A Presidência Geral das Moças Fala a Respeito dos Novos Inícios

  • 17 January 2013

A presidência geral das Moças, Elaine S. Dalton, Mary N. Cook e Ann M. Dibb fala a respeito dos Novos Inícios de 2013. Foto de Drake Busath.

Destaques do Artigo

  • As líderes e as Moças devem aproveitar os recursos tanto do site dos jovens como do site das Moças.
  • Os Novos Inícios proporcionam às moças a oportunidade de conhecer sobre a história da organização.
  • O novo ano permite que focalizemos esforços na realização do Progresso Pessoal.

“O início de um novo ano é um momento excelente para fazer metas pessoais ou tomar resoluções.” — Ann M. Dibb, segunda conselheira na presidência geral das Moças.

Cada membro da presidência geral das Moças fala a respeito dos Novos Inícios de 2013.

— Irmã Elaine S. Dalton, presidente geral das Moças

Um novo ano marca um novo início e, nas Moças, comemoramos os Novos Inícios. Todo ano, os pais e as moças se reúnem para saber como as lições e as atividades das Moças podem ajudar os pais a ajudar suas filhas preciosas a tornarem-se tudo o que o Senhor espera que elas sejam. Essa reunião, os Novos Inícios, pode incluir orientações para o Progresso Pessoal, planos para as atividades do próximo ano e, particularmente este ano, o novo recurso “Vem, e Segue-Me: Recursos de Aprendizado para os Jovens.” Essas informações são apresentadas pela classe das lauréis e outros líderes e consultores. As moças que vão fazer 12 anos no ano que vem e todas as moças de 12 a 18 estão convidadas juntamente com seus pais. O novo tema da Mutual “Permanecei em lugares santos e não sejais movidos” (D&C 87:8) é apresentado para os pais e as moças usando alguns dos recursos de mídia Vigor da Juventude. Esse recurso maravilhoso apoia os jovens no cumprimento dos padrões e a ajuda-os a saber como outros jovens em todo o mundo estão incorporando o tema da Mutual em sua vida. Esses recursos também podem ser usados nas aulas, noites familiares, atividades e conferências de jovens. Eles estão em harmonia com as doutrinas ensinadas no domingo e acrescentam valiosos recursos de mídia para o ensino e aprendizado das moças.

Os últimos anúncios feitos pelo Presidente Thomas S. Monson e a Primeira Presidência sobre o currículo dos jovens, o serviço missionário e o trabalho do templo e história da família são um convite para que as moças apressem o trabalho do Senhor.

Este ano, ao enfocarmos essas prioridades, incentivamos as moças a permanecer em lugares santos e a não ser movidas.

  1. Olhe para o templo e para o trabalho de história da família.
  2. Compartilhe o evangelho com os outros.
  3. Pais e líderes, ajudem as moças a tornarem-se convertidas ao usar os recursos online de ensino e aprendizado para os jovens; ajudem-nas a aprender pelo Espírito e a se esforçarem ativamente em viver as doutrinas.

Na conferência geral de outubro de 2011, o Élder David A. Bednar, do Quórum dos Doze Apóstolos, fez o seguinte convite para os jovens da Igreja: “Convido os jovens da Igreja a aprenderem a respeito do Espírito de Elias e a vivenciarem-no. Incentivo-os a estudarem, a pesquisarem seus antepassados e a prepararem-se para realizar batismos vicários na casa do Senhor por seus próprios parentes falecidos” (“O Coração dos Filhos Voltar-se-á”, A Liahona, novembro de 2011, p. 26; ver também D&C 4:28–36). As bênçãos que acompanham essas experiências são a resposta para todas as orações de cada pai, líder do sacerdócio e líder das Moças: “Ao atenderem com fé a este convite, seu coração se voltará aos pais. As promessas feitas a Abraão, Isaque e Jacó serão implantadas em seu coração. Sua bênção patriarcal, com sua declaração de linhagem, vai ligá-los a esses pais e será mais significativa para vocês. Seu amor e sua gratidão por seus antepassados vão aumentar. Seu testemunho do Salvador e sua conversão a Ele se tornarão mais profundos e duradouros. E prometo-lhes que serão protegidos da crescente influência do adversário. Ao participarem desse trabalho sagrado e amarem-no, serão protegidos em sua juventude e por toda a vida.” (“O Coração dos Filhos Voltar-se-á”, 26–27).

O propósito do programa das Moças não mudou. É auxiliar os pais e líderes do sacerdócio a preparar cada moça para ser digna de fazer e guardar convênios sagrados e receber o as ordenanças do templo. Com essas prioridades em nosso coração e mente, podemos embarcar em um novo ano — um novo início — decididos a permanecer em lugares santos e não ser movidos.

Como Presidência, estamos entusiasmadas com este ano novo e oramos para que cada uma de nós sinta as bênçãos dessas ricas promessas.

Irmã Mary N. Cook, primeira conselheira na presidência geral das Moças

Os Novos Inícios não são apenas um momento para que as moças e os pais conheçam o programa das Moças, mas também pode ser a ocasião ideal para conhecer a história da nossa organização. Agora, no site das Moças, em Recursos para as Líderes você encontrará a história da organização das Moças, com um vídeo muito interessante intitulado “Uma Luz Brilhante para as Gerações”.

Neste vídeo, o Presidente Henry B. Eyring fala de nossas Moças como “a resplandecente esperança da Igreja do Senhor” (“Um Testemunho Vivo”, A Liahona, maio de 2011, p. 5). Ouvimos a respeito da preocupação de Brigham Young de que “a influência do mundo [estava chegando] a suas próprias filhas” e que “as atraíam para longe do caminho do Senhor rumo à felicidade”, e o chamado do Presidente Young para as Moças foi o de cultivar o recato e dar um exemplo ao mundo digno de ser seguido. Quando as moças ouvirem e lerem os testemunhos das jovens que as precederam, elas serão inspiradas a adquirir um “testemunho vivo” que vai fortalecer sua vida para o futuro e ajudá-las a tornarem-se “mensageiras da Luz de Cristo (…) no mundo inteiro e em por todas as gerações” (“Um Testemunho Vivo”, p. 5).

Além disso, na seção sobre a história das Moças no site há vários fatos curiosos. As Moças sempre estiveram envolvidas em um programa de reconhecimento para ajudá-las a aprender e progredir. Talvez as moças queiram fazer uma comparação do Progresso Pessoal de hoje com aquele de antigamente. Aqui estão alguns dos requisitos de 1915:

  • Cuide de uma colmeia de abelhas durante um certo período de tempo e aprenda sobre seus hábitos.
  • Durante duas semanas mantenha a casa sem moscas ou mate pelo menos 25 moscas diariamente.
  • Capine 2.000 m2 de terra.

As histórias inspiradoras das jovens que nos precederam são uma parte comovente desse site. Atendendo ao conselho profético do Presidente Brigham Young de adquirir um testemunho vivo, muitas jovens escreveram e guardaram seu testemunho para prestá-lo ao mundo. Leia sobre Elvira Stevens, uma menina órfã cujos pais morreram em Nauvoo antes da jornada até Sião. Para ajudar as moças a compreender a importância dessas histórias comoventes, utilize perguntas como esta: “Por que é importante escrever minha história e compartilhar meu testemunho?”

Os Novos Inícios são uma ocasião ideal para que as moças conheçam as origens da nossa organização, mas o site também pode ser usado como parte de uma atividade da Mutual, no acampamento, ou até mesmo nas aulas de domingo. Reserve algum tempo para familiarizar-se com esse valioso recurso.

Irmã Ann M. Dibb, segunda conselheira na presidência geral das Moças.

O início de um novo ano é uma ocasião excelente para fazer metas pessoais ou tomar resoluções. Também é a época perfeita para renovar nosso entusiasmo pelo Progresso Pessoal. Por que não optar por usar o Progresso Pessoal como um meio de melhorar, formar hábitos novos e até despertar mais interesse no Progresso Pessoal com outras pessoas?

A irmã Elaine S. Dalton lembra-nos continuamente, como líderes das Moças, que temos a oportunidade e a bênção de liderar! As líderes que trabalham continuamente em seu Progresso Pessoal descobrem um entusiasmo a mais que permeia cada parte de seu serviço no programa das Moças. As líderes relataram-me com alegria: “Quando trabalho em meu Progresso Pessoal e compartilho minhas metas e experiências, isso se torna contagiante. Logo as moças começam também a compartilhar com entusiasmo suas metas e seu progresso. Elas são uma inspiração para mim. É uma alegria fortalecer umas às outras.”

Incentivo vocês a simplesmente começar a abrir seu livreto ou a examinar o conteúdo do Progresso Pessoal online. Dê a si mesma o crédito pelas coisas extraordinárias que já estão fazendo como líder, esposa, mãe, filha, irmã, amiga, membro da comunidade e virtuosa filha de Deus. Agora é o momento! Que este seja um ano para examinar e realizar algumas das mais de oitenta sugestões encontradas nesse livreto inspirado.

Trabalhe em seu Progresso Pessoal da forma que faria com qualquer outra meta ou resolução promissora:

  • Faça um planejamento. Esforce-se para ter um plano realístico e viável.
  • Comece com uma meta simples. “É por meio de coisas pequenas e simples que as grandes são realizadas” (Alma 37:6).
  • Determine um prazo. Muitas vezes o Progresso Pessoal menciona um período específico de tempo. No valor boas obras: experiência n º 5, lemos: “Estabeleça um padrão de serviço em sua vida escolhendo um membro da família a quem possa ajudar. Cuide dessa pessoa por pelo menos um mês.” Faça um quadro ou use um calendário ou anotações para ajudar a lembrar-se de sua meta e do prazo.
  • Compartilhe seu compromisso e peça apoio. Tome nota. Pense na possibilidade de compartilhar sua meta com uma moça e pergunte se ela poderia ajudá-la com incentivo e se assinaria sua meta no final. Trabalhar em conjunto é divertido. O relacionamento com as pessoas pode ser fortalecido por meio do Progresso Pessoal.
  • Esteja atento aos reveses. Esforce-se para desenvolver a persistência.
  • Relate e comemore seu progresso e a realização das metas.

Este ano, escolhi personalizar a citação do Presidente Ezra Taft Benson na página 75 do livreto do Progresso Pessoal: “Mostrem-me uma jovem [líder] que ame o lar e a família, que leia e pondere as escrituras diariamente, que possua um testemunho ardente do livro de Mórmon. Mostrem-me uma jovem que frequente fielmente as reuniões da igreja, que se tenha formado no seminário, que haja conquistado o Certificado das Moças e use seu medalhão com orgulho! Mostrem-me uma moça virtuosa e que mantenha sua pureza pessoal, que não aceite nada menos que um casamento no templo, e eu lhes mostrarei uma jovem que realizará milagres para o Senhor, agora e por toda a eternidade.” (Ver também “Às Moças da Igreja”, A Liahona, janeiro de 1987, p. 84.)

Que esta seja nossa meta pessoal e a resolução para o ano de 2013.