A Família Desempenha um Papel Central no Plano do Criador


Continuação de uma série que traz reflexões para o estudo e uso de “A Família: Proclamação ao Mundo”.

A Família Desempenha um Papel Central no Plano do Criador

“Nós, a Primeira Presidência e o Conselho dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, solenemente proclamamos que o casamento entre homem e mulher foi ordenado por Deus e que a família é essencial ao plano do Criador para o destino eterno de Seus filhos.” 1

Tentativas de Destruir a Família

A família, a instituição mais fundamental da sociedade, está sob ataque de todos os lados. O adultério, o divórcio, a coabitação, os maus-tratos ao cônjuge e aos filhos, o homossexualismo, o aborto, a gravidez na adolescência, a pornografia, os filhos desobedientes, as dificuldades econômicas e a hesitação cada vez maior dos casais para terem e criarem filhos — todos esses fatores e outros constituem evidência de que o adversário compreende muito bem o papel primordial desempenhado pela família no destino dos filhos de Deus.

“Devido à importância da família no plano eterno de felicidade”, ensinou o Élder Robert D. Hales, do Quórum dos Doze Apóstolos, “Satanás despende enorme esforço para destruir a santidade da família, depreciar o papel dos homens e das mulheres, incentivar a impureza moral e as violações da lei sagrada da castidade e desmotivar os pais, para que não considerem a concepção e a criação de filhos suas prioridades mais elevadas.” 2

Mesmo em tais circunstâncias, não precisamos temer. Deus está conosco. No final, o bem triunfará sobre o mal. Agora, porém, precisamos assumir nossa posição na linha de frente desta guerra iniciada no mundo pré-mortal e fazer tudo a nosso alcance para preservar e proteger a santidade da família.

O Casamento Foi Ordenado por Deus

A primeira coisa que podemos e devemos fazer é preparar a nós mesmos e nossos filhos para as ordenanças do templo a fim de selar nossa família para a eternidade. O Élder Bruce R. McConkie (1915–1985), do Quórum dos Doze Apóstolos, ensinou: “Do momento em que nascemos na mortalidade até o do casamento no templo, tudo o que temos no sistema do evangelho serve para preparar-nos e qualificar-nos para entrarmos na santa ordem do matrimônio, que nos torna marido e mulher nesta vida e no mundo vindouro. (…) Não há nada neste mundo tão importante quanto a criação e o aperfeiçoamento da unidade familiar”. 3

O casamento no templo é o início de uma nova entidade que pode durar para sempre: a família eterna. Portanto, é de suma importância que o marido e a mulher guardem os convênios que fizerem na casa do Senhor. O Presidente Joseph Fielding Smith (1876–1972) disse: “O casamento segundo a lei da Igreja é a ordenança mais santa e sagrada. Trará ao marido e à mulher, caso permaneçam fiéis a seus convênios, a plenitude da exaltação no reino de Deus”. 4

Salvação Eterna: Um Assunto de Família

“A plenitude da salvação eterna é um assunto de família”, disse o Élder Dallin H. Oaks, do Quórum dos Doze Apóstolos. “O plano do evangelho originou-se no conselho de uma família eterna, é posto em prática por meio de nossa família eterna e cumpre seu destino final em nossa família eterna.” 5

“O nascimento numa família foi a maneira que Deus escolheu para enviar Seus filhos espirituais à Terra. O casamento e os relacionamentos familiares constituem Seu meio de alcançar Seus propósitos. Aprendemos as lições da vida não num jardim edênico, mas num mundo onde enfrentamos dificuldades, oposição, aflições e tentações.” (Ver 2 Néfi 2:11.) 6 Assim, não devemos temer os obstáculos a nossa volta, mas encará-los como o ambiente no qual nossa fé pode ser fortalecida e nossa obediência, refinada. Como observou o Élder Joe J. Christensen, ex-membro da Presidência dos Setenta: “Quantas pessoas realmente grandiosas nós conhecemos que nunca tiveram que se esforçar?” 7

A família é a primeira estrutura de apoio no plano de Deus para ajudar-nos a resistir ao mal, sobrepujar as fraquezas e conquistar nossa salvação. Por esse motivo, devemos fazer tudo a nosso alcance para fortalecer a família nesta época de confusão e oposição.

Esperança num Mundo em Desequilibrio

Como Satanás e seus emissários estão trabalhando para destruir a família, muitas pessoas estão perdendo de vista as alegrias e bênçãos que uma família forte e amorosa pode oferecer. Nas trevas que se espalham, os ensinamentos e ordenanças do evangelho restaurado resplandecem como o único farol de esperança. Ao edificarmos nossa família no firme alicerce do evangelho, nossa luz brilhará mais forte e atrairá as pessoas que estiverem buscando esperança e felicidade num mundo conturbado e que não oferece nem uma nem outra.

Exibir Referências

    Notas

  1.   1.

    “A Família: Proclamação ao Mundo”, A Liahona, outubro de 2004, p. 49; Ensign, novembro de 1995, p. 102.

  2.   2.

    “The Eternal Family”, Ensign, novembro de 1996, p. 65.

  3.   3.

    Conference Report, abril de 1970, p. 27.

  4.   4.

    Doutrinas de Salvação, comp. Bruce R. McConkie, 3 vols. (1954–1956), volume 2, p. 84.

  5.   5.

    “Parental Leadership in the Family”, Ensign, junho de 1985, p. 7.

  6.   6.

    Daniel K Judd, Guy L. Dorius e David C. Dollahite, “Families and the Great Plan of Happiness”, em David C. Dollahite, ed., Strengthening Our Families: An In-Depth Look at the Proclamation on the Family (2000), p. 8.

  7.   7.

    “Ganância, Egoísmo e Indulgência Excessiva”, A Liahona, julho de 1999, p. 9.