Pular para a Navegação Principal
Abril 2012 | Este É o Momento de Erguer-se e Brilhar!

Este É o Momento de Erguer-se e Brilhar!

Abril 2012 Conferência Geral

Como filhas de Deus, vocês nasceram para liderar.

Da minha janela do escritório das Moças, tenho uma vista espetacular do Templo de Salt Lake. Todos os dias, vejo o anjo Morôni no alto do templo, como um símbolo reluzente não apenas de sua fé, mas da nossa. Amo Morôni, porque numa sociedade extremamente degenerada, ele se manteve puro e fiel. Ele é o meu herói. Resistiu sozinho. Sinto que, elevando-se acima do topo do templo, ele nos conclama hoje a ter coragem, a lembrar quem somos e a ser dignas de entrar no templo sagrado — a “erguer-nos e elevar-nos”1 acima do clamor do mundo e, como Isaías profetizou, “[ir] (…) ao monte do Senhor”2 — o templo sagrado.

Reunidas aqui hoje estão as filhas eleitas do Senhor. Não há grupo mais influente que defenda a verdade e a retidão em todo o mundo do que as moças e as mulheres da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Vejo sua nobreza e conheço sua identidade e destino divinos. Vocês se destacaram na existência pré-mortal. Sua linhagem carrega consigo convênios e promessas. Vocês herdaram os atributos espirituais dos fiéis patriarcas Abraão, Isaque e Jacó. Um profeta de Deus, certa vez, referiu-se a cada uma de vocês reunidas hoje como “um raio luminoso de esperança”3 no futuro. E eu concordo! Num mundo muito desafiador, sua luz brilha resplandecente. De fato, estes são “dias inesquecíveis”.4 Estes são os seus dias, e agora é o momento para que as moças de toda parte “[se ergam e brilhem], para que [sua] luz seja um estandarte para as nações”.5

“Um estandarte é como um padrão de medida pelo qual determinamos a exatidão ou a perfeição.”6 Devemos ser um padrão de santidade para que o mundo inteiro veja! O novo livreto Para o Vigor da Juventude revisado contém não apenas padrões para ser seguidos com exatidão, mas também as bênçãos prometidas por fazermos isso. As palavras contidas nesse importante livreto são padrões para o mundo, e o cumprimento desses padrões vai permitir que vocês saibam o que fazer para tornar-se mais semelhantes ao Salvador e para ser felizes num mundo cada vez mais tenebroso. O cumprimento dos padrões desse livreto vai ajudá-las a qualificar-se para a companhia constante do Espírito Santo. E no mundo em que vivem, precisarão dessa companhia para tomar decisões vitais que vão determinar grande parte de seu futuro sucesso e felicidade. O cumprimento desses padrões vai ajudar cada uma de vocês a qualificar-se para entrar nos templos sagrados do Senhor e ali receber as bênçãos e o poder que as esperam, quando fizerem e cumprirem convênios sagrados.7

Quando nossa filha, Emi, era pequena, ela gostava de observar cada movimento meu, quando me preparava para a Igreja. Depois de observar minha rotina, ela penteava os cabelos e punha seu vestido, e, depois sempre me pedia que passasse um pouco de “brilho” no rosto dela. O que ela chamava de “brilho” era o creme grosso e pegajoso que eu usava para prevenir rugas. Tal como ela pedia, eu passava um pouco nas bochechas e nos lábios de Emi, que então sorria, dizendo: “Agora estamos prontas para ir!” O que Emi não percebia é que ela já possuía seu próprio “brilho”. Seu rosto brilhava porque ela era pura, inocente e boa, e porque tinha o Espírito com ela, e isso era visível.

Gostaria que toda moça aqui reunida hoje soubesse e compreendesse que sua beleza — seu “brilho” — não está na maquiagem, nos cremes pegajosos ou na última moda em roupas ou cortes de cabelo. Está em sua pureza pessoal. Quando vocês cumprem os padrões e se qualificam para a companhia constante do Espírito Santo, podem exercer uma influência vigorosa no mundo. Seu exemplo, até a luz de seus olhos, vai influenciar as pessoas que veem seu “brilho”, e elas vão querer ser como vocês. Onde vocês conseguem essa luz? O Senhor é a luz, “e o Espírito dá luz a todo homem que vem ao mundo; e o Espírito ilumina todo homem no mundo que dá ouvidos a sua voz”.8 Há uma luz divina em nossos olhos e em nosso semblante, quando nos achegamos a nosso Pai Celestial e a Seu Filho, Jesus Cristo. É assim que conseguimos o “brilho”! Além disso, como todas podem ver, aquele “creme brilhante” não funcionou muito bem nas minhas rugas!

