O Templo de Roma, Itália É Marco do Crescimento da Igreja

Contribuição: Gerry Avant, editor do Church News

  • 9 Abril 2014

A construção do templo de Roma, Itália está progredindo bem; alguns andaimes foram retirados em março. O Presidente Thomas S. Monson anunciou os planos para construir o templo em 2008 e ele dedicou o terreno em 23 de outubro de 2010. O templo será dedicado em 2015.

Destaques de Artigos

  • As obras do templo de Roma, Itália prosseguem e ele pode ser dedicado durante o ano de 2015.
  • Cada templo é muito importante e leva a mensagem da vida eterna e das famílias unidas eternamente, disse o Presidente Monson.

As obras estão progredindo na construção do templo de Roma, Itália que é o projeto mais comentado e acompanhado dentre as construções em andamento feitas pela Igreja.

O Presidente Thomas S. Monson anunciou os os planos para a construção do Templo de Roma, Itália em 4 de outubro de 2008. Ele dedicou o terreno e fez a abertura de terra para o templo em 23 de outubro de 2010.

“Grande parte dos andaimes externos foi removida para que a beleza do templo pudesse ser contemplada”, disse o Élder William R. Walker dos Setenta, também Diretor Executivo do Departamento de Templos. Ele disse que a data para a dedicação do templo ainda não foi definida, mas o evento deve acontecer em algum momento no próximo ano.

O templo de Roma tem área de 14,5 acres, localizados na Via de Settebagni, 376, próximo aos limites situados na região nordeste da cidade. Ele está sendo construído basicamente com concreto armado e com uma fachada de granito Bianco Sardo; a pedra é extraída e fabricada na Itália.

O edifício principal terá 18,25 metros de altura. Há duas torres: a torre oeste terá 42,24 metros, enquanto a torre leste terá altura final de 47,64 metros quando for coberta com a estátua do anjo Morôni.

Os funcionários do Departamento de Templos disseram que foi tomado muito cuidado paisagístico com o local durante o projeto. Pinheiros da vegetação original do local foram preservados e as oliveiras foram realocadas por várias áreas do terreno. As calçadas ao redor do templo são construídas de pedras de Travertino extraídas de vários locais da Itália.

A pedra principal usada no interior é o mármore Perlato Svevo; é usado no piso, na base de pedra, nas paredes e em bancadas por todo o templo. A pedra está sendo extraída de vários locais na Itália e a fabricação também é feita no próprio país.

Uma variedade de materiais será usada no piso do templo. Pedras decorativas são usadas no piso da área da pia batismal e no saguão da escadaria principal. Os padrões foram inspirados na Praça do Capitólio de Michelangelo, localizada no alto do Monte Capitolino em Roma. O projeto inclui o design oval de Michelangelo, representando o centro do mundo. As pedras usadas nos padrões do piso são originárias de várias nações, incluindo Espanha, Brasil e Turquia, assim como da própria Itália.

Os carpetes nas salas de selamento e celestial serão de cor bege com gravações refletidas na pintura decorativa e inspiradas no Capitólio.

Pinturas decorativas, vitrais, trabalhos de marcenaria, e molduras em forma de coroa acrescentarão à beleza do templo.

O Presidente Thomas S. Monson, outros líderes da Igreja e convidados com pás cheias de terra na cerimônia de abertura de terra do Templo de Roma, Itália em 23 de outubro de 2010. Fotografia: Jason Swensen.

O templo de Roma, Itália é um dos marcos do crescimento da Igreja. O Élder Walker disse que está maravilhado com o progresso e o número crescente de templos, dos 10 que existiam na época que ele tinha 12 anos de idade para os 142 que foram dedicados até o momento. O 143º, o templo de Fort Lauderdale, Flórida, será dedicado no dia 4 de maio.

“Quando eu tinha 11 anos de idade, a presidente da primária da minha ala (Raymond, Alberta, Canadá) disse que tínhamos que decorar as 13 Regras de Fé e os nomes e os locais de todos os templos da Igreja até o dia em que nós saíssemos da primária”, disse ele. “Eu decorei a maioria das Regras de Fé naquela época e decidi que eu iria aprender os nomes e locais dos nove templos da Igreja.”

