Pular para a Navegação Principal
Abril 2016 | Conselhos de Família

Conselhos de Família

Abril 2016 Conferência Geral

Quando os pais estão preparados e os filhos ouvem e participam do debate, é sinal de que o conselho de família está realmente funcionando!

Irmãos e irmãs, a ironia de ser pais é que tendemos a ficar bons nisso depois que nossos filhos crescem. Nesta tarde, vou compartilhar com vocês algo que gostaria de ter entendido melhor quando Barbara e eu começamos a criar nossos preciosos filhos.

Durante meu ministério apostólico, tenho enfatizado com frequência o poder e a importância dos conselhos da Igreja, o que inclui os conselhos de missão, de estaca, de ala e das auxiliares.

Creio que os conselhos são o modo mais eficaz de se obter resultados reais. Além disso, sei que os conselhos são a vontade do Senhor e que Ele criou todas as coisas no Universo por meio de um Conselho nos Céus, conforme mencionado nas escrituras sagradas.1

Até agora, no entanto, nunca falei em uma conferência geral sobre o conselho mais básico e essencial — e talvez o mais importante — de todos os conselhos: o conselho de família.

Os conselhos de família sempre foram necessários. Na verdade, eles são eternos. Pertencíamos a um conselho de família na existência pré-mortal quando vivíamos com nossos pais celestiais como seus filhos espirituais.

Um conselho de família, quando realizado com amor e atributos cristãos, combaterá o impacto da tecnologia moderna que muitas vezes nos distrai de passar momentos agradáveis juntos e tende a trazer o mal justamente para o nosso lar.

Lembrem-se de que os conselhos de família são diferentes das noites familiares realizadas nas segundas-feiras. As noites familiares concentram-se principalmente no ensino do evangelho e em atividades em família. Os conselhos de família, por outro lado, podem ser realizados em qualquer dia da semana e são, sobretudo, reuniões em que os pais ouvem — um ao outro e a seus filhos.

Creio que há pelo menos quatro tipos de conselhos de família:

Primeiro, um conselho geral de família, formado por toda a família.

Segundo, um conselho executivo de família, formado pela mãe e pelo pai.

Terceiro, um conselho limitado de família, formado pelos pais e por um dos filhos.

Quarto, um conselho individual de família, formado por um dos pais e por um dos filhos.

Em todos esses conselhos familiares, os aparelhos eletrônicos precisam ser desligados para que todos possam ver e ouvir uns aos outros. Durante os conselhos de família e em outros momentos adequados, vocês podem separar uma cesta para os dispositivos eletrônicos, de modo que, quando a família se reunir, todos — inclusive a mamãe e o papai — possam depositar seu telefone, tablet e aparelho de MP3 na cesta. Em seguida, vocês podem se aconselhar sem ser tentados a responder a cutucadas no Facebook, a mensagens de texto, Instagram, Snapchat e a alertas de e-mails.

Gostaria de compartilhar brevemente com vocês como cada um desses tipos de conselhos de família pode funcionar.

Primeiro, o conselho de família completo inclui todos os membros da família.

O folheto da Igreja intitulado Our Family [Nossa Família] declara: “Este conselho reúne-se para discutir os problemas familiares, planejar as finanças, fazer planos, apoiar e fortalecer [uns aos outros], orar uns pelos outros e pela unidade familiar”.2

Esse conselho deve se reunir em um momento previamente designado e é normalmente mais formal do que qualquer outro tipo de conselho de família.

Deve começar com uma oração, ou pode ser simplesmente uma extensão natural de conversas já iniciadas em outras situações. Lembrem-se de que um conselho de família nem sempre tem um início ou um fim formais.

Quando os pais estão preparados e os filhos ouvem e participam do debate, é sinal de que o conselho de família está realmente funcionando!

Não importa qual seja nossa situação familiar, é essencial que entendamos as circunstâncias singulares de cada membro da família. Embora tenhamos o mesmo DNA, pode haver situações e circunstâncias entre nós que podem nos tornar muito diferentes uns dos outros e que podem exigir a colaboração solidária do conselho de família.

Por exemplo, todo diálogo, colaboração e amor do mundo talvez não resolvam um problema médico ou um desafio emocional que um ou mais membros da família estejam enfrentando. Nessas ocasiões, o conselho de família se torna um momento de união, lealdade e apoio amoroso, ao passo que há ajuda externa na busca de soluções.

Os irmãos, especialmente os mais velhos, podem ser mentores poderosos para os filhos mais jovens se os pais usarem o conselho de família para contar com a ajuda e o apoio deles em momentos de dificuldade e de tensão.

Dessa forma, a família funciona como uma ala. Quando o bispo envolve os membros do conselho da ala, ele pode resolver problemas e realizar muitas coisas boas de maneira que jamais faria sem a ajuda do conselho. De modo semelhante, os pais precisam envolver todos os membros da família para lidar com os desafios e as adversidades. Assim, o poder do conselho de família é colocado em ação. Quando os membros do conselho sentem que fazem parte de uma decisão, eles passam a apoiá-la e resultados positivos específicos podem ser atingidos.

Nem todos os conselhos de família são formados pelos pais e pelos filhos. Seu conselho de família pode parecer muito diferente do nosso conselho de família quando estávamos criando nossos sete filhos. Hoje nosso conselho de família é formado apenas por Barbara e por mim, a menos que realizemos um conselho que inclua nossos filhos adultos, seus cônjuges e, às vezes, nossos netos e bisnetos.

Os solteiros e até mesmo os estudantes que vivem longe de casa podem seguir o padrão divino de conselhos ao se reunirem com os amigos e com os colegas para se aconselhar.

Pensem em como o ambiente de um apartamento mudaria se companheiros de quarto se reunissem regularmente para orar, ouvir, debater e planejar coisas juntos.

