Estudo do Trabalho da Sociedade de Socorro

Presidente Geral da Sociedade de Socorro

Julie B. Beck
Imprimir Compartilhar

    No primeiro domingo do mês, a presidência da Sociedade de Socorro conduz um debate sobre como podemos cumprir nossas sagradas responsabilidades como irmãs da Sociedade de Socorro.

    Quando nossa presidência foi chamada, recebemos alguns materiais sobre a história da Sociedade de Socorro que foram coletados ao longo dos anos. Estudamos esse material fervorosamente, querendo conhecer o propósito da Sociedade de Socorro e o que o Senhor deseja que façamos durante o tempo em que estivermos nesse cargo.

    Ao estudarmos cuidadosamente essa história, aprendemos que o propósito da Sociedade de Socorro, conforme foi estabelecido pelo Senhor, é o de organizar, ensinar e inspirar Suas filhas a preparar-se para as bênçãos da vida eterna. A Sociedade de Socorro se aplica a todos os aspectos da vida da mulher SUD. As irmãs aprendem e são inspiradas por meio das professoras visitantes, do serviço ao próximo e das reuniões da Sociedade de Socorro. Todos os domingos, nossa meta na Sociedade de Socorro é estudar a doutrina e os princípios que vão ajudar-nos a alcançar nossos propósitos. Como resultado de nossas aulas de domingo, as irmãs devem ser capazes de viver o evangelho com maior convicção na família e no lar.

    O Primeiro Domingo É Diferente

    No segundo, terceiro e quarto domingos do mês, estudamos o manual Princípios do Evangelho e os ensinamentos da conferência geral, de modo a conduzir-nos às bênçãos da vida eterna. Contudo, no primeiro domingo do mês, um membro da presidência da Sociedade de Socorro nos instrui e nos conduz num debate sobre como podemos cumprir nossas sagradas responsabilidades como membros da Sociedade de Socorro.

    Como mulheres SUD, temos o evangelho restaurado de Jesus Cristo e o testemunho do plano de salvação. Somos responsáveis pela metade feminina desse plano. Não podemos delegar essa responsabilidade a outros. Teremos que prestar contas ao Senhor do cumprimento de nossos deveres. E o primeiro domingo do mês é o tempo que o Senhor nos concedeu para que nós, como irmãs da Sociedade de Socorro, aprendamos a cumprir nossas responsabilidades.

    Espero que usemos essa dádiva de tempo para cumprir as três responsabilidades que temos por toda a vida, como membros da Sociedade de Socorro: (1) aumentar a fé e a retidão pessoal, (2) fortalecer a família e o lar e (3) buscar e ajudar os necessitados.

    Espero que consultemos as escrituras e os materiais aprovados pela Igreja para encontrar exemplos, princípios e doutrinas que vão ajudar-nos a cumprir essas responsabilidades e aprender como lidar com os desafios destes últimos dias. Emma Hale Smith, nossa primeira presidente da Sociedade de Socorro, foi instruída a “explicar as escrituras e exortar a igreja, conforme te for revelado pelo meu Espírito” (D&C 25:7). Podemos seguir o exemplo dela.

    Se eu fosse fazer isso na reunião da Sociedade de Socorro do primeiro domingo, começaria por decidir, em espírito de oração, o que deveríamos aprender. Examinaria então as escrituras para descobrir o que elas nos ensinam sobre esse assunto. Aprenderia o que os profetas e o que os líderes da Igreja ensinaram. Depois, oraria para ter a orientação do Espírito, ao escrever algumas perguntas para debate que poderíamos usar ao estudarmos juntas em nossa reunião do primeiro domingo. Eu esperaria que as irmãs voltassem para casa fortalecidas e usassem esse mesmo padrão para estudar no lar e ensinar sua família.

    Aumentar a Fé e a Retidão Pessoal

    Minha avó, Isabelle Bawden Bangerter, era conhecida como uma mulher de grande fé. Ela adquiriu sua fé quando criança e trabalhou para aumentá-la durante a vida inteira. Deu aulas na Sociedade de Socorro por muitos anos, e entre as irmãs da Sociedade de Socorro ela era conhecida como teóloga, uma mulher que conhecia o evangelho muito bem e podia ensiná-lo usando as escrituras. Ela ainda estudava as escrituras quando faleceu aos 97 anos de idade. A vovó Bangerter foi uma mulher que tinha confiança em seu papel e responsabilidades eternos. Quando eu era uma jovem mãe, perguntei a ela se era possível criar uma posteridade justa num mundo cheio de iniquidade. Ela se ergueu, apontou para mim e disse enfaticamente: “É, sim! Você precisa fazer isso! É por isso que está aqui!” Seu ensinamento inspirou-me a ter mais empenho em minhas responsabilidades e a enfrentar a vida com mais fé. É possível utilizar esse tipo de ensino direto e inspirado todas as semanas na Sociedade de Socorro.

    As irmãs frequentemente têm dúvidas a respeito de como exercer fé, vivendo em meio às experiências da mortalidade. O primeiro domingo do mês dá-nos a oportunidade de reunir e desfrutar a fé que permeia toda a Sociedade de Socorro de cada unidade. A sabedoria de todas as irmãs presentes pode ajudar a responder dúvidas reais e prover respostas inspiradas.

    Eis outros exemplos do que podemos estudar no primeiro domingo para ajudar-nos a aumentar nossa fé e retidão pessoal:

    • Fazer e cumprir convênios.

    • Qualificar-nos para uma recomendação do templo e para a adoração no templo.

    • Qualificar-nos para reconhecer e seguir a influência do Espírito Santo.

    • Ensinar e defender o evangelho de Jesus Cristo.

