Unidos pela Palavra de Deus

David A. Edwards

Revistas da Igreja

Imprimir Compartilhar

    Uma classe de seminário em Berlim, Alemanha, externa pensamentos sobre as escrituras.

    O que as escrituras significam para nós? Como adquirir um testemunho delas? Como compreendê-las melhor?

    Como tantos outros adolescentes da Igreja mundo afora, as moças da Ala Dahlem, Estaca Berlim Alemanha, estão achando respostas para essas perguntas reunindo-se todas as manhãs antes da escola para estudar as escrituras no seminário. Suas experiências com as escrituras vêm influenciando profundamente sua vida e elas estão prontas e dispostas a externar seus sentimentos.

    Respostas das Escrituras

    Uma das experiências mais importantes dessas moças com as escrituras é achar respostas para perguntas por meio do estudo das escrituras.

    Sariah Gruse, de dezesseis anos, conta que, às vezes, ao estudar as escrituras, uma resposta salta-lhe aos olhos. “Mas em geral o efeito dessa passagem não é mais o mesmo algum tempo depois, pois foram os pensamentos e o Espírito que senti quando mais precisava que de fato me ajudaram.”

    Denise Reiner, de dezesseis anos, teve experiências semelhantes. Lembra-se de ter uma dúvida, abrir as escrituras e em seguida achar a solução logo na primeira página que abria. Essa experiência a impressionou, mas segundo ela, com frequência ainda maior, “percebemos que recebemos um pouco mais de orientação, que realmente achamos respostas para todas as nossas perguntas quando lemos as escrituras regularmente”.

    Unidade por Meio das Escrituras

    Essas jovens acreditam que as escrituras nos ajudam a nos unir como santos na Igreja de Cristo. “O evangelho está nas escrituras”, lembra Elizabeth Clark, de dezesseis anos. “Não devemos entrar em debates e contendas a respeito. Os princípios já estão lá. Isso pode ajudar a unir-nos.”

    Sariah concorda: “O evangelho é o mesmo no mundo todo por causa das escrituras. Pouco importa onde nos encontremos no mundo. Sempre podemos nos sentir em casa na Igreja, pois vamos encontrar os mesmos ensinamentos e as mesmas crenças”.

    Sarah Clark, de dezessete anos, crê que o Livro de Mórmon é particularmente importante “porque nele o evangelho é explicado com muita clareza. Se seguirmos o Livro de Mórmon e as demais escrituras, isso nos ajudará a sermos e a permanecermos unidos”.

    “Essa unidade é propícia ao Espírito”, declara Elizabeth. “Quando agimos todos de acordo com o evangelho, podemos sentir o Espírito ao sermos ensinados. Quando há conflito, é totalmente impossível sentir o Espírito.”

    Melhor Compreensão por Meio do Seminário

    No que tange a desenvolver uma melhor compreensão das escrituras, todas essas jovens concordam que o seminário é indispensável. “No seminário, aprende-se muito sobre as personalidades das escrituras e toda a história que as acompanha”, diz Denise.

    “O seminário faz parte de minha vida”, afirma Lesley Reiner, de dezessete anos. “Sei que é importante. Devemos fazer um estudo pessoal, e o seminário existe para estudarmos juntos.”

    Sarah acrescenta: “Sempre aguardo com ansiedade o estudo das escrituras todas as manhãs no seminário. Meu testemunho vem sendo fortalecido. Acho que é um momento especial”.

    Para Sariah, o seminário tornou-se um lugar para externar sentimentos. “No começo era difícil para mim, pois minha mãe é a professora do seminário e eu tinha a impressão de não poder expressar meus verdadeiros pensamentos”, conta. Contudo, ela superou essas preocupações e descobriu que o seminário é um ambiente seguro para dar livre vazão a suas perguntas, seus pensamentos e sentimentos sobre o evangelho e receber apoio.

    O Efeito das Escrituras

    As escrituras vêm exercendo um efeito muito real na vida dessas moças, e elas já conseguiram aplicá-las de várias formas.

    O estudo das escrituras, por exemplo, ajudou-as a esclarecer dúvidas de outras pessoas, bem como as delas mesmas. “Se você entender as escrituras e os princípios nelas contidos”, diz Elizabeth, “ao ser questionado sobre algum princípio do evangelho poderá explicá-lo melhor, pois você mesmo o compreende. Isso facilita muito as coisas.”

    Além disso, Denise ganha forças e incentivo por meio das escrituras. “Se simplesmente lermos sobre o tipo de tentações que as pessoas tinham antigamente e como conseguiram sobrepujá-las, isso nos fortalecerá hoje”, garante. “E quando lemos nas escrituras sobre todas as bênçãos do evangelho, sabemos o que recebemos como recompensa pela fidelidade, e também é bom ter esse conhecimento.”

    Devido ao efeito exercido pelas escrituras em sua vida, essas jovens agora se encontram num caminho que conduz a uma compreensão e a um testemunho ainda maiores. E elas se sentem unidas aos membros da Igreja de todo o mundo por meio da palavra de Deus.

    Em meio ao burburinho de Berlim, capital da Alemanha, uma turma de alunos do seminário vem aprendendo o poder das escrituras.

    Fotografias de David A. Edwards, exceto quando indicado em contrário; fotografia do Portão de Brandenburgo: © Getty Images

    Fotografia das escrituras: Matthew Reier, © IRI