As Escrituras São uma Poderosa Ferramenta Missionária, Diz o Bispo Caussé

  Enviado por Jason Swensen, redator da equipe do Church News

  • 23 July 2013

Bispo Gérald Caussé, Primeiro Conselheiro no Bispado Presidente  Fotografia: Christina Smith, IRI

Destaques do Artigo

  • O Bispo Caussé falou da importância das escrituras na conversão de sua família há 50 anos.
  • Cristo treinou Seus discípulos a usar tanto as escrituras como o Espírito Santo como provas convincentes e irrefutáveis da realidade de Sua vida, Seu sacrifício expiatório e Sua ressurreição.
  • As escrituras são o ponto central do ensino do missionário; dão autoridade e tornam válidos os ensinamentos dos missionários.

“Seguindo o padrão estabelecido pelo próprio Jesus Cristo, os missionários de hoje podem extrair incomparável poder das escrituras.” — Bispo Gérald Caussé, Primeiro Conselheiro no Bispado Presidente

PROVO, UTAH

As escrituras continuam sendo uma ferramenta poderosa e essencial na obra sagrada de levar as pessoas ao evangelho, disse o Bispo Gérald Caussé em seu discurso de 25 de junho no seminário de 2013 para novos presidentes de missão.

O Primeiro Conselheiro no Bispado Presidente discursou sobre a importância das escrituras na conversão de sua própria família há 50 anos.

Os pais do Bispo Caussé, Jean e Marie-Blanche Caussé, reconheceram o bem que o evangelho tinha na vida dos membros, mas inicialmente recusaram repetidos convites batismais. Certa noite, os élderes pediram ao Sr. Caussé que lesse Tiago 4:17: “Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado”.

Assim que leu essas palavras, a consciência do Sr. Caussé ficou incomodada. Ele sabia que o evangelho era uma coisa boa e que se recusar a ser batizado era cometer um pecado. Algumas semanas depois, os pais do Bispo Caussé foram batizados.

“Vemos assim que, até mesmo na família Caussé, temos uma escritura de mudança de vida tirada do livro de Tiago”, disse o Bispo Caussé.

O poder de conversão das escrituras pode ensinar a verdade e dar clareza, disse ele.

Cristo treinou Seus discípulos a usar tanto as escrituras como o Espírito Santo como provas convincentes e irrefutáveis da realidade de Sua vida, Seu sacrifício expiatório e Sua ressurreição. Ele seguiu o mesmo curso de ação com Seus discípulos no continente americano.

“Seguindo o padrão estabelecido pelo próprio Jesus Cristo, os missionários de hoje podem extrair incomparável poder das escrituras”, disse o Bispo Caussé. “Lemos em [II Timóteo 3:16] que ‘toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir com justiça’.”

Pregar Meu Evangelho coloca as escrituras no centro das lições missionárias e mostra por que os missionários devem usá-las como base principal de seu ensino.

“A utilização das escrituras é mais do que apenas incentivo ou conselhos. É um mandamento dado para os discípulos de Cristo”, disse ele.

Apesar do número crescente de manuais, livros e ferramentas educacionais à disposição dos missionários, as escrituras continuam sendo a âncora de seus ensinamentos. Elas dão autoridade e validade ao ensino deles.

“Quando descrentes quiseram derrubar a doutrina de Cristo, tentaram fazê-lo atacando-a em seu âmago, ou seja, as santas escrituras. Em resposta, toda vez que os profetas foram confrontados, eles usaram a arma mais poderosa: a força pura e absoluta da palavra de Deus.”

Em um mundo cada vez mais mergulhado nas profundezas da confusão, as escrituras são um ponto de referência para os membros da Igreja e para os pesquisadores, disse o Bispo Caussé, e acrescentou que, quando os missionários usam as escrituras, eles convidam o Espírito Santo para estar presente durante o ensino.

“Mas não se trata simplesmente de atrair o poder do Espírito durante as lições”, disse ele. “É importante para os pesquisadores perceberem que precisam obter a companhia duradoura e permanente do Espírito Santo. Isso vai fortalecer sua conversão e ajudá-los a se manterem fiéis após o batismo.

Entre os hábitos saudáveis que todos os futuros membros devem adquirir antes de seu batismo estão não apenas a frequência às reuniões de domingo, mas a oração diária e o estudo das escrituras.”

O amor, o estudo e o domínio das escrituras são elementos essenciais para que alguém seja um bom missionário, concluiu o Bispo Caussé.