Deus Vos Guarde

Presidente Thomas S. Monson


Thomas S. Monson
Se inserirmos as mensagens dos dois últimos dias em nosso coração e em nossa vida, seremos abençoados.

Meus queridos irmãos e irmãs, chegamos ao término de outra conferência geral inspiradora. Pessoalmente, fui nutrido e elevado espiritualmente e sei que vocês também sentiram o espírito especial desta conferência.

Expressamos nossa sincera gratidão a todos os que participaram de alguma maneira. As verdades do evangelho foram ensinadas e reenfatizadas de forma admirável. Se inserirmos as mensagens dos dois últimos dias em nosso coração e em nossa vida, seremos abençoados.

Como de costume, os procedimentos desta conferência estarão disponíveis nas próximas edições das revistas Ensign e A Liahona. Incentivo a todos a ler os discursos e a novamente ponderar sobre as mensagens neles ensinadas. Em minha própria vida, descobri que tiro maior proveito desses sermões inspirados quando os estudo em maior profundidade.

A imprensa efetuou uma cobertura sem precedentes desta conferência, que se estendeu por todos os continentes e oceanos, para pessoas do mundo inteiro. Embora estejamos bem distantes de muitos de vocês, sentimos seu espírito e lhes enviamos nosso amor e apreço.

Às Autoridades Gerais que foram desobrigadas nesta conferência, expresso a sincera gratidão de todos nós por seus muitos anos de serviço dedicado. Incontáveis são aqueles que foram abençoados por suas contribuições à obra do Senhor.

Irmãos e irmãs, comemorei recentemente 85 anos de idade e sou grato por todos esses anos que o Senhor me concedeu. Ao refletir sobre as experiências de minha vida, agradeço a Ele por Suas muitas bênçãos. Como mencionei em minha mensagem desta manhã, tenho sentido Sua mão dirigir meus esforços ao procurar zelosamente servi-Lo e servir a todos vocês.

O chamado de Presidente da Igreja requer muita abnegação. Como sou grato por meus dois conselheiros, que servem ao meu lado e que estão sempre dispostos e são extraordinariamente capazes de ajudar no trabalho requerido da Primeira Presidência. Expresso minha gratidão, da mesma forma, aos nobres irmãos que compõem o Quórum dos Doze Apóstolos. Eles trabalham incansavelmente na causa do Mestre, tendo os membros dos Quóruns dos Setenta a assisti-los de forma inspirada.

Desejo também louvar a vocês, irmãos e irmãs, onde quer que estejam neste mundo, por tudo o que fazem em suas alas, estacas, em seus ramos e distritos. Ao cumprir de bom grado os chamados que lhes são feitos, vocês estão ajudando a edificar o reino de Deus na Terra.

Que possamos cuidar uns dos outros, ajudando-nos mutuamente sempre que necessário. Deixemos de julgar os outros ou de ser críticos, mas sejamos tolerantes, sempre imitando o exemplo da amorosa bondade do Salvador. Nessa mesma linha, sirvamos uns aos outros de boa vontade. Que possamos orar pela inspiração de saber das necessidades dos que nos rodeiam, de forma a lhes oferecermos a ajuda necessária.

Tenhamos bom ânimo em toda a nossa vida. Embora estes sejam dias cada vez mais perigosos, o Senhor nos ama e Se preocupa conosco. Ele sempre está ao nosso lado quando fazemos o que é certo. Ele nos ajudará em época de necessidade. Temos dificuldades na vida, até problemas que não prevíamos e que evitaríamos, se pudéssemos. Ninguém está imune. O propósito da vida mortal é aprender e crescer para nos assemelharmos ao nosso Pai, e é em geral durante as dificuldades que mais aprendemos, por mais dolorosas que sejam as lições. Nossa vida pode ser plena de alegria, se seguirmos os ensinamentos do evangelho de Jesus Cristo.

O Senhor admoestou: “Tende bom ânimo, eu venci o mundo”.1 Que grande felicidade pode nos advir por sabermos disso. Ele viveu por nós e morreu por nós. Ele pagou o preço por nossos pecados. Que possamos imitar Seu exemplo. Que possamos mostrar enorme gratidão a Ele aceitando Seu sacrifício e vivendo de forma a nos qualificarmos para retornar um dia e viver com Ele.

Como já mencionei em outras conferências, sou grato por suas orações em meu favor. Necessito delas e sinto seu resultado. Nós, como Autoridades Gerais, também nos lembramos de vocês e oramos para que recebam as bênçãos mais especiais do Pai Celestial.

Agora, queridos irmãos e irmãs, esta conferência entrará em recesso por seis meses. Que Deus esteja com vocês até nos reencontrarmos da próxima vez. No sagrado nome do nosso Salvador e Redentor, sim, Jesus Cristo. Amém.

Exibir Referências

  1.  

    1.  João 16:33.