Confiar no Senhor

Andrea Allen


O Senhor nos orientará e nos ajudará se buscarmos ajuda e respostas com real intenção e com sinceridade.

Tenho uma amiga que está passando por momentos difíceis. No início do ano, enfrentou muitos problemas e eu não sabia como ajudá-la. Em minhas orações, pedi ao Pai Celestial que a abençoasse e que me ajudasse a ser sua amiga. Certo dia, ela se zangou comigo e não compreendi a razão. Não sabia como reagir. Não queria dizer algo que viesse a estragar nossa amizade, principalmente porque sentia que ela precisava de mim naquele momento. Porém, depois que se zangou comigo, achei que seria muito difícil continuar a ser sua amiga. Pensei em desistir, pois estava desanimada.

Uma tarde, no seminário, li a seguinte escritura em Mosias:

“Ora, se Deus, que vos criou, de quem depende vossa vida e tudo o que tendes e sois, concede-vos todas as coisas justas que pedis com fé, acreditando que recebereis, oh! então, quanto mais não deveríeis repartir os vossos bens uns com os outros!” (Mosias 4:21)

Naquele momento soube que ela precisava e ainda precisa dos bens que posso repartir, que são a amizade e o testemunho. Por isso resolvi não desistir dessa amiga. Converso com ela todos os dias, oro por ela e tenho fé que meus esforços resultarão em algo positivo. Sinto-me muito grata por haver orado e recebido orientação por meio das escrituras.

Nós, moças, deparamo-nos com desafios, escolhas e situações difíceis. Muitas vezes nos achamos suficientemente fortes para encontrarmos a solução sozinhas. Mas não somos suficientemente fortes . . . não sozinhas. No entanto, o Senhor nos orientará e nos ajudará se buscarmos ajuda e respostas com real intenção e com sinceridade. Precisamos deixar o Senhor nos ajudar. Precisamos confiar Nele e em Sua vontade. Depois de termos feito Sua vontade, encontraremos alegria e felicidade genuínas. Saberemos que agimos da maneira correta.

Se abrirem as escrituras no Capítulo 3 de Provérbios, versículos 5 a 6, juntas poderemos ler e saber que o Pai Celestial deseja que confiemos Nele:

“Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.”

Tenho um testemunho a respeito das escrituras. Sei que se “(confiarmos) no Senhor” e as lermos fervorosamente, receberemos orientação e ajuda relativa àquilo que devemos fazer ao enfrentarmos qualquer dificuldade. Sei que agindo assim, sentiremos o amor do Salvador. Em nome de Jesus Cristo. Amém. 9