Abril 2018 | Os profetas falam pelo poder do Espírito Santo

    Os profetas falam pelo poder do Espírito Santo

    Abril 2018 Conferência Geral

    O fato de termos profetas é um sinal do amor de Deus por Seus filhos. Eles tornam conhecidas as promessas e a verdadeira natureza de Deus e de Jesus Cristo.

    Queridos irmãos e irmãs, onde quer que estejam, quero expressar-lhes meu profundo e sincero agradecimento por seu voto de apoio ontem. Embora, assim como Moisés, eu me sinta lento no falar e não eloquente, consolo-me nas palavras do Senhor para ele:

    “Quem fez a boca do homem? Ou quem fez o mudo, ou o surdo, ou o que vê, ou o cego? Não sou eu, o Senhor?

    Vai, pois, agora, e eu serei com a tua boca, e te ensinarei o que hás de falar” (Êxodo 4:11–12; ver também versículo 10).

    Também encontro conforto no amor e apoio de minha amada esposa. Ela tem sido um exemplo de bondade, amor e total devoção ao Senhor e para mim e para minha família. Eu a amo com todo o meu coração e sou grato pela influência positiva que ela exerce em nós.

    Irmãos e irmãs, quero testificar a vocês que o presidente Russell M. Nelson é o profeta de Deus na Terra. Nunca vi alguém tão bondoso e amável quanto ele. Embora eu tenha me sentido muito inadequado para este chamado sagrado, suas palavras e seu terno olhar à medida que me concedia esta responsabilidade fizeram com que me sentisse abraçado pelo amor do Salvador. Muito obrigado, presidente Nelson. Eu o apoio e o amo.

    Não é uma bênção termos na Terra, nestes dias em que vivemos, profetas, videntes e reveladores, que procuram saber a vontade do Senhor e segui-la? É consolador saber que não estamos sozinhos no mundo, a despeito dos desafios que enfrentamos na vida. O fato de termos profetas é um sinal do amor de Deus por Seus filhos. Eles tornam as promessas e a verdadeira natureza de Deus e de Jesus Cristo conhecidas a Seu povo. Aprendi isso por meio de experiências pessoais.

    Há 18 anos, minha esposa e eu recebemos um telefonema do presidente James E. Faust, que era o segundo conselheiro na Primeira Presidência naquela época. Ele nos chamou para servir como presidente de missão e companheira em Portugal. Ele nos disse que tínhamos somente seis semanas antes de começarmos a missão. Embora tenhamos nos sentido despreparados e inadequados, aceitamos o chamado. Nossa maior preocupação naquela época era obter os vistos requeridos para servir naquele país porque, de acordo com nossa última experiência, sabíamos que o processo levava de seis a oito meses para ser concluído.

    O presidente Faust então perguntou se tínhamos fé que o Senhor faria um milagre e que seríamos capazes de resolver o problema do visto mais rapidamente. Nossa resposta foi um grande “sim” e começamos a fazer todos os preparativos imediatamente. Preparamos os documentos requeridos para o visto, pegamos nossos três filhos jovens e fomos ao consulado o mais rápido que pudemos. Uma senhora muito simpática nos recebeu. Ao analisar nossos documentos e ao se familiarizar com o que estávamos indo fazer em Portugal, ela olhou para nós e perguntou: “Vocês realmente vão ajudar as pessoas do meu país?” Firmemente respondemos “sim” e explicamos que iríamos representar Jesus Cristo e testificar Dele e de Sua missão divina no mundo. Voltamos ao consulado quatro semanas depois, recebemos nosso visto e chegamos ao campo missionário em seis semanas, tal como um profeta do Senhor havia pedido que fizéssemos.

    Irmãos e irmãs, do fundo do meu coração, testifico que os profetas falam pelo poder do Espírito Santo. Eles testificam de Cristo e de Sua missão divina na Terra. Eles representam a mente e o coração do Senhor e são chamados para representá-Lo e para nos ensinar o que devemos fazer para voltar a viver na presença de Deus e de Seu Filho, Jesus Cristo. Somos abençoados ao exercermos nossa fé e ao seguirmos seus ensinamentos. À medida que os seguimos, nossa vida é mais feliz e menos complicada, nossas dificuldades e nossos problemas são mais fáceis de ser suportados e criamos uma armadura espiritual à nossa volta que nos protegerá dos ataques do inimigo em nossos dias.

    Neste dia de Páscoa, testifico-lhes solenemente que Jesus Cristo ressuscitou, que Ele vive e que Ele dirige Sua Igreja na Terra por meio de Seus apóstolos, videntes e reveladores. Testifico que Ele é o Salvador e Redentor do mundo e que, por meio Dele, podemos ser salvos e exaltados na presença de nosso querido Deus. Eu O amo e O adoro. Quero segui-Lo, fazer Sua vontade e me tornar mais semelhante a Ele. Digo essas coisas humildemente no sagrado nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.