Ele Conhece Vocês pelo Nome

Segunda Conselheira na Presidência Geral das Moças

Imprimir Compartilhar

    Talvez vocês não tenham ouvido o Senhor chamá-las pelo nome, mas Ele conhece cada uma de vocês e conhece o seu nome.

    “Foi na manhã de um belo e claro dia, no início da primavera de 1820”, que Joseph Smith, aos quatorze anos de idade, foi ao bosque, ajoelhou-se em oração e “[viu] dois Personagens cujo esplendor e glória desafiam qualquer descrição, pairando no ar, acima [dele]”. Joseph disse: “Um deles falou-me, chamando-me pelo nome, e disse, apontando para o outro: Este é Meu Filho Amado. Ouve-O! 1 Podem imaginar como Joseph Smith, com quatorze anos, deve ter-se sentido ao ver Deus o Pai e Seu Filho Jesus Cristo e ouvir o Pai Celestial chamá-lo pelo nome?

    Quando visitei o Bosque Sagrado, tentei imaginar como teria sido estar no lugar de Joseph Smith. Naqueles momentos serenos, o Espírito sussurrou para meu coração palpitante que eu estava pisando em solo sagrado e que tudo o que o Profeta Joseph Smith dissera era verdade. Compreendi, então, que somos todos beneficiários da sua fé, coragem e firme desejo de obedecer a Deus. Ele recebeu uma resposta a sua humilde oração. Ele viu o Pai e Seu Filho Amado. Ali no Bosque Sagrado, eu soube que o Pai Celestial não apenas conhecia Joseph Smith pelo nome, mas também conhece cada uma de nós pelo nome. E assim como Joseph Smith tinha um importante papel a desempenhar nesta grande e maravilhosa obra, também temos um papel importante a desempenhar nestes últimos dias.

    Vocês sabiam que o Pai Celestial as conhece pessoalmente — pelo nome? As escrituras nos ensinam que isso é verdade. Quando Enos foi até a floresta para orar, ele relatou: “E ouvi uma voz, dizendo: Enos, perdoados são os teus pecados e tu serás abençoado”. 2 Moisés não apenas orou mas também conversou com Deus face a face, e Deus disse a Moisés: “E tenho uma obra para ti, Moisés, meu filho”. 3 O Senhor sabia o nome de Jacó e mudou esse nome para Israel, de modo que expressasse melhor sua missão na Terra. 4 Da mesma forma, mudou o nome de Paulo, Abraão e Sara. Em Doutrina e Convênios, seção 25, Emma Smith recebeu uma bênção de consolo e orientação para sua vida. O Senhor começa essa bênção dizendo: “Escuta a voz do Senhor teu Deus, enquanto me dirijo a ti, Emma Smith, minha filha”. 5

    Talvez vocês não tenham ouvido o Senhor chamá-las pelo nome, mas Ele conhece cada uma de vocês e conhece o seu nome. O Élder Neal A. Maxwell disse: “Testifico a vocês que Deus os conhece individualmente (…) há muito e muito tempo. (Ver D&C 93:23.) Ele os ama já há muito e muito tempo. Ele não apenas conhece o nome de todas as estrelas (ver Salmos 147:4; Isaías 40:26), mas conhece o seu nome e todas as suas dores e alegrias!” 6

    Como podemos saber que o Pai Celestial conhece o nosso nome e nossas necessidades? O Élder Robert D. Hales aconselhou: “Voltem-se para as escrituras. Ajoelhem-se em oração. Peçam com fé. Escutem os sussurros do Espírito Santo. (…) Vivam o evangelho com paciência e persistência”. 7

    Foi isso que Joseph fez. Seu testemunho ajuda-nos a saber que somos conhecidas e amadas por nosso Pai Celestial. Somos verdadeiramente filhas de um Pai Celestial que nos ama. 8 O Élder Jeffrey R. Holland disse: “Nenhum de nós é menos amado ou menos querido por Deus do que outros. (…) Ele ama a cada um de nós — com nossas inseguranças, nossas ansiedades e nossa auto-imagem. (…) Ele vibra com todo corredor, alertando-os que a corrida é contra o pecado, não uns contra os outros”. 9