Ele já havia aprendido sobre os templos construídos em Kirtland, Ohio (1836) e Nauvoo, Illinois (1846) antes dos Santos migrarem para o oeste. Além disso, ele havia aprendido sobre os quatro templos construídos em Utah: Saint George (1877), Logan (1884), Manti (1888) e Salt Lake City; (1893) e os que tinham sido construídos em Laie, Havaí (1919), Cardston, Alberta, Canadá (1923) e Mesa, Arizona (1927).

“Meu bisavô, Adam Russell, assistiu à dedicação do Templo de Salt Lake City. Ele considerou um dos grandes momentos de sua vida”, disse o Élder Walker.

Templo de Roma, Itália, interpretação do artista.

O templo em Idaho Falls, Idaho, foi dedicado em 1945, quando o Élder Walker tinha apenas um ano de idade. O último templo na lista, o Templo de Berna Suíça, foi dedicado em setembro de 1955, poucos meses depois de sua presidente da primária pedir à classe que decorassem os nomes e locais dos templos. O templo de Los Angeles Califórnia, em fase de construção, foi dedicado um ano depois, em 1956, tornando-se o décimo templo na igreja.

“Foi dado um pôster a acada criança da primária, mais ou menos do tamanho do nosso caderno escolar, que tinha fotos de todos os templos no mundo”, disse o Élder Walker. “Eu pendurei o meu pôster em meu quarto. Imagine como o cartaz seria enorme atualmente, contendo fotos de todos os 142 templos. Mesmo sendo o Diretor Executivo do Departamento de Templos, não acho que eu poderia citar todos os templos da Igreja. Talvez eu conseguisse se pudesse olhar para um mapa.

Lembro-me das pessoas na Ala Raymond dizendo que tinham ido para todos os templos durante as férias de verão, exceto o do Havaí. Eu não acho que muita gente pode dizer isso hoje em dia.”

O Élder Walker disse que muitas vezes ouviu o Presidente Monson falar da visão extraordinária que o Presidente Spencer W. Kimball teve quando ele ampliou a presença dos templos pelo mundo.

“Quando o Presidente Kimball se tornou Presidente da Igreja em 1973, havia apenas 15 templos em funcionamento no mundo e o Templo de Washington D.C. estava em construção”, disse o Élder Walker.

Presidente Thomas S. Monson, segundo a partir do lado esquerdo e seus conselheiros, Presidente Henry B. Eyring à esquerda e o Presidente Dieter F. Uchtdorf juntamente com o Élder William R. Walker dos Setenta à direita, fora do Templo de Oquirrh Mountain, Utah entre as sessões de sua dedicação em 2009. Foto: Jeffrey D. Allred, Deseret News.

Durante os 12 anos da administração do Presidente Kimball (1973–1985), o número de templos aumentou para 36, com mais 9 em construção ou anunciados. “Aumentou em três vezes o número de templos desde a época em que ele se tornou Presidente da Igreja”, disse o Élder Walker.

A grande obra de construção de templos prosseguiu sob a direção dos sucessores do Presidente Kimball: Presidente Ezra Taft Benson, Presidente Howard W. Hunter e Presidente Gordon B. Hinckley.

“A obra do senhor está rolando por todo o mundo”, disse o Élder Walker. “A construção de templos segue adiante de modo maravilhoso sob a direção do Presidente Monson. Desde que foi chamado como Presidente da Igreja no dia 3 de fevereiro de 2008, o Presidente Monson tem viajado pelo mundo incansavelmente em seu ministério. Os templos são claramente uma parte muito importante de sua obra e ministério. Ele dedicou templos de lugares distantes; de Cebu nas Filipinas a Kiev na Ucrânia e muitos em tantos outros lugares. Incluindo os anúncios feitos há um ano, a construção de templos em Cedar City, Utah e o Rio de janeiro, Brasil, ele já anunciou a construção de 33 templos .”

Em 2 de março o Presidente Monson dedicou o 142º templo, o Templo de Gilbert, Arizona.

“Onde quer que eu vá entre os santos dos últimos dias, dentro de poucos minutos, alguém pergunta sobre o templo de Roma, Itália”, disse ele.

Em seguida, ele observou que cada templo — independentemente de sua localização geográfica, tamanho, projeto arquitetônico ou mobília — é muito importante. “Cada um deles é a casa do Senhor”, ele disse. “E cada um leva a mensagem de que a vida é eterna, que um amoroso Pai Celestial providenciou um meio pelo qual podemos ficar juntos para sempre como famílias.”