Manual 2:
Administração da Igreja

Sociedade de Socorro

A Sociedade de Socorro é uma auxiliar do sacerdócio. Todas as organizações auxiliares existem para ajudar os membros da Igreja a aumentar seu testemunho do Pai Celestial, de Jesus Cristo e do evangelho restaurado. Por meio do trabalho das auxiliares, os membros recebem ensinamentos, incentivo e apoio enquanto se esforçam para viver de acordo com os princípios do evangelho.

 

9.1 Visão Geral da Sociedade de Socorro

 9.1.1

Propósitos

A Sociedade de Socorro prepara as mulheres para as bênçãos da vida eterna, ajudando-as a aumentar sua fé e retidão pessoal, fortalecer a família e o lar, e auxiliar os necessitados. A Sociedade de Socorro cumpre esses propósitos por meio das aulas do evangelho aos domingos e de outras reuniões, do trabalho de professoras visitantes e do serviço de bem-estar, e do serviço de solidariedade.

 9.1.2

História

O Profeta Joseph Smith organizou a Sociedade de Socorro em 17 de março de 1842. Ele ensinou que a Sociedade de Socorro havia sido organizada para “socorrer os pobres, os desamparados, a viúva e o órfão e colocar em prática todos os propósitos benevolentes” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Joseph Smith, 2007, p. 475). Além disso, ensinou que a Sociedade de Socorro existia “não apenas para socorrer os pobres, mas para salvar almas” (Ensinamentos: Joseph Smith, p. 476). A maior parte do trabalho da Sociedade de Socorro atualmente é “cuidar do bem-estar espiritual e da salvação (…) de todas as mulheres que pertencem à Igreja” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Joseph F. Smith, 1998, p. 185).

A Sociedade de Socorro foi “criada por Deus, autorizada por Deus, instituída por Deus e ordenada por Deus” (Ensinamentos: Joseph F. Smith, p. 184). Ela funciona sob a direção dos líderes do sacerdócio.

 9.1.3

Lema e Emblema

O lema da Sociedade de Socorro é “A caridade nunca falha” (ver I Coríntios 13:8). Esse princípio é ilustrado em seu emblema:Emblema da Sociedade de Socorro

 9.1.4

Membros da Sociedade de Socorro

Todas as mulheres adultas da Igreja são membros da Sociedade de Socorro.

As moças normalmente passam para a Sociedade de Socorro ao completarem 18 anos ou no ano seguinte. Aos 19 anos, todas as moças devem participar plenamente da Sociedade de Socorro. Devido a circunstâncias individuais, como testemunho pessoal, maturidade, formatura na escola, desejo de continuar com as amigas da mesma idade e estudos na faculdade, a jovem pode passar para a Sociedade de Socorro antes de completar 18 anos, ou permanecer nas Moças por mais algum tempo. Cada moça deve aconselhar-se com os pais e o bispo para decidir o que será melhor para que ela seja uma participante ativa na Igreja.

As líderes das Moças e da Sociedade de Socorro trabalham juntas para tornar a transição de cada moça para a Sociedade de Socorro bem-sucedida.

As irmãs adultas que servem na Primária, nas Moças ou em outros chamados que as impeçam de assistir às reuniões dominicais da Sociedade de Socorro continuam a fazer parte da Sociedade de Socorro. As professoras visitantes são designadas para visitá-las e elas também são designadas para servir como professoras visitantes. Elas também podem receber a designação de prestar serviço de solidariedade e dar aulas em outras reuniões da Sociedade de Socorro, desde que essas designações não as sobrecarreguem.

As mulheres casadas com menos de 18 anos de idade também são membros da Sociedade de Socorro. Para outras exceções, ver 10.12.4.

As mulheres de outras religiões que assistem às reuniões da Sociedade de Socorro são recebidas calorosamente e incentivadas a participar.