melhor momento foi quando pude estudar as aulas do Seminário para dar aos meus filhos e pude passar para eles o que estudei, bem como quando os via interessados.

Pedro S., ala de Seixal, estaca de Setúbal: O que eu apreciei mais no Seminário foi o ambiente onde aprendia matérias que serão certamente postas em prática no campo missionário. Também apreciei o convívio dentro dos padrões com os outros jovens, onde ao mesmo tempo que adquiríamos mais conhecimento, nos divertíamos bastante.

Inês C., ala 1 de Setúbal, estaca de Setúbal: Um dos melhores momentos deste ano no Seminário foi numa dada altura em que não andava muito bem espiritualmente, posso dizer que andava um pouco perdida, até que numa aula do Seminário, encontrei o rumo. As escrituras são poderosas e podem mudar os nossos corações. Foi o que aconteceu comigo.

Cristina Melo, ala 1 de Setúbal, estaca de Setúbal: Como professora do Seminário o que mais me tocou foi ver o esforço de cada jovem a fortalecer o seu testemunho do Salvador. Aprendi que o Espírito Santo é o melhor professor e ao ensinar da maneira que o Senhor me indicava, podíamos sentir bem de perto o amor do nosso Pai Celestial. Cristo vive! Eu sei!

Francisco Costa, ala de Costa de Caparica, estaca de Setúbal: Este ano no Seminário verificámos o quão moderna é a palavra do Senhor à medida que os alunos se lembravam dos princípios aprendidos e as aplicavam nas suas vidas.

Nicole R., ala de Mem Martins, estaca de Oeiras: No ano passado não tive a oportunidade de frequentar o Seminário, poiso meu avó não me podia levar. Este ano o bispo foi-me buscar todas as semanas e eu agradeço-lhe muito. Aprendi a aplicar o evangelho na minha vida. Aprendi mais sobre o Salvador e o seu sacrifício que fez por nós. Sei que Ele vive, Ele abençoa-me todos os dias. Tenho uma família, tenho a possibilidade de frequentar uma escola e de poder ir ao Seminário. Quando vou ao Seminário convivemos uns com os outros e conhecemo-nos melhor. Agradeço aos líderes e principalmente ao Pai Celestial e ao meu Salvador, o ser que quero seguir. Desenvolvi a minha fé e a capacidade de ajudar o próximo.

César D., ala de Mem Martins, estaca de Oeiras: O meu melhor momento deu-se no dia em que tive a oportunidade de conhecer duas pessoas importantes e que mudaram a minha vida para sempre: Sister Nelson e Sister Barlow. Ensinaram-me que temos dons, que cabe a nós decidir se os usamos para o bem ou para o mal. Ensinaram-me também a ter amor ao próximo e querer ajudar quem mais precisa de nós. Acima de tudo ensinaram-me o mais simples e mais importante que está ao alcance de todos fazer, a oração! O meio que nós temos de nos achegar ao nosso querido Pai amado, Deus o grande criador. Quero agradecer a todos as pessoas que me fizeram sentir bem integrado principalmente aos irmãos Jairo e Joelma que foram os professores do Seminário e ao bispo António Sulcote que demonstrou ser um bom amigo quando se precisou dele. O facto de podermos ter famílias eternas, de podermos fazer convénios por nossos entes queridos que não tiveram a oportunidade de conhecer o verdadeiro evangelho, servem-me de incentivo para poder continuar e ser um membro firme.