    Depois que Joseph Smith recebeu esse conhecimento, sua vida não ficou mais fácil. Na verdade, ele sofreu forte pressão dos jovens de sua idade e dos adultos. A história de Joseph Smith estabelece um importante padrão para cada uma de nós. Podemos aplicar seus ensinamentos quando não soubermos o que fazer, quando enfrentarmos a pressão de jovens da nossa idade, quando nos sentirmos cercadas por tentações ou nos sentirmos indignas ou solitárias. Podemos orar! Podemos clamar a Deus em nome de Seu Santo Filho Jesus Cristo e buscar consolo, orientação e direção. Vocês já tiveram um problema e ficaram sem saber o que fazer? Joseph disse: “Minha mente foi levada a sérias reflexões e grande inquietação. (…) Muitas vezes disse a mim mesmo: Que deve ser feito?” 10

    Como foi que Joseph recebeu consolo e orientação? Ele estudou as escrituras, ponderou suas promessas e então “[resolveu] ‘pedir a Deus’”. 11 A resposta que recebeu naquela bela manhã de primavera mudou sua vida e seu rumo. Ele soube. Ele adquiriu um testemunho de Deus e Jesus Cristo, e seu testemunho permitiu que ele vivesse o evangelho com paciência e persistência. Não foi impedido pela pressão de seus companheiros ou pela perseguição, pois, como dizem suas próprias palavras: “eu tivera uma visão; eu sabia-o e sabia que Deus o sabia e não podia negá-la”. 12 Ele pôde permanecer firme por causa do testemunho que tinha. E vocês podem fazer o mesmo.

    Se vocês já se sentiram pressionadas por outros jovens de sua idade, orem, peçam com fé e escutem aos sussurros do Espírito Santo. Depois disso, vivam o evangelho. Joseph teve uma percepção muito forte de suas imperfeições e fraquezas. Novamente, ele orou. Em resposta a sua oração, foi visitado pelo anjo Morôni. Joseph contou: “Chamou-me pelo nome e disse-me (…) que Deus tinha uma obra a ser executada por mim”. 13

    Se orarmos, o Senhor nos guiará e nos preparará para cumprirmos nosso papel. Em certo verão, quando viajávamos pela Europa com o grupo de danças folclóricas internacionais da BYU, aprendi uma importante lição. Eu estava doente e fiquei desanimada. Queria desistir e voltar para casa. Estávamos na Escócia para apresentarmos nosso espetáculo para membros, pesquisadores e missionários. Fomos até a casa da missão para fazer uma oração. Quando entramos, vi uma pedra no jardim em frente à casa. Naquela pedra estava gravada esta inscrição: “Seja você quem for, desempenhe bem a sua parte”. Essa mensagem foi como um choque elétrico em meu coração. Senti que aquela pedra estava falando para mim. A mensagem mudou-me. Soube naquele momento que eu tinha um papel importante a desempenhar, não apenas naquela turnê com o grupo de danças, mas durante toda a minha vida, e que era muito importante que eu “desempenhasse bem” a minha parte. 14

    O que o Senhor espera que façamos? Ele espera que desempenhemos nosso papel nas cenas finais que precedem Sua vinda. Espera que nos provemos dignas de voltar a viver com Ele. Espera que nos tornemos semelhantes a Ele. Sigam o exemplo de Joseph. Gosto muito da letra do hino que o coro acabou de cantar: “Ele sabe que o Eterno guiará os passos seus”. 15 Isso mostra que Joseph era inabalável em propósito e tinha coragem e determinação. Joseph descreveu-se como um “perturbador” do reino do adversário. Ele disse: “Parece que o adversário sabia (…) que eu estava destinado a ser um perturbador e um importunador de seu reino”. 16 Escrevi na margem de minhas escrituras: “seja uma perturbadora!” Confiem nos cuidados de seu Pai Celestial.

