Manual 2:
Administração da Igreja

 

5.3 Ativação

Os líderes do sacerdócio e das auxiliares da ala se esforçam continuamente para ajudar os membros menos ativos a voltar à atividade na Igreja. O Salvador disse: “A esses deveis continuar a ministrar; porque não sabeis se eles irão voltar e arrepender-se e vir a mim com toda a sinceridade de coração e eu irei curá-los; e sereis vós o meio de levar-lhes salvação” (3 Néfi 18:32).

Os membros menos ativos geralmente ainda acreditam no evangelho, mas podem estar passando por provações difíceis que façam com que não se sintam à vontade para frequentar a Igreja. Normalmente, eles têm poucas amizades na Igreja, por isso é menos provável que se sintam entre amigos quando vão às reuniões da ala. Os que voltam à atividade frequentemente o fazem quando veem que algo está faltando em sua vida. Consequentemente, sentem que precisam fazer mudanças em seu modo de vida. Nesses momentos, eles precisam do amor e da amizade de membros da Igreja ativos e atenciosos, que os aceitem como são e que demonstrem sincero interesse por eles.

 5.3.1

Bispo e Seus Conselheiros

O bispo e seus conselheiros têm a responsabilidade geral pela ativação. Eles dirigem o trabalho dos quóruns do sacerdócio e das auxiliares de ajudar os membros menos ativos a reavivarem sua fé e cuidam para que os membros que retornam sejam integrados e tenham apoio. Ajudam os irmãos que retornam a avançarem no sacerdócio e ajudam os irmãos e as irmãs a receberem as ordenanças do templo ou a tornarem-se dignos de entrar novamente no templo.

O bispo pode designar um de seus conselheiros para coordenar a ativação.

 5.3.2

Conselho da Ala

Sob a direção do bispado, os membros do conselho da ala analisam suas metas de ativação descritas no plano de missão da ala (ver 5.1.8). Eles fazem recomendações sobre como ministrar aos membros menos ativos de suas respectivas organizações. Estando continuamente atentos às necessidades e circunstâncias dos membros menos ativos, os membros do conselho da ala podem discernir quando as famílias e pessoas estão prontas para aceitar o convite de receberem visitas de membros da Igreja, comparecerem a atividades da Igreja ou participarem de um seminário de preparação para o templo.

Em espírito de oração, o conselho da ala identifica os membros menos ativos com maior probabilidade de voltar à atividade. Também decidem quais seriam os líderes e membros que teriam mais sucesso em fortalecer os membros menos ativos e estabelecer um relacionamento pessoal com eles. Se mais de um membro da família for menos ativo, os líderes coordenam seu trabalho nas reuniões do conselho da ala.

As reuniões do conselho da ala regularmente incluem relatórios sobre o progresso desses membros. À medida que alguns membros voltam à atividade ou se recusam a aceitar o convite de retornar, o conselho da ala identifica outros que possam ser receptivos. Os líderes podem usar o formulário de Progresso de Membros Novos e de Membros Que Voltam à Atividade na Igreja para acompanhar esse trabalho.

 5.3.3

Mestres Familiares e Professoras Visitantes

Após consultar o bispo, os líderes do Sacerdócio de Melquisedeque e as líderes da Sociedade de Socorro designam dedicados mestres familiares e professoras visitantes para visitar os membros menos ativos. Esses líderes concentram seu trabalho nos membros menos ativos com maior probabilidade de aceitar o convite de retornar à atividade.

 5.3.4

Missionários de Tempo Integral e Missionários da Ala

O líder da missão da ala, os missionários de tempo integral e os missionários da ala podem ajudar no trabalho de ativação, quando adequado, especialmente se o fato de ensinarem os membros menos ativos criar oportunidades para que os missionários ensinem seus amigos e parentes não membros.

 5.3.5

Classe de Princípios do Evangelho

Os membros menos ativos com 18 anos ou mais podem frequentar a classe de Princípios do Evangelho durante a Escola Dominical (ver 5.2.8).

 5.3.6

Líderes da Estaca

Presidente da Estaca e Seus Conselheiros

Em sua entrevista regular com o bispo, o presidente da estaca pede um relatório do progresso dos membros menos ativos da ala do bispo. O presidente da estaca e o bispo discutem os planos e as metas preparados pelo conselho da ala com relação a esses membros.

Quando o presidente da estaca e o presidente da missão se reunirem para tratar do trabalho missionário, eles também podem tratar do auxílio que os missionários de tempo integral podem proporcionar no trabalho com os membros menos ativos.

Sumos Conselheiros

Os sumos conselheiros que trabalham com os líderes do Sacerdócio de Melquisedeque da ala podem ajudar a ensinar e integrar os membros menos ativos. Também podem participar do trabalho de ajudar os élderes em perspectiva a prepararem-se para receber o Sacerdócio de Melquisedeque.

Presidências das Auxiliares da Estaca

As presidências das auxiliares da estaca podem ocasionalmente trabalhar com as líderes das auxiliares das alas no ensino e na integração de membros menos ativos.