Todos podem fazer adaptações em um conselho de família para desfrutar desse padrão divino estabelecido por nosso amoroso Pai Celestial.

Conforme mencionado anteriormente, de vez em quando, um conselho de família ampliado pode ser útil. Um conselho de família ampliado pode incluir os avós e os filhos adultos que não vivem em casa. Mesmo que os avós ou os filhos adultos morem longe, eles podem participar de conselhos de família pelo telefone, pelo Skype ou pelo FaceTime.

Vocês podem pensar na possibilidade de realizar o conselho geral de família no domingo, que é o primeiro dia da semana. As famílias podem analisar a semana anterior e fazer planos para a próxima semana. Pode ser exatamente disso que sua família precise para que o Dia do Senhor seja uma experiência deleitosa.

O segundo tipo de conselho de família é um conselho executivo de família, que envolve apenas os pais. Durante esse tempo juntos, os pais podem examinar as necessidades físicas, emocionais e espirituais de cada filho e o progresso deles.

O conselho executivo de família também é uma boa ocasião para esposa e marido falarem sobre seu relacionamento pessoal um com o outro. Quando o Élder Harold B. Lee realizou nosso selamento, ele nos ensinou um princípio que, a meu ver, é útil para todos os casais. Ele disse: “Nunca vão dormir sem se ajoelharem juntos, de mãos dadas, para fazer suas orações. Essas orações convidam o Pai Celestial a nos aconselhar pelo poder do Espírito”.

O terceiro tipo de conselho de família é um conselho limitado de família. Nele, ambos os pais passam um tempo com um filho individualmente em um ambiente formal ou informal. Essa é uma oportunidade para conversar sobre tomar decisões com antecedência quanto a coisas como o que ele ou ela vai ou não vai fazer no futuro. Quando tais decisões forem tomadas, ele ou ela pode registrá-las para consulta futura se necessário. Se seus filhos os veem como alguém que os apoia firmemente, essa reunião de conselho pode estabelecer metas e objetivos para o futuro. Também é um momento para ouvir cuidadosamente as sérias preocupações e os desafios que um filho enfrenta, coisas como falta de confiança, maus-tratos, bullying ou temores.

O quarto tipo de conselho de família é um conselho individual de família, que inclui um dos pais e um dos filhos. Esse tipo de conselho de família geralmente ocorre naturalmente. Por exemplo, um dos pais e o filho podem aproveitar oportunidades informais enquanto viajam de carro ou trabalham em casa. Um passeio de um filho com o pai ou com a mãe pode propiciar um momento especial, espiritual e emocional de proximidade. Planejem esses momentos com antecedência para que os filhos possam ansiar por esse momento especial sozinhos com a mãe ou com o pai.

Agora, irmãos e irmãs, houve uma época em que as paredes de nosso lar nos davam toda a defesa de que precisávamos contra invasões e influências externas. Trancávamos as portas, fechávamos as janelas e os portões e nos sentíamos seguros, tranquilos e protegidos em nosso próprio refúgio do mundo exterior.

Esses dias já se foram. As paredes físicas, as portas, as cercas e os portões de nosso lar não podem evitar a invasão invisível das redes de Internet e de Wi-Fi e do telefone celular. Elas podem entrar em nosso lar com apenas alguns cliques e toques no teclado.

Felizmente, o Senhor nos deu uma maneira de lutar contra a invasão da tecnologia negativa que pode nos distrair de passar momentos agradáveis juntos. Ele fez isso ao proporcionar o sistema de conselhos para fortalecer, proteger e defender nosso relacionamento mais precioso.

Os filhos precisam desesperadamente de pais que estejam dispostos a ouvi-los, e o conselho de família pode propiciar um momento em que os membros da família podem aprender a compreender e a amar uns aos outros.

Alma ensinou: “Aconselha-te com o Senhor em tudo que fizeres e ele dirigir-te-á para o bem”.3 Convidar o Senhor para fazer parte de nosso conselho de família por meio da oração vai melhorar nosso relacionamento uns com os outros. Com a ajuda do Pai Celestial e de nosso Salvador, podemos nos tornar mais pacientes, atenciosos, prestativos, compassivos e compreensivos à medida que orarmos pedindo ajuda. Com a ajuda Deles, podemos fazer de nosso lar um pedacinho do céu aqui na Terra.

Um conselho de família que tem como padrão o Conselho nos Céus, cheio de amor cristão e guiado pelo Espírito do Senhor, vai ajudar a proteger nossa família contra as distrações que podem roubar nosso precioso tempo juntos e a proteger-nos contra os males do mundo.

Aliado à oração, um conselho de família vai convidar a presença do Salvador, como prometido por Ele: “Porque onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles”.4 Convidar o Espírito do Senhor para fazer parte de seu conselho de família traz bênçãos indescritíveis.

Por fim, lembrem-se de que um conselho de família realizado regularmente nos ajudará a identificar problemas familiares e a cortá-los pela raiz desde o início; os conselhos darão um sentimento de valor e de importância a cada membro da família e, acima de tudo, vão nos ajudar a ter mais sucesso e felicidade em nosso precioso relacionamento entre as paredes de nosso lar. Que o Pai Celestial abençoe toda a nossa família ao nos aconselharmos juntos, é minha humilde oração. Em nome de Senhor Jesus Cristo. Amém.

Exibir ReferênciasOcultar Referências

    Notas

    1. Ver Abraão 4:26; 5:2–3.

    2. Our Family: A Practical Guide for Building a Gospel-Centered Home [Nossa Família: Guia Prático para Edificar um Lar Centralizado no Evangelho], brochura, 1980, p. 6.

    3. Alma 37:37.

    4. Mateus 18:20.