Manual 2:
Administração da Igreja

A Família e a Igreja no Plano de Deus

 

1.1 O Plano de Deus, o Pai, para Sua Família Eterna

 1.1.1

A Família Pré-Mortal de Deus

A família foi ordenada por Deus. É a mais importante unidade nesta vida e na eternidade. Mesmo antes de nascermos nesta Terra, fazíamos parte de uma família. Cada um de nós “é um filho (ou filha) gerado em espírito por pais celestiais que o amam” com “natureza e destino divinos” (“A Família: Proclamação ao Mundo”, A Liahona, outubro de 2004, última contracapa). Deus é nosso Pai Celestial e vivemos em Sua presença como parte de Sua família na vida pré-mortal. Ali aprendemos nossas primeiras lições e fomos preparados para a mortalidade (ver D&C 138:56).

 1.1.2

O Propósito da Mortalidade

Devido ao amor de Deus por nós, Ele preparou um plano que incluía nossa vinda à Terra, onde receberíamos um corpo e seríamos testados para que pudéssemos progredir e tornar-nos mais semelhantes a Ele. Esse plano é chamado de “o plano de salvação” (Alma 24:14), “o grande plano de felicidade” (Alma 42:8) e o “plano de redenção” (Alma 12:25; ver também versículos 26–33).

O propósito do plano de Deus é conduzir-nos à vida eterna. Deus declarou: “Esta é minha obra e minha glória: Levar a efeito a imortalidade e vida eterna do homem” (Moisés 1:39). A vida eterna é o maior dom de Deus a Seus filhos (ver D&C 14:7). Trata-se da exaltação no mais alto grau do reino celestial. Por meio do plano de salvação, podemos receber essa bênção de retornar à presença de Deus e de receber a plenitude da alegria.

 1.1.3

A Expiação de Jesus Cristo

Para alcançar a exaltação no reino de Deus, precisamos vencer dois obstáculos da mortalidade: a morte e o pecado. Como não podemos vencer nenhum deles por nós mesmos, o Pai Celestial enviou Seu Filho Jesus Cristo para ser nosso Salvador e Redentor. O sacrifício expiatório do Salvador possibilita que todos os filhos de Deus vençam a morte física, sejam ressuscitados e recebam a imortalidade. A Expiação também permite que todos os que se arrependem e que O seguem vençam a morte espiritual, retornem à presença de Deus para habitar com Ele e alcancem a vida eterna (ver D&C 45:3–5).

 1.1.4

O Papel da Família no Plano de Deus

Como parte do plano do Pai Celestial, nascemos em uma família. Ele estabeleceu a família para proporcionar-nos felicidade, para ajudar-nos a aprender princípios corretos em um ambiente amoroso e para preparar-nos para a vida eterna.

Os pais têm a vital responsabilidade de ajudar os filhos a prepararem-se para retornar ao Pai Celestial. Os pais cumprem essa responsabilidade ensinando os filhos a seguir Jesus Cristo e a viver Seu evangelho.

 1.1.5

O Papel da Igreja

A Igreja proporciona a organização e os meios para que o evangelho de Jesus Cristo seja ensinado a todos os filhos de Deus, e provê a autoridade do sacerdócio para ministrar as ordenanças de salvação e exaltação a todos os que forem dignos e estiverem dispostos a aceitá-las.