Ao Reunir-nos Novamente

Presidente Thomas S. Monson


Nosso Pai Celestial Se preocupa com cada um de nós e com nossas necessidades. Que fiquemos plenos do Seu Espírito, ao participar desta conferência.

Meus amados irmãos e irmãs, ao reunir-nos mais uma vez em uma conferência geral da Igreja, dou-lhes as boas-vindas e expresso meu amor por vocês. Reunimo-nos a cada seis meses para fortalecer, incentivar e consolar uns aos outros e edificar a fé. Estamos aqui para aprender. Alguns de vocês podem estar buscando respostas para dúvidas e problemas que enfrentam na vida. Alguns se debatem com decepções ou perdas. Todos podemos ser individualmente iluminados, elevados e consolados ao sentir o Espírito do Senhor.

Caso haja mudanças que precisem ser feitas em sua vida, vocês podem encontrar o incentivo e a coragem para fazê-lo, ao ouvir as palavras inspiradas que serão proferidas. Que todos renovemos a determinação de viver de modo a sermos dignos filhos e filhas de nosso Pai Celestial. Continuemos a opor-nos ao mal, onde quer que ele seja encontrado.

Quão abençoados somos por estar na Terra num momento como este — um momento maravilhoso na longa história do mundo. Não podemos reunir-nos todos sob o mesmo teto, mas podemos agora participar da conferência por meio das maravilhas da televisão, do rádio, da transmissão via cabo e via satélite, e da Internet — até mesmo de dispositivos móveis. Reunimo-nos falando vários idiomas, morando em muitos países, mas todos com uma só fé, uma só doutrina e um único propósito.

A partir de um modesto princípio há 182 anos, nossa presença é agora sentida no mundo inteiro. Esta grandiosa causa na qual estamos engajados continuará a progredir, mudando e abençoando vidas. Nenhuma causa, nenhuma força no mundo inteiro pode parar a obra de Deus. A despeito do que vier, esta grandiosa causa vai avançar. Lembremos as palavras proféticas do Profeta Joseph Smith: “A mão do ímpio não conseguirá barrar o progresso da obra; mesmo que sejam deflagradas violentas perseguições, que se reúnam multidões enfurecidas, que exércitos sejam mobilizados, mesmo que haja calúnias e difamações, a verdade de Deus avançará com coragem, nobreza e independência, até que tenha penetrado cada continente, visitado cada clima, entrado em cada país e soado em cada ouvido, até que os propósitos de Deus sejam cumpridos e o grande Jeová diga que o trabalho está terminado”.1

Há muitas coisas difíceis e desafiadoras no mundo de hoje, meus irmãos e irmãs, mas também há muito do que é bom e edificante. Conforme declaramos em nossa décima terceira regra de fé: “Se houver qualquer coisa virtuosa, amável, de boa fama ou louvável, nós a procuraremos”. Continuemos sempre a fazê-lo.

Agradeço a vocês por sua fé e devoção ao evangelho. Agradeço pelo amor e cuidado que demonstram uns para com os outros. Agradeço pelo serviço que prestam em suas alas e ramos e em suas estacas e distritos. É esse serviço que permite que o Senhor leve a efeito muitos dos Seus propósitos aqui na Terra.

Expresso minha gratidão pela bondade com que me recebem, aonde quer que eu vá. Obrigado por suas orações em meu favor. Tenho sentido essas orações e sinto imensa gratidão por elas.

Agora, meus irmãos e irmãs, viemos para ser instruídos e inspirados. Muitas mensagens serão compartilhadas nos próximos dois dias. Posso assegurar-lhes que os homens e as mulheres que vão falar-nos hoje buscaram a ajuda e a orientação do céu ao preparar suas mensagens e foram inspirados a respeito do que irão compartilhar conosco.

Nosso Pai Celestial Se preocupa com cada um de nós e com nossas necessidades. Que fiquemos plenos do Seu Espírito, ao participar desta conferência, é minha sincera oração, no sagrado nome de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Amém.

Exibir Referências

  1.  

    1.  Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Joseph Smith, 2007, p. 149.