Manual 2:
Administração da Igreja

 

9.6 Serviço de Bem-Estar e de Solidariedade

O serviço de bem-estar e o de solidariedade são pontos centrais do trabalho da Sociedade de Socorro.

Sob a direção do bispo, a presidência da Sociedade de Socorro da ala, a presidência do quórum de élderes e a liderança do grupo de sumos sacerdotes compartilham as seguintes responsabilidades referentes ao bem-estar:

Ensinar princípios de autossuficiência material e espiritual.

Cuidar dos pobres e necessitados e incentivar os membros a prestar serviço.

Ajudar as pessoas e famílias a tornarem-se autossuficientes e a encontrar soluções para problemas de curto e de longo prazo referentes ao bem-estar.

Para mais informações sobre essas responsabilidades referentes ao bem-estar, ver o capítulo 6.

As seções a seguir explicam as responsabilidades que se aplicam especificamente à presidente da Sociedade de Socorro e a suas conselheiras.

 9.6.1

Visitas para Avaliar as Necessidades das Famílias

O bispo normalmente designa a presidente da Sociedade de Socorro para visitar membros que precisam de auxílio de bem-estar para que ela avalie suas necessidades e sugira maneiras de abordá-las. Se não houver uma mulher na casa que ela for visitar, ela deve ir acompanhada de uma de suas conselheiras, da secretária da Sociedade de Socorro ou da coordenadora de serviço de solidariedade.

Ao preparar-se para visitar uma família e avaliar suas necessidades, a presidente da Sociedade de Socorro pondera as informações que o bispo lhe fornecer e busca a orientação do Senhor.

A presidente da Sociedade de Socorro avalia os recursos da família e prepara uma lista específica de itens, alimentos e roupas básicos, de que a família precisa. Ela entrega essa lista ao bispo. Também pode preencher um formulário de Requisição do Bispo para o Centro de Distribuição de Roupas Usadas ou o “Formulário do Bispo - Pedido de Mercadoria”, para que o bispo analise e aprove. Ela faz esse serviço com tato e compreensão, de forma a ajudar as pessoas que recebem auxílio a manter o autorrespeito e a autoestima.

A presidente da Sociedade de Socorro informa ao bispo as condições gerais da família. Informa tudo o que a família precisa na área de alimentação (para o uso no dia a dia, não para armazenamento), vestuário, administração do lar, saúde e bem-estar social e emocional. Também pode informá-lo de sua avaliação da capacidade de trabalho dos membros da família e das oportunidades que eles têm de trabalhar.

O bispo ajuda a família a elaborar um plano de autossuficiência. Ele também se aconselha com a presidente da Sociedade de Socorro em relação a outras oportunidades de ajudar a família. Em alguns casos, o auxílio mais valioso pode incluir (1) ajudar uma irmã a administrar a renda e os recursos da família e (2) ensinar aptidões de economia doméstica como limpar, costurar, organizar, planejar refeições, conservar alimentos e promover a boa saúde.

A presidente da Sociedade de Socorro e todos os que a auxiliam mantêm estrito sigilo sobre todas as informações obtidas durante a visita ou recebidas do bispo.

 9.6.2

Serviço de Solidariedade

Todas as irmãs da Sociedade de Socorro têm a responsabilidade de estar atentas às necessidades das pessoas. Elas usam seu tempo, suas aptidões, seus talentos, oferecem apoio espiritual e emocional e orações de fé para ajudar as pessoas.

Por meio da ajuda das professoras visitantes e de outras pessoas da ala, a presidência da Sociedade de Socorro identifica as pessoas que têm necessidades especiais devido a idade avançada, enfermidades físicas ou emocionais, emergências, nascimentos, falecimentos, deficiências, solidão e outros problemas. A presidente da Sociedade de Socorro transmite essas informações ao bispo. Sob a direção dele, ela coordena o auxílio a ser prestado. Ela avalia as aptidões e a situação de todas as irmãs para determinar quem teria condições de ajudar.

Ela pode pedir a uma conselheira, à coordenadora de serviço de solidariedade ou a uma professora visitante que ajude a coordenar esses serviços. Também pode formar um comitê para ajudar. As irmãs podem ajudar fornecendo alimentação, cuidando dos filhos ou da casa, ajudando individualmente as irmãs a melhorar sua escolaridade, fornecendo transporte até o local de atendimento médico, e atendendo a outras necessidades.

 9.6.3

Alfabetização

A capacidade de ler e escrever ajuda os membros a encontrar emprego e a desenvolver autossuficiência material. Também os ajuda a aumentar seu conhecimento do evangelho e sua autossuficiência espiritual. Cada ala implementa o trabalho de alfabetização de acordo com suas necessidades e seus recursos. Se os membros tiverem necessidade de ser alfabetizados, a presidência da Sociedade de Socorro trabalha com o bispo e o conselho da ala para identificar maneiras práticas de ajudar os membros a desenvolver essas aptidões. Os líderes e professores designados podem usar o curso de alfabetização da Igreja, que inclui o manual do aluno e o manual do professor intitulados Tereis Minhas Palavras e um DVD para treinamento dos professores. Além disso, as líderes da Sociedade de Socorro podem dedicar algumas reuniões para o trabalho de alfabetização.