Manual 2:
Administração da Igreja

 

9.2 Liderança da Sociedade de Socorro da Ala

Este capítulo trata de como administrar a Sociedade de Socorro de modo a fortalecer as pessoas, as famílias e os lares. As líderes da Sociedade de Socorro estudam com frequência o capítulo 3, que explica princípios gerais de liderança. Esses princípios incluem a preparação espiritual, a participação em conselhos, o serviço ao próximo e o ensino do evangelho de Jesus Cristo.

 9.2.1

Bispado

O bispo e seus conselheiros são a liderança do sacerdócio para a Sociedade de Socorro.

O bispo chama e designa por imposição de mãos uma irmã para servir como presidente da Sociedade de Socorro. Ele supervisiona o chamado e a designação das conselheiras da presidência da Sociedade de Socorro da ala, da secretária e de outras irmãs que têm chamados na Sociedade de Socorro da ala. Ele pode encarregar seus conselheiros de chamar e designar por imposição de mãos essas irmãs.

O bispo reúne-se regularmente com a presidente da Sociedade de Socorro para tratar de assuntos da Sociedade de Socorro e de bem-estar.

 9.2.2

Presidência da Sociedade de Socorro da Ala

A presidência da Sociedade de Socorro é formada por uma presidente e duas conselheiras. Elas são as líderes espirituais que trabalham para fortalecer as irmãs e suas respectivas famílias e trabalham sob a direção do bispado. Recebem também orientação e apoio contínuo da presidência da Sociedade de Socorro da estaca.

Presidente da Sociedade de Socorro da Ala

A presidente da Sociedade de Socorro tem as seguintes responsabilidades:

Serve como membro do conselho da ala e, como membro desse conselho, participa do trabalho de edificar a fé e fortalecer as pessoas e as famílias (ver capítulo 4).

Ela se reúne regularmente com o bispo para relatar e discutir assuntos da Sociedade de Socorro e do bem-estar.

A pedido do bispo, ela visita a casa dos membros para avaliar suas necessidades de bem-estar e sugerir maneiras de atender a essas necessidades (ver 9.6.1). Na ausência da presidente da Sociedade de Socorro, o bispo pode designar uma conselheira da presidência da Sociedade de Socorro para atender a uma necessidade urgente.

Ela recomenda ao bispado irmãs para serem chamadas para servir como líderes e professoras e para cumprir outros chamados na Sociedade de Socorro. Para isso, segue as diretrizes explicadas nos itens 19.1.1 e 19.1.2.

Ela coordena o trabalho de bem-estar da Sociedade de Socorro da ala nas situações de emergência.

Ela ensina às outras líderes e professoras da Sociedade de Socorro seus deveres, usando este manual como fonte de consulta.

Ela supervisiona os registros, os relatórios, o orçamento e as finanças da Sociedade de Socorro da ala. A secretária da Sociedade de Socorro a ajuda nessa responsabilidade.

Presidente e Conselheiras da Sociedade de Socorro da Ala

A presidente da Sociedade de Socorro e suas conselheiras trabalham juntas para cumprir as responsabilidades a seguir. A presidente da Sociedade de Socorro designa suas conselheiras para supervisionar algumas dessas responsabilidades.

Organizam e supervisionam o trabalho de professoras visitantes.

Supervisionam o serviço de solidariedade prestado na ala.

Supervisionam o trabalho de melhorar o ensino e o aprendizado do evangelho na Sociedade de Socorro. Nesse trabalho, seguem os princípios explicados nos itens 5.5.3 e 5.5.4.

Sob a direção do bispo, planejam maneiras de atender às necessidades de bem-estar (ver 9.6 e capítulo 6).

Planejam e dirigem as reuniões da Sociedade de Socorro.

Realizam reuniões de presidência da Sociedade de Socorro.

Quando necessário, visitam as irmãs da Sociedade de Socorro.

A presidente da Sociedade de Socorro designa uma de suas conselheiras para coordenar o trabalho da Sociedade de Socorro a fim de ajudar as jovens adultas solteiras da ala. Se a ala tiver um comitê de jovens adultos solteiros, essa conselheira participa do comitê (ver 16.3.3 e 16.3.4).

 9.2.3

Secretária da Sociedade de Socorro da Ala

A secretária da Sociedade de Socorro tem as seguintes responsabilidades:

Consulta a presidente da Sociedade de Socorro para preparar a agenda da reunião de presidência. Assiste a essa reunião, toma notas e acompanha as designações dadas.

Compila mensalmente um relatório do trabalho de professoras visitantes para a presidente da Sociedade de Socorro entregar ao bispo, a menos que a coordenadora de professoras visitantes tenha sido designada para fazer isso (ver 9.5.4). Pelo menos uma vez por trimestre, compila os dados de frequência, examina-os com a presidente da Sociedade de Socorro e entrega-os ao secretário da ala.

Certifica-se de que a presidência da Sociedade de Socorro tenha conhecimento das moças que estão prestes a passar para a Sociedade de Socorro.

Auxilia a presidência da Sociedade de Socorro a preparar um orçamento anual e contabilizar os gastos.

 9.2.4

Professoras da Sociedade de Socorro

As professoras da Sociedade de Socorro dão aulas, conforme a designação que receberem da presidência da Sociedade de Socorro. Elas seguem os princípios explicados no item 5.5.4.

 9.2.5

Outros Chamados da Sociedade de Socorro da Ala

Os chamados citados nesta seção são sugestões. O bispo e a presidente da Sociedade de Socorro podem decidir não preencher todos os cargos, ou podem constatar que são necessários chamados adicionais.

Coordenadora e Supervisoras das Professoras Visitantes

Em uma ala com grande número de mulheres, uma irmã pode ser chamada para ajudar a presidente da Sociedade de Socorro a coordenar o trabalho de professoras visitantes e certificar-se de que seja feito de maneira eficaz. Além disso, as supervisoras das professoras visitantes podem ajudar a coordenadora a reunir os dados e coordenar o trabalho.

A coordenadora de professoras visitantes recebe relatórios mensais das visitas e outros contatos feitos pelas professoras visitantes. Ela pode ser designada a ajudar a preparar um relatório mensal do trabalho de professoras visitantes (ver 9.5.4).

Coordenadora e Assistentes de Serviço de Solidariedade

Uma irmã pode ser chamada para ajudar a presidência da Sociedade de Socorro a identificar as necessidades e coordenar o serviço de solidariedade. Podem também ser chamadas assistentes.

Coordenadora de Reuniões da Sociedade de Socorro e Respectivo Comitê

Uma irmã pode ser chamada para ajudar a presidência da Sociedade de Socorro a coordenar o planejamento das reuniões da Sociedade de Socorro que não são realizadas aos domingos. Essas reuniões podem incluir prestação de serviços, aulas, projetos, conferências e oficinas. A presidência da Sociedade de Socorro pode pedir que sejam chamadas integrantes de um comitê para auxiliar a coordenadora. As integrantes do comitê podem receber áreas específicas de responsabilidade.

Secretária Adjunta da Sociedade de Socorro

Uma secretária adjunta pode ser chamada para ajudar a secretária a cumprir suas responsabilidades.

Consultoras das Jovens Adultas Solteiras

As consultoras das jovens adultas solteiras trabalham sob a direção da conselheira da Sociedade de Socorro designada para cuidar das jovens adultas solteiras. Elas zelam pelas jovens adultas solteiras e as fortalecem.

Uma consultora pode receber quaisquer das seguintes responsabilidades:

Ela pode ser companheira de professora visitante de uma jovem adulta solteira.

Ela pode ajudar nas atividades dos jovens adultos solteiros.

Ela pode incentivar as jovens adultas solteiras a frequentarem os cursos do instituto ou outras aulas de religião.

Se a ala tiver um comitê de jovens adultos solteiros, ela participa do comitê (ver 16.3.4).

Se a ala tiver uma classe da Sociedade de Socorro para as jovens adultas solteiras, ela pode frequentar a classe.

Comitês

A presidência da Sociedade de Socorro pode formar comitês para realizar trabalhos contínuos, tais como fortalecer as pessoas, as famílias e os lares; cuidar das jovens adultas solteiras; bem-estar; preparação para emergências; trabalho do templo e de história da família; trabalho missionário; retenção de conversos e ativação. As líderes dos comitês prestam contas à presidente da Sociedade de Socorro ou à conselheira designada. Os membros do comitê podem receber responsabilidades quanto a áreas específicas.

Embora não seja obrigatório, os comitês podem ser formados para ajudar a realizar o trabalho da Sociedade de Socorro e dar a mais irmãs oportunidades de servir.

Alguns comitês podem ser temporários para atender a uma necessidade de curta duração. As irmãs que participam desses comitês não precisam ser chamadas e designadas por imposição de mãos. As irmãs que lideram ou servem em comitês de longa duração são chamadas e designadas por imposição de mãos por um membro do bispado.

Líderes de Música e Pianistas

A música adequada convida a presença do Espírito nas reuniões da Sociedade de Socorro. A presidência da Sociedade de Socorro pode recomendar irmãs para servirem como líderes de música e pianistas nas reuniões da Sociedade de Socorro.