    • Fazer orações pessoais e familiares sinceras.

    • Realizar a noite familiar.

    • Viver os princípios da autossuficiência e do viver previdente.

    Fortalecer a Família e o Lar

    Quando eu era uma jovem irmã da Sociedade de Socorro, tínhamos uma aula de educação materna uma vez por mês. Embora tivesse uma mãe maravilhosa e muito habilidosa, ainda assim aprendi muito com minhas professoras da Sociedade de Socorro sobre como ser uma mãe melhor e como melhorar meu lar. Aprendemos princípios e habilidades de aprimoramento doméstico, aprendemos a ser melhores mães e aprendemos a fortalecer nosso casamento.

    As jovens mães frequentemente me perguntam se podemos voltar a ter as aulas de educação materna na Sociedade de Socorro. Minha resposta é sim. Podemos aprender a apoiar, nutrir e proteger a família no primeiro domingo do mês.

    Eis alguns exemplos do que podemos estudar no primeiro domingo para ajudar-nos a fortalecer a família e o lar:

    • Compreender e defender o papel divino da mulher.

    • Aceitar as bênçãos do sacerdócio.

    • Formar uma família eterna.

    • Manter o casamento forte.

    • Gerar e criar filhos.

    • Expressar amor pelas pessoas da família e nutri-las.

    • Aceitar a responsabilidade de preparar uma nova geração justa de santos dos últimos dias.

    • Conhecer, viver e defender a doutrina da família.

    • Pesquisar nossos parentes falecidos e realizar as ordenanças do templo para eles.

    Buscar e Ajudar os Necessitados

    As aulas do primeiro domingo são nossa oportunidade de nos fortalecer umas às outras e encontrar respostas para as dificuldades da vida. A qualquer momento, em qualquer unidade, muitas irmãs da Sociedade de Socorro passam por dificuldades e decepções. O Presidente Boyd K. Packer, Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos, chamou a Sociedade de Socorro de cada ala de “círculo de irmãs”. Ele disse:

    “Toda irmã, seja qual for o círculo ao qual pertença, pode olhar para o lado e sentir o espírito de inspiração retornando ao estender a terna mão da caridade para as que estão a seu lado. (…)

    (…) Vocês vão servir sua organização, sua causa — a Sociedade de Socorro — esse grande círculo de irmãs. Todas as suas necessidades serão atendidas, agora e nas eternidades; toda negligência será apagada; todo abuso será corrigido. Vocês podem ter tudo isso, e muito rapidamente, desde que se dediquem à Sociedade de Socorro.”1

    Por experiência própria, tenho visto que cada Sociedade de Socorro de ala tem a capacidade de prover, umas às outras, o apoio de que necessitam. Se buscarmos e recebermos a ajuda do Espírito Santo, todas as respostas podem ser encontradas em cada círculo de irmãs.

    Temos a responsabilidade de socorrer as que sofrem de pobreza, doença, ignorância e tudo o que impeça a alegria e o progresso da mulher. A Sociedade de Socorro sempre esteve engajada em socorrer as pessoas.

    Sabemos que, por estarmos vivendo nos últimos dias, enfrentamos muitos desafios como pessoas e famílias. Esses desafios incluem abuso e maus-tratos, vícios, apatia, dívidas, depressão, desobediência, desemprego, desintegração familiar, doença, perseguição, pobreza e violência. Isso se parece muito com o que o Apóstolo Paulo profetizou em II Timóteo 3:1–7, 13. Contudo, não precisamos ter medo. Temos o evangelho de Jesus Cristo. O Apóstolo Paulo deu-nos a solução:

    “Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido,

    E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus.

    Toda a escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça” (II Timóteo 3:14–16).

    No primeiro domingo, um membro da presidência da Sociedade de Socorro pode personalizar o trabalho da Sociedade de Socorro. Pode enfocar as obras de caridade como solução para necessidades específicas da ala ou ramo. Pode instruir as irmãs a serem professoras visitantes que atendam às necessidades das pessoas, à medida que as encontrarem. E se for adequado, pode atribuir tarefas para ajudar pessoas específicas que passam por necessidade.

    Como Utilizar o Primeiro Domingo

    Creio que, à medida que as líderes da Sociedade de Socorro buscarem a ajuda do Espírito Santo, elas serão inspiradas em relação àquilo que devem estudar e ensinar na reunião da Sociedade de Socorro do primeiro domingo. Sei que o trabalho do Senhor continuará a progredir no mundo todo e que vai prosperar, em grande parte, porque as boas mulheres da Igreja farão tudo o que puderem para levar adiante esse trabalho, primeiramente no próprio lar e na família e depois em seus outros círculos de amizade e de pessoas conhecidas.

    1 Aumentar a Fé e a Retidão Pessoal. As aulas do primeiro domingo dão-nos a oportunidade de consultar as escrituras para encontrar doutrinas que vão ajudar-nos a enfrentar os desafios destes últimos dias.

    2 Fortalecer a Família e o Lar. No primeiro domingo do mês, podemos aprender a apoiar, nutrir e proteger a família.

    3 Buscar e Ajudar os Necessitados. Temos a responsabilidade de socorrer as pessoas que sofrem de pobreza, doenças, dúvida, ignorância e tudo o que impeça a alegria e o progresso da mulher.

    Ilustração fotográfica: Robert Casey; fotografia da irmã Beck: Busath Photography

    Fotografia da irmã Thompson e da irmã Allred: Busath Photography; ilustração fotográfica de família: Christina Smith

    À esquerda: ilustração fotográfica de Craig Dimond

    Exibir Referências

    Nota

    1. 1.

      Boyd K. Packer, “O Círculo de Irmãs”, A Liahona, março de 1981, p. 160.