A conclamação para “erguer-nos e brilhar” é um chamado para que cada uma de vocês lidere o mundo em uma causa vigorosa — que elevem os padrões — e liderem esta geração em virtude, pureza e dignidade para o templo. Se quiserem fazer uma diferença no mundo, vocês precisam ser diferentes do mundo. Repito as palavras do Presidente Joseph F. Smith, que disse às mulheres de sua época: “Vocês não devem ser lideradas pelas [moças] do mundo; vocês devem liderar (…) as [moças] do mundo, em tudo o que (…) purifique os filhos dos homens”.9 Essas palavras são verdadeiras hoje. Como filhas de Deus, vocês nasceram para liderar.

No mundo em que vivemos, sua capacidade de liderar vai exigir a orientação e a companhia constante do Espírito Santo, que lhes dirá “todas as coisas que deveis fazer”10 ao reconhecerem Sua orientação e inspiração, e ao confiarem nelas. E como o Espírito Santo não habita em templos impuros, cada uma de nós precisa fazer uma avaliação de nossos hábitos e de nosso coração. Todas precisamos mudar algo — arrepender-nos. Conforme declarou o pai do rei Lamôni, no Livro de Mórmon: “Abandonarei todos os meus pecados para conhecer-te”.11 Será que nós todas, vocês e eu, estamos dispostas a fazer o mesmo?

Um grupo de jovens de Queen Creek, Arizona, determinou-se a “erguer-se e brilhar” e a liderar os jovens de sua comunidade de acordo com os padrões estabelecidos em Para o Vigor da Juventude. Cada um deles escreveu no diário algo que sentia que impedia seu progresso ou algo que queria mudar em sua vida, e depois cavaram literalmente um buraco. Reuniram-se, arrancaram aquela página do diário e a jogaram dentro do buraco feito na terra, assim como o povo de Amon, no Livro de Mórmon, fez com suas armas de guerra.12 Eles enterraram aquelas páginas e, nesse dia, cada um deles assumiu o compromisso de mudar. Eles se arrependeram. Decidiram firmemente que iriam erguer-se!

Há algo em sua vida que vocês precisam mudar? Vocês podem fazê-lo. Podem arrepender-se, graças ao infinito sacrifício expiatório do Salvador, que nos possibilita mudar, tornar-nos novamente puras e limpas, e ser semelhantes a Ele. Ele prometeu que, quando fizermos isso, nunca mais Se lembrará de nossos erros e pecados.13

Às vezes parece quase impossível continuar brilhando. Vocês encontram muitos desafios que podem obscurecer a fonte de toda a luz, que é o Salvador. Às vezes, o caminho é difícil e, às vezes, pode parecer que uma densa névoa esconde a luz. Foi isso que aconteceu com uma moça chamada Florence Chadwick. Aos dez anos de idade, Florence descobriu que tinha um grande talento para a natação. Cruzou a nado o Canal da Mancha no tempo recorde de treze horas e vinte minutos. Florence adorava desafios e, mais tarde, tentou nadar da costa da Califórnia até a Ilha Catalina: uma distância de aproximadamente 40 quilômetros. Nesse trajeto, ela se cansou depois de nadar grande parte do percurso. Uma densa neblina obscureceu-lhe a visão da costa. A mãe seguia a seu lado de barco, e Florence disse-lhe que achava que não conseguiria terminar o percurso. A mãe e a treinadora a incentivaram a continuar, mas ela só conseguia ver a neblina. Ela desistiu do objetivo e, quando estava dentro do barco, descobriu que havia desistido quando faltava menos de dois quilômetros para chegar à Ilha Catalina. Mais tarde, quando foi entrevistada e lhe perguntaram por que havia abandonado a prova, ela confessou que não havia sido por causa da água fria nem da distância. Ela disse: “Fui derrotada pela neblina”.14

Mais tarde, tentou repetir a prova, e novamente houve densa neblina. Mas dessa vez, continuou nadando e conseguiu chegar à costa. Dessa vez, quando lhe perguntaram o que fizera a diferença, ela disse que mantivera uma imagem mental da costa em sua mente ao cruzar a densa neblina e durante todo o percurso.15

Para Florence Chadwick, a costa era sua meta. Para cada uma de nós, a meta é o templo. Moças, mantenham o foco! Não percam sua meta de vista. Não deixem que a densa névoa da poluição moral ou as vozes depreciativas do mundo as impeçam de atingir suas metas, de viver os padrões, de desfrutar a companhia do Espírito Santo e de ser dignas de entrar nos templos sagrados. Mantenham sempre no coração e na mente a visão do templo — a casa santa do Salvador.

Há várias semanas, estive na sala celestial do Templo de Reno Nevada. A luz que permeava aquela sala era brilhante e se tornava ainda mais radiante por causa do lustre de cristais, que refletiam a luz em suas muitas facetas lapidadas, formando pequenos arco-íris de luz em toda parte. Fiquei sem fôlego ao dar-me conta de que o Salvador é “a luz e a vida do mundo”,16 e que é a Sua luz que devemos erguer e refletir. Nós somos os pequenos cristais que refletem Sua luz, e para isso, precisamos estar limpas e livres da poeira do mundo. Ali naquela sala, ouvi de novo na mente a conclamação de Morôni para nós, filhas de Sião: “Desperta e levanta-te do pó”.17 “Não [toqueis] nem na dádiva má nem no que é impuro.”18 “Desperta e levanta-te do pó, (…) e veste-te com teus vestidos formosos, ó filha de Sião (…), para que se cumpram os convênios que o Pai Eterno fez contigo, ó casa de Israel!”19

As bênçãos prometidas do templo não se estendem apenas a vocês, mas a todas as gerações. Ao fazerem do templo a sua meta, sua influência para o bem transcenderá o tempo e o espaço, e o trabalho que realizarem por aqueles que já faleceram será o cumprimento da profecia!

Na última conferência geral, fiquei encantada ao ouvir o Élder David A. Bednar convidar cada uma de vocês a ocupar-se zelosamente em fazer sua própria história da família e o trabalho do templo por aqueles que morreram sem ter as bênçãos do evangelho restaurado de Jesus Cristo.20 Quando ele lhes fez esse convite, senti o coração saltar dentro de mim. Em Doutrina e Convênios, lemos a respeito de “outros espíritos preciosos que foram reservados para nascer na plenitude dos tempos a fim de participar no estabelecimento dos alicerces da grande obra dos últimos dias, incluindo a construção de templos e a realização, neles, de ordenanças para a redenção dos mortos”.21 Este é o seu dia, e seu trabalho já começou! Agora é o momento de ser dignas de obter uma recomendação para o templo. À medida que fizerem esse trabalho, vão se tornar salvadoras no Monte Sião.22

O Élder Russell M. Nelson disse o seguinte a seu respeito: “A influência das moças da Igreja, tal como um gigante adormecido, vai despertar, erguer-se e inspirar os habitantes da Terra, como uma vigorosa força para a retidão”.23 Moças, ergam-se e assumam seu lugar nos gloriosos acontecimentos que vão moldar seu futuro e o futuro do mundo. Agora é o momento!

“No monte a bandeira se alteia já, com júbilo proclama: ‘O Senhor virá!’”24 Moças, vocês são a bandeira! Sejam virtuosas e puras, busquem a companhia do Espírito Santo, enterrem seus pecados e suas transgressões, mantenham o foco e não permitam que a névoa da poluição moral obscureça suas metas. Sejam dignas, desde já, de entrar no templo. Ponham no rosto o seu “brilho”! Testifico do fundo do coração que Deus vive e que Ele vai iluminar nossa vida, se nos achegarmos ao Seu Filho Amado, nosso Salvador, Jesus Cristo. E oro para que, tal como Morôni, nos “[ergamos e brilhemos], para que [nossa] luz seja um estandarte para as nações”!25 No sagrado nome de Jesus Cristo. Amém.

Exibir ReferênciasOcultar Referências