Mensagem das Professoras Visitantes

Professora Visitante: Um Chamado Sagrado


Estude este material em espírito de oração e, conforme julgar conveniente, discuta-o com as irmãs que você visita. Use as perguntas para ajudar no fortalecimento das irmãs e para fazer com que a Sociedade de Socorro seja parte ativa da sua própria vida.

Professora Visitante: Um Chamado Sagrado

Como professoras visitantes, temos uma importante missão espiritual a cumprir. “O bispo, que é ordenado pastor da ala, não tem condições de cuidar de todas as ovelhas do Senhor de uma só vez. Ele depende de professoras visitantes inspiradas que o ajudem.”1 É essencial buscar e receber revelação quanto a quem deve ser designada a cuidar de cada irmã.

A inspiração começa quando as irmãs que compõem a presidência da Sociedade de Socorro discutem, em espírito de oração, as necessidades das pessoas individualmente e das famílias. Depois, com a aprovação do bispo, a presidência da Sociedade de Socorro faz as designações de modo a ajudar as irmãs a compreender que o trabalho de professora visitante é uma importante responsabilidade espiritual.2

As professoras visitantes passam a conhecer e a amar sinceramente cada irmã, ajudam-nas a fortalecer sua fé e oferecem ajuda quando necessário. Elas buscam revelação pessoal para saber como atender às necessidades espirituais e temporais de cada irmã que visitam.3

“A visita de professoras visitantes se torna um trabalho do Senhor quando focalizamos a pessoa, em vez de estatísticas. Na realidade, a visita da professora visitante não termina. Trata-se de uma forma de vida, mais do que uma tarefa.”4

Das Escrituras

Mateus 22:36–40; João 13:34–35; Alma 37:6–7

De Nossa História

Eliza R. Snow, a segunda presidente geral da Sociedade de Socorro, ensinou: “Considero o cargo de professora elevado e sagrado”. Ela aconselhou as professoras visitantes a estarem “cheias do Espírito de Deus, de sabedoria, de humildade, de amor” antes de visitar o lar das irmãs, a fim de poderem conhecer e suprir suas necessidades espirituais e materiais. Ela disse: “Sentirão se devem falar palavras de paz e consolo, e caso encontrem a irmã passando frio, tomem-na em seu coração como tomariam uma criança no colo para aquecê-la”.5

Ao prosseguirmos com fé, como o fizeram nossas irmãs pioneiras da Sociedade de Socorro, teremos a companhia do Espírito Santo e seremos inspiradas a saber como ajudar cada irmã que visitarmos. “Que [busquemos] sabedoria em vez de poder”, disse a irmã Snow, “e [teremos] todo o poder que [tivermos] a sabedoria para exercer”.6

Acesse www.reliefsociety.LDS.org para mais informações.

O Que Posso Fazer?

  1. 1.

    Como posso melhorar minha capacidade de cumprir minha importante responsabilidade como professora visitante?

  2. 2.

    Como professora visitante, como posso ajudar outras irmãs a cumprir sua responsabilidade de professoras visitantes?

Exibir Referências

    Notas

  1.   1.

    Julie B. Beck, “Sociedade de Socorro — Um Trabalho Sagrado”, A Liahona, novembro de 2009, p. 110.

  2.   2.

    Ver Manual 2: Administração da Igreja, 2010, 9.5; 9.5.2.

  3.   3.

    Ver Manual 2, 9.5.1.

  4.   4.

    Julie B. Beck, A Liahona, novembro de 2009, p. 110.

  5.   5.

    Eliza R. Snow, citada em Filhas em Meu Reino: A História e o Trabalho da Sociedade de Socorro, 2011, p. 118.

  6.   6.

    Eliza R. Snow, em Filhas em Meu Reino, p. 50.