Não Sejam Enganados

Extraído de “Entangle Not Yourselves in Sin”, Improvement Era, setembro de 1953, pp. 646–647, 671–672, 674, 676–678; o uso de iniciais maiúsculas e da pontuação foi atualizado.


President Joseph Fielding Smith
Enquanto algumas pessoas estão modificando seus padrões para seguir os modismos do mundo, precisamos permanecer firmes nas escrituras e nas verdades reveladas do evangelho.

Não Sejam Enganados

Vivemos num mundo muito conturbado, e falarei de modo bem direto: Vivemos num mundo que descartou Deus ou caminha a passos largos para isso. Vivemos num mundo em que ministros cristãos de várias denominações se deixaram influenciar pelas filosofias dos homens e, assim, por não terem o Espírito do Senhor, tentam modificar as escrituras, ou o significado delas, a fim de harmonizá-las com as falsas doutrinas tão difundidas no mundo atual. Essas teorias estão em total conflito com a revelação divina, mas pessoas atemorizadas e dominadas pela influência de falsas filosofias, tentam modificar as doutrinas para adequá-las a essas teorias e ideias que, em sua essência, estão desprovidas de Deus. Não podemos nos permitir essas coisas. (…)

“A luz brilha nas trevas e as trevas não a compreendem; contudo, dia virá em que compreendereis até o próprio Deus, sendo vivificados nele e por ele.

Então sabereis que me vistes, que eu sou e que sou a verdadeira luz que está em vós e que vós estais em mim; caso contrário, não poderíeis prosperar” (D&C 88:49–50).

Essa revelação é maravilhosa. Trata de inúmeras coisas de vital importância para todos os membros da Igreja. Quantos de nós já leram a seção 88? Não se contentem em ler essa passagem. Usem-na como tema — não há outro melhor — mas leiam a revelação inteira. Ou melhor! Leiam o livro inteiro. O Senhor ordenou na primeira seção de Doutrina e Convênios, que constitui o prefácio desse livro, o prefácio do Senhor:

“Examinai estes mandamentos, porque são verdadeiros e fiéis; e as profecias e as promessas neles contidas serão todas cumpridas” (D&C 1:37). “Examinai estes mandamentos.” Quão grande é nosso amor pelo Senhor? Qual é o maior de todos os mandamentos? O Senhor nos deu a resposta na seção 59 de Doutrina e Convênios, no tocante aos membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias nesta dispensação da plenitude dos tempos:

“Portanto dou-lhes [aos membros da Igreja] um mandamento que diz assim: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de todo o teu poder, mente e força; e em nome de Jesus Cristo servi-lo-ás” (D&C 59:5). (…)

Assim, o primeiro de todos os mandamentos é amar a Deus com toda a nossa alma e servi-Lo em nome de Jesus Cristo. Ele ordenou que tomássemos conhecimento dessas verdades que nos foram reveladas na dispensação da plenitude dos tempos.

Quantos de nós já fizeram isso? Digo a vocês e, aliás, a todos os membros da Igreja, que não permitam que seu entendimento se baseie num único versículo [D&C 88:86, o tema da Mutual deste ano], que é um tema deveras excelente, mas examinem as escrituras a fim de não serem enganados pelas falsas teorias e práticas tão generalizadas no mundo de hoje. Caso façam isso, caso tenham no coração a orientação do Espírito do Senhor que todo membro da Igreja tem o direito de ter, a companhia do Espírito Santo, vocês não serão desencaminhados pelas teorias dos homens, pois o Espírito do Senhor lhes dirá que são falsas, e vocês terão o espírito de discernimento para compreenderem. (…)

Caso entendam o evangelho de Jesus Cristo, ele os libertará. Se sua prática de softbol, voleibol, basquetebol, corrida, dança e outras formas de diversão for desprovida do Espírito do Senhor, não terá valor algum para vocês. Que tudo seja feito em espírito de oração e fé. Acho que já é o caso — talvez então eu nem precise dizê-lo — mas que assim seja. Façam tudo com os olhos fitos na glória de Deus e ensinemos de modo a edificar e fortalecer a nós mesmos e A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Ilustração fotográfica: Frank Helmrich

Examinem as escrituras a fim de não serem enganados pelas falsas teorias e práticas tão generalizadas no mundo de hoje.