Pular para a Navegação Principal
Abril 2013 | Não Sejais Movidas!

Não Sejais Movidas!

Abril 2013 Conferência Geral

Sejam firmes. Sejam inamovíveis. “Defendam a verdade e a retidão”. Sejam uma testemunha. Sejam um estandarte para o mundo. Permaneçam em lugares santos.

Hoje à noite, estou em um lugar sagrado, aqui, neste púlpito, na presença de profetas, videntes e reveladores e de nobres filhas de Deus. Esta é uma época magnífica para estar na Terra e ser uma jovem. Vocês são as filhas eleitas de nosso Pai Celestial. Espero que percebam essa paraID=entidade e o quanto são amadas por nosso Pai Celestial. Ele ama cada uma de vocês, e eu também.

Na mesa da minha sala, tenho a réplica de uma escultura em bronze de uma moça cujo nome é Kristina. A escultura em tamanho natural de Kristina está num embarcadouro de Copenhague, Dinamarca, posicionada de modo que ela contemple o mar na direção de Sião. Sua decisão de filiar-se à Igreja e de sair de casa não foi fácil, e vocês podem ver que os ventos da oposição sopram violentamente contra ela. Ela se ergue com firmeza, fazendo algo bem difícil, mas que ela sabe ser o certo. Seus descendentes colocaram essa escultura naquele embarcadouro como um tributo a Kristina, pela decisão que ela tomou naquele dia e que teve um significado eterno para muitas gerações.

Para mim, essa escultura de Kristina representa cada uma de vocês. Tal como Kristina, vocês estão no limiar de muitas decisões importantes e fazem escolhas todos os dias, algumas delas difíceis, que vão moldar não apenas seu futuro, mas também o destino de muitas gerações. Vocês também enfrentam vendavais de oposição, adversidades, pressão de colegas e poluição moral. Mesmo assim, permanecem inamovíveis, vivendo o evangelho diante das violentas tempestades que se abatem sobre nossa sociedade. Tal como Kristina, vocês são conduzidas pelo Espírito Santo. Estão tomando decisões corretas. São leais e nobres.

Não consigo pensar em nenhum conselho mais importante do amoroso Pai Celestial do que Sua admoestação a cada uma de vocês de que “[permaneçam] em lugares santos e não sejais [movidas]”.1 Ele está dizendo: Sejam firmes. Sejam inamovíveis.2 “Defendam a verdade e a retidão”.3 Sejam uma testemunha.4 Sejam um estandarte para o mundo. Permaneçam em lugares santos. E, portanto, minha mensagem para cada uma de vocês é bem simples: Não sejais movidas.

Primeiro: Não sejam movidas ao escolher o certo. Nestes últimos dias, não há decisões insignificantes. As escolhas que vocês fazem agora são de importância vital. O arbítrio, ou a capacidade de escolha, é uma das maiores dádivas de Deus para Seus filhos. Faz parte do plano de felicidade o qual todas nós escolhemos e defendemos em nossa existência pré-mortal. Vivam de modo a poder ouvir e escutar o Espírito Santo, e Ele vai ajudá-las a tomar decisões corretas. De fato, Ele “vos [dirá] todas as coisas que deveis fazer”.5

Há várias semanas, voltei a minha escola do Ensino Médio, pela primeira vez em muitos anos. Eu estava visitando uma conferência de estaca que seria realizada no auditório da escola. Ao caminhar por aqueles corredores, uma torrente de lembranças me veio à mente. Lembrei-me exatamente do que sentia quando frequentei o Ensino Médio quando jovem — insegura, sem confiança em mim mesma, acanhada e muitíssimo desejosa de ser aceita. Fui ao auditório. Novamente uma torrente de lembranças me veio à mente. Eu conhecia cada detalhe daquele auditório. Uma única coisa havia mudado: eu mesma.

Naquele dia, tive a oportunidade de subir ao palco como fizera muitas vezes no Ensino Médio como representante dos alunos. Até vi alguns de meus antigos colegas de classe na congregação — alguns que eu havia namorado! Mas dessa vez, em vez de dirigir uma reunião de alunos, tive o privilégio — ali no auditório de minha escola — de “servir de testemunha”6 e prestar meu testemunho do nosso Salvador, Jesus Cristo.

Moças, certifiquem-se de que seu relacionamento com os outros seja tal, que daqui a 40 anos vocês não se sintam envergonhadas. Nenhuma pressão de colegas, nenhuma aceitação, nenhuma popularidade compensa o rebaixamento dos padrões. Sua influência sobre os rapazes vai ajudá-los a permanecerem dignos do poder do sacerdócio que possuem, dos convênios do templo e do serviço missionário. E quem sabe, daqui a 40 anos, vocês podem até ver um deles se aproximar de você, ali no auditório de sua escola, e agradecer-lhe por tê-lo ajudado a manter-se digno de cumprir seu dever do sacerdócio, para servir uma missão honrosa. E quem sabe, pode ser até que recebam uma carta da esposa de um daqueles rapazes, agradecendo a você pela influência que teve sobre o marido dela e sua futura família, já na época em que estavam no Ensino Médio. As escolhas que vocês fazem importam muito. Suas escolhas de hoje afetam não apenas vocês, mas outros também. Elas são de importância eterna. Não sejam movidas!

Segundo: Não sejam movidas em seu desejo e comprometimento de manterem-se virtuosas e sexualmente puras. Considerem preciosa a virtude. Sua pureza pessoal é uma de suas maiores fontes de poder. Quando vieram para a Terra, receberam a preciosa dádiva de um corpo. O corpo que vocês têm é o instrumento de sua mente e uma dádiva divina com a qual vocês exercem seu arbítrio. Esse foi um dom negado a Satanás e assim ele dirige quase todos os seus ataques ao seu corpo. Ele quer que você despreze, use erroneamente o seu corpo e abuse dele. A falta de recato, a pornografia, a imoralidade, as tatuagens e os piercings, o abuso de drogas e os vícios de todos os tipos são esforços dele para tomar posse desse dom precioso — o seu corpo — e para tornar difícil para você exercer seu arbítrio. Paulo pergunta: “Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?”7

Seu corpo é um templo. Por quê? Porque ele tem a capacidade de abrigar não apenas seu espírito eterno, mas também o espírito eterno de outros que virão à Terra como parte de sua família eterna. O Élder Dallin H. Oaks ensinou: “O poder de criar a vida mortal é [um] poder exaltado”.8 O papel que vocês têm é exaltado. Deus lhes confiou algo muito sagrado! Vocês estão se preparando para ser mães das futuras gerações. Mantenham-se puras e dignas e protejam aquilo que é “mais caro e precioso do que tudo” — sua virtude e castidade.9 O sábio conselho dado pelo Pai Celestial pessoalmente a vocês, Suas filhas eleitas, é o de “[andar] nos caminhos da virtude”.10

A virtude é a chave de ouro para o templo Terceiro: Portanto, não sejam movidas em ser dignas de fazer e guardar convênios sagrados. O convênio que fazem no batismo vai mantê-las seguras no caminho da virtude e felicidade, ao renovarem esse convênio a cada semana tomando o sacramento. Ao guardarem seu convênio batismal, vocês vão parecer diferentes, vestir-se de modo diferente e agir de modo diferente do mundo. O cumprimento desse convênio permitirá que sejam guiadas pelo Espírito Santo. Permaneçam em lugares santos, e nem mesmo se aproximem de ambientes, música, mídia ou amizades que farão com que percam a companhia do Espírito Santo.11 Ao guardarem seus convênios, vocês permanecerão dignas e preparadas para entrar nos templos sagrados do Senhor.

Por último, não sejam movidas em sua aceitação da Expiação do Salvador. A Expiação é para todas nós. É um poder capacitador e redentor. Se não se sentirem dignas de estar em lugares santos, não carreguem esse fardo por nem mais um dia sequer. Na mortalidade, todos cometemos erros. Estejam certas de que o Salvador as ama tanto que lhes deu a possibilidade de mudar e de se arrepender, caso tenham cometido um erro. Satanás não quer que vocês achem que podem mudar.12 Ele vai tentar convencê-las de que tudo está perdido. Isso é mentira. Vocês podem voltar. Podem se arrepender. Podem ser puras e santas, graças à infinita Expiação do Salvador.

Quero encerrar com uma das maiores histórias de amor já narradas. Vocês podem perguntar: “O que uma história de amor tem a ver com a permanência em lugares santos?” Tem tudo a ver com a permanência em lugares santos! Trata-se da história de uma moça chamada Rebeca.13

No desenrolar dessa história, Abraão encarregou seu servo de encontrar uma jovem digna para ser a esposa de seu filho Isaque. Ela precisava ser alguém que se qualificasse para um casamento de convênio: virtuosa, pura e digna. Então, Abraão enviou o servo para uma longa e perigosa jornada até um lugar chamado Naor. O motivo pelo qual ele deveria ir era bem claro: homens santos precisam de mulheres santas para estar a seu lado. Quando o servo se aproximava da cidade de Harã, ele parou junto a um poço para dar água aos camelos e orou a fim de ser guiado à moça certa e que a reconhecesse quando ela se oferecesse para pegar água para ele e seus dez camelos. Já montei em um camelo e posso dizer o seguinte: os camelos bebem muita água!

Em Gênesis, lemos que Rebeca não apenas desceu ao poço e pegou água, mas “apressou-se”14 em cumprir essa tarefa. O servo então colocou braceletes e joias em Rebeca e perguntou se havia lugar na casa do pai dela para ele ficar. Tenho certeza de que as joias ajudaram! Lemos nas escrituras: “E a donzela correu, e fez saber estas coisas na casa de sua mãe”.15 Rebeca devia ter sido atleta!

O servo disse à família de Rebeca qual era o propósito de sua longa jornada, e Rebeca concordou em tornar-se esposa de Isaque. O servo queria partir no dia seguinte com Rebeca, mas a família dela pediu que ela ficasse com eles por pelo menos mais dez dias. Então perguntaram a Rebeca se ela queria ir, e ela respondeu simplesmente: “Irei”.16 Essa resposta não soa parecida com a de milhares que resolutamente disseram: “Eu irei, eu cumprirei”,17 quando nosso profeta, o Presidente Thomas S. Monson, anunciou que os rapazes e as moças teriam a oportunidade de servir missão mais cedo?

Agora a moral e o final dessa história de amor. Rebeca era digna e estava preparada para fazer e guardar convênios sagrados e de se tornar a esposa de convênio de Isaque. Ela não teve que esperar e preparar-se. Antes de sair do convívio de sua família, ela recebeu uma bênção, e as palavras me emocionam, porque lhe foi prometido que ela se tornaria “mãe de milhares de milhares”.18 Mas a melhor parte dessa história de amor foi quando Rebeca viu Isaque, e ele a viu, pela primeira vez. Não está escrito na Bíblia, mas acho que foi amor à primeira vista! Porque “a virtude ama a virtude; [e] a luz se apega à luz”.19 Quando Isaque saiu para encontrar-se com a caravana, Rebeca “desceu do camelo”.20 E a escritura diz “[e Isaque] amou-a”.21 É nesse ponto que eu suspiro!

Tanto para Rebeca quanto para Kristina, não foi fácil estar em lugares santos. Não foi fácil não serem movidas. Os ventos sopravam violentamente, a água do poço era pesada, e sem dúvida não foi fácil partir da casa da família e deixar para trás a vida que levava antes. Mas elas fizeram escolhas corretas. Foram guiadas pelo Espírito Santo, foram virtuosas, e se prepararam para fazer e guardar convênios sagrados. O Salvador descendeu da linhagem de Rebeca. Será que ela sabia na época que isso iria acontecer? Não! Será que as escolhas que vocês fazem agora importam? Sim!

Moças, gerações dependem das escolhas que vocês fazem, dependem de sua pureza e de sua vida virtuosa. Não sejam movidas. Vocês têm um grande destino diante de vocês. Este é seu momento! Eu realmente acredito que uma moça virtuosa, conduzida pelo Espírito, pode mudar o mundo!

Testifico que o Salvador vive! Ele estará com vocês. Ele vai capacitá-las. E, nas horas difíceis, “[Seus] anjos [estarão] ao vosso redor para vos suster”.22 Em nome de Jesus Cristo. Amém.

Exibir ReferênciasOcultar Referências