Os Missionários São um Tesouro da Igreja

Kazuhiko Yamashita

Dos Setenta


Sou grato pelos missionários serem chamados pelo Senhor e por eles responderem a esse chamado e servirem em todo o mundo.

Certa noite, há muitos anos, um missionário recém-chamado, Élder Swan, e seu companheiro sênior japonês vieram visitar-me em casa. Felizmente eu estava em casa e por isso pudemos convidá-los a entrar. Quando os cumprimentei à porta, meus olhos foram atraídos pelo paletó que o Élder Swan usava. Sem pensar, falei: “Que belo paletó você está usando!” No entanto, não era um paletó novo, mas surrado. Presumi que aquele paletó havia sido deixado para trás por outro missionário que fora transferido.

O Élder Swan imediatamente respondeu-me de forma totalmente oposta à que eu tinha em mente. Em japonês entrecortado, ele disse: “De fato, este é um bom paletó. Meu pai o usou há vinte anos quando serviu como missionário no Japão”.

O pai dele tinha servido na Missão Japão Okayama. E quando seu filho partiu para servir missão no Japão, ele deu-lhe aquele paletó. Esta foto mostra esse paletó que duas gerações de Élderes Swan usaram no Japão.

Fiquei emocionado ao ouvir as palavras do Élder Swan e compreendi a razão dele ter usado o paletó do pai enquanto fazia proselitismo. O Élder Swan tinha partido para a missão levando como herança a determinação e o amor pelo Japão e seu povo que seu pai demonstrara.

Com certeza alguns de vocês já viram algo semelhante. Vários missionários que servem no Japão já me falaram que seus pais, mães ou até mesmo avós e tios também serviram missão no Japão.

Gostaria de expressar meu amor sincero, respeito e minha gratidão por todos os ex-missionários que serviram por todo o mundo. Tenho certeza de que aqueles a quem ajudaram a converter não se esqueceram de vocês. “Quão formosos são, sobre os montes, os pés do que anuncia as boas novas (…)”.1

Sou um desses conversos. Fui convertido aos 17 anos, quando estava no ensino médio. O missionário que me batizou foi o Élder Rupp, de Idaho. Ele foi recentemente desobrigado como presidente de estaca em Idaho. Não o vi mais desde que eu era recém-batizado, mas já trocamos e-mails e falamos ao telefone. Nunca o esqueci. Seu rosto bondoso e sorridente está gravado em minha memória. Ele ficou muito feliz ao saber que eu estava bem!

Aos 17 anos, eu não tinha uma boa compreensão das mensagens que os missionários estavam me dando. No entanto, nutria um sentimento especial pelos missionários. Queria tornar-me como eles e sentia seu amor profundo e perene.

Quero contar-lhes sobre o dia do meu batismo. Era 15 de julho e o dia estava muito quente. Uma mulher também foi batizada no mesmo dia. A fonte batismal tinha sido feita artesanalmente pelos missionários e não parecia grande coisa.

Fomos confirmados logo após o batismo. Primeiro, o Élder Lloyd confirmou a irmã. Sentei-me com os outros membros, fechei os olhos e silenciosamente escutei. O Élder Lloyd a confirmou e em seguida pronunciou uma bênção sobre ela. No entanto, o Élder Lloyd parou de falar, o que me fez abrir os olhos e fixar o olhar nele.

Consigo lembrar-me daquela cena até hoje. Os olhos do Élder Lloyd estavam marejados de lágrimas. Pela primeira vez na vida, senti-me envolvido pelo Santo Espírito. E por meio do Santo Espírito obtive um conhecimento seguro de que o Élder Lloyd nos amava e de que Deus também nos amava.

Então, chegou a minha vez de ser confirmado. Foi o Élder Lloyd de novo que confirmou. Colocou as mãos sobre minha cabeça e confirmou-me membro da Igreja, conferiu-me o dom do Espírito Santo e depois pronunciou uma bênção. Outra vez ele interrompeu a bênção. Porém, dessa vez compreendi o que ocorria. Sem dúvida eu sabia por meio do Espírito Santo que os missionários me amavam e que Deus também me amava.

Agora gostaria de dizer algumas palavras aos missionários que estão servindo no mundo todo. Sua atitude e sobretudo o amor que mostram pelos outros serão mensagens muito significativas. Ainda que eu não fosse capaz de entender instantaneamente as doutrinas que os missionários ensinaram-me, senti seu grande amor e aprendi lições importantes com seus muitos atos de bondade. Sua mensagem é uma mensagem de amor, de esperança e de fé. Sua atitude e suas ações convidam o Espírito e é o Espírito que nos capacita a compreender as coisas que são importantes. O que quero comunicar a vocês é que por meio do seu amor, vocês estão transmitindo o amor de Deus. Vocês são um tesouro nesta Igreja. Sou grato por todo o seu sacrifício e toda a sua dedicação.

Gostaria também de falar a vocês, futuros missionários. Na minha própria família quatro de nossos filhos já terminaram a missão e nosso quinto missionário entrará no Centro de Treinamento Missionário de Provo no final do mês que vem. No ano que vem, nosso caçula planeja sair em missão quando terminar o ensino médio.

Assim, falo a meus filhos e a todos vocês que se preparam para servir missão. É preciso que tragam com vocês três coisas para a missão:

  1. 1.

    1. O desejo de pregar o evangelho. O Senhor deseja que vocês procurem Suas ovelhas. 2 Há pessoas em todo o mundo esperando por vocês. Por favor, dirijam-se rapidamente para onde eles estão. Ninguém procura resgatar as pessoas com mais dedicação que os missionários. Sou um dos resgatados.

  2. 2.

    2. Desenvolvam seu próprio testemunho. O Senhor requer o “coração e uma mente solícita”.3

  3. 3.

    Ame as pessoas, assim como o Élder Swan, que trouxe para a missão o paletó de seu pai e o amor de seu pai pelo Japão e seu povo.

E aqueles entre vocês que não sabem como se preparar para a missão, conversem com seu bispo. Sei que ele os ajudará.

Sou grato pelos missionários serem chamados pelo Senhor e por eles responderem a esse chamado e servirem em todo o mundo. Gostaria de dizer a todos vocês, amados ex-missionários: sou realmente grato por todos os seus esforços. Vocês são um tesouro nesta Igreja. Continuem sempre a ser missionários e a agir como discípulos de Cristo.

Testifico que somos filhos do Pai Celestial, que Ele nos ama e que enviou Seu Amado Filho, Jesus Cristo, para podermos voltar a Sua presença. Digo estas coisas em nome de Jesus Cristo. Amém.

Exibir Referências

  1.  

    1.  Isaías 52:7.

  2.  

    2.  Ezequiel 34:11.

  3.  

    3.  Doutrina e Convênios 64:34.