    Cada uma de nós desempenhará um papel importante se seguirmos o exemplo dado por Joseph Smith. O Senhor fortaleceu Joseph Smith para a missão divina dele. E fortalecerá vocês para a sua. Pode ser que Ele até envie Seus santos anjos para instruí-las. Agora, o desafio é este: Será que vocês estarão em um lugar em que os anjos possam entrar? Estarão suficientemente serenas para escutar? Serão corajosas e confiantes?

    Estamos vivendo em uma época em que a plenitude do evangelho foi restaurada na Terra por intermédio do profeta do Senhor, Joseph Smith. Estamos vivendo em uma época em que temos o Livro de Mórmon para guiar-nos. Estamos vivendo em uma época em que temos um profeta vivo, o poder do sacerdócio na Terra e o poder selador para unir as famílias para a eternidade nos templos sagrados. Estes são, verdadeiramente, dias “inolvidáveis”! 17

    É minha oração que sejamos firmes em nossa fé, que sigamos o padrão estabelecido por Joseph Smith para adquirirmos um testemunho. Também oro para que cada uma de nós represente dignamente o Salvador ao tomar sobre si o nome do Dele. Ele prometeu: “Porque, como os novos céus, e a nova terra, que hei de fazer, estarão diante da minha face (…) assim também há de estar (…) o vosso nome”. 18

    Meu testemunho do evangelho restaurado de Jesus Cristo tem sido um guia e uma âncora em minha vida. Sinto-me grata por estar hoje aqui diante de vocês e poder dizer com toda a energia de meu coração: “Graças damos, ó Deus, por um profeta”. 19 Sinto-me muito grata pela integridade de um rapaz de quatorze anos que orou pedindo resposta a sua dúvida e depois permaneceu fiel ao conhecimento que recebeu.

    Cada uma de vocês tem um papel a desempenhar nesta grande e maravilhosa obra. O Salvador irá ajudá-las. Ele as conduzirá pela mão. 20 Ele as conhece pelo nome. Presto testemunho disso, no sagrado nome de Jesus Cristo. Amém.

    Exibir Referências

      Notas

    1.   1.

      Joseph Smith — História 1:14, 17; grifo da autora.

    2.   2.

      Enos 1:5; grifo da autora.

    3.   3.

      Moisés 1:6; grifo da autora.

    4.   4.

      Ver Guia para Estudo das Escrituras, p. 107.

    5.   5.

      D&C 25:1; grifo da autora.

    6.   6.

      “[Lembrai-Vos] de Quão Misericordioso Tem Sido o Senhor”, A Liahona, maio de 2004, p. 46.

    7.   7.

      “Receber um Testemunho do Evangelho Restaurado de Jesus Cristo”, A Liahona, novembro de 2003, p. 31.

    8.   8.

      Ver o Tema das Moças.

    9.   9.

      “O Outro Filho Pródigo”, A Liahona, julho de 2002, p. 72.

    10.   10.

      Joseph Smith — História 1:8, 10.

    11.   11.

      Joseph Smith — História 1:13.

    12.   12.

      Joseph Smith — História 1:25.

    13.   13.

      Joseph Smith — História 1:33; grifo da autora.

    14.   14.

      O Presidente David O. McKay sentiu-se motivado por essa mesma pedra quando estava em sua missão na Escócia. Posteriormente, aquela pedra foi comprada e colocada no jardim em frente à casa da missão da Escócia, para que fosse uma fonte de inspiração para os missionários. Ela agora está no Museu de História e Arte da Igreja em Salt Lake City, Utah.

    15.   15.

      “Que Manhã Maravilhosa”, Hinos, nº 12.

    16.   16.

      Joseph Smith — História 1:20.

    17.   17.

      Joseph Smith — História 1:71; nota de rodapé.

    18.   18.

      Isaías 66:22.

    19.   19.

      Hinos, nº 9.

    20.   20.

      Ver D&C 112:10; Abraão